Prefeitura e Bahia Pesca realizam curso de piscicultura em Caém (Fotos)

24 de novembro de 2021, 15:33

A aula prática do curso aconteceu na Fazendo Caboclo, na zona rural de Caém, onde o proprietário e piscicultor Gilmar Rodrigues da Silva possui quatro viveiros com tilápias, tambaquis e pirarucus (Foto: Notícia Limpa)

Melhorar a produção no campo e promover o desenvolvimento da piscicultura no município, este foi o principal objetivo do curso de introdução à piscicultura que aconteceu nesta terça (23) e quarta-feira (24), em Caém. O evento que ocorreu na Câmara de Vereadores, foi realizado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, em parceria com o Governo do Estado, a partir da Bahia Pesca.

Dividido em duas etapas o treinamento contou com explanações teóricas e aula de campo, onde os participantes puderam ver na prática o que foi ensinado através de aulas demonstrativas. Os participantes tiveram a oportunidade de aprender sobre sistemas de cultivo, escolha das espécies, tamanho das aguadas, preparação dos viveiros e qualidade da água, dentre outros temas.

“A capacitação sempre foi uma das principais áreas de minha atuação. Acreditamos que a oportunidade de se aprender parte do ensino, da preparação, e oferecer isso àqueles que querem desenvolver alguma atividade faz parte dos atributos de uma gestão pública”, salientou o prefeito de Caém Arnaldo Oliveira, completando que a Prefeitura de Caém não medirá esforços para buscar meios para o desenvolvimento do município, a partir de ações que garantam o aumento de renda e a melhoria de vida da população. “Estaremos buscando junto às secretarias, órgãos e instituições do Estado, parcerias que beneficiem nosso povo; este é o nosso papel como agente político. Agradecemos a Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, ao Governo da Bahia e aos participantes pela excelente capacitação”, finalizou.

O presidente da Câmara de Vereadores de Caém, o vereador Pablo Piauy, que prestigiou o encerramento da atividade. destacou a iniciativa do município em provocar a capacitação. Para Pablo a iniciativa é um ponta pé inicial para que em um futuro não muito distante os produtores e a população caenense possam colher os frutos. “As mudanças partem dos incentivos e das promoções de atividades que favoreçam o indivíduo. O aprendizado sempre será um dos principais caminhos para o sucesso”, disse o vereador.

O instrutor do curso, o engenheiro de pesca e gerente de operações da Bahia Pesca, Eduardo Soares Batista, também elogiou a iniciativa da Prefeitura de Caém em buscar meios para beneficiar a população. Surpreso com a potencialidade do município, por ter um excelente manancial, Eduardo disse não ter dúvidas de que a piscicultura poderá ser uma das principais fontes de rendas de muitas famílias. “Parabéns a todos os envolvidos na realização do treinamento. Levarei para a Bahia Pesca a boa impressão que tive de Caém e da vontade de aprender dos participantes do curso. Tenho certeza que a piscicultura será uma das principais atividades deste município”, ressaltou.

Principais sintomas físicos e mentais da abstinência de nicotina

A síndrome de abstinência de nicotina provoca inúmeros sintomas nos ex-fumantes. Contudo, explica um artigo publicado no portal Melhor Com Saúde, esses efeitos colaterais variam em intensidade dependendo da pessoa. 

O fato da nicotina ser uma droga muito viciante faz com que o hormônio conhecido como dopamina seja liberado no cérebro – este hormônio é responsável por aumentar a sensação de prazer e bem-estar. E como tal, o organismo reage negativa e violentamente à ausência da droga.

Ainda assim, a síndrome de abstinência de nicotina não representa qualquer risco para a saúde. Estima-se que os sintomas associados à condição afetam até 85% dos ex-fumantes. 

Os sintomas desta síndrome variam, mas, sem dúvida alguma, o mais comum é a vontade de fumar que pode surgir na presença de múltiplos estímulos, como por exemplo ver outra pessoa fumar, ou inclusive sem uma causa aparente.

Os principais sintomas da síndrome de abstinência da nicotina são os seguintes, de acordo com o portal Melhor Com Saúde:

Sintomas físicos

Aumento do apetite
Tosse
Boca seca
Dor de cabeça
Tontura
Fadiga
Coriza (inflamação da mucosa das fossas nasais; rinite, defluxo)
Dor de garganta, na língua ou gengivas
Sensação de aperto no peito
Ganho de peso
Frequência cardíaca mais lenta ou bradicardia
Obstipação
Hipotensão

Sintomas mentais

Ansiedade, inquietação e irritabilidade
Dificuldade em se concentrar
Insônia e dificuldade para dormir bem
Raiva e frustração
Depressão
Desânimo
Mau humor

Os sintomas da síndrome de abstinência da nicotina normalmente duram de 4 a 12 semanas e surgem nas primeiras 12 a 24 horas após parar de fumar. 

Os especialistas explicam que a fase mais critica são as primeiras duas a três semanas de cessação tabágica. Sendo que os sintomas começam gradualmente a desaparecer e, com o tempo o indivíduo aprende a controlar o desejo de fumar. 

VÍDEOS