Os benefícios da castanha-do-Brasil para o colesterol

13 de outubro de 2019, 09:35

Também conhecida por castanha-do-Pará, é um fruto seco com um teor calórico elevado e riqueza nutricional abundante (Foto: Reprodução)

A castanha-do-Brasil, também conhecida por castanha-do-Pará, já é um alimento muito apreciado. Este fruto seco, apesar de representar um elevado teor calórico, é também muito rico em termos nutricionais. 

Apenas uma castanha-do-Brasil por dia garante a dose de selénio – um micronutriente com multiplas funções no organismo.- de que o nosso corpo precisa para preservar as células e exercer uma ação desintoxicante. Mas atenção: em excesso, a ação do selénio não será potencializada.

Os benefícios:

1 – Capacidade saciante: é muito rica em gordura boa e proteína,  além de ser uma fonte de fibra e vitaminas e minerais como o cálcio e o magnésio.

2 – Fortalece os ossos: o magnésio e fósforo podem ser encontrados em quantidades significativas na castanha- do-Brasil. O magnésio é imprescindível para a fixação de cálcio nos ossos.

3 – Aliada do colesterol: as gorduras do fruto também reduzem os níveis do colesterol LDL (mau colesterol) e aumenta os níveis do colesterol HDL (bom colesterol). 

4 – Combate o envelhecimento: devido às suas propriedades antioxidantes provenientes da sua riqueza em selénio.

5 – Auxilia no processo de emagrecimento: ajuda a prevenir um desequilíbrio hormonal, que acarreta o ganho de peso.

6 – Fortalece o sistema imunitário: as suas propriedades favorecem as defesas do nosso organismo.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS