O bicarbonato de sódio funciona para o tratamento de aftas?

01 de março de 2020, 12:33

As aftas são incômodas e muitas vezes dolorosas – será que o bicarbonato de sódio acelera a cura? (Foto: Reprodução)

Esta pequena ferida na boca é extremamente desconfortável, interferindo com a mastigação, a fala e até o riso, conforme explica um artigo publicado no site Sorrisologia.

Como tal são muitos que experimentam mesinhas caseiras para acabar com as aftas, sendo que uma das mais populares consiste em aplicar bicarbonato de sódio. Contudo, não o deve fazer – alerta o cirurgião-dentista Breno Osthoff em declarações a aquela publicação.

De acordo com Breno, o bicarbonato de sódio não é de todo recomendado sobretudo devido à forma errada como é utilizado. “Embora o bicarbonato tenha ação de diminuir o ph da saliva, causando um certo alívio na dor, a forma que é aplicado chega a agravar a lesão, causando uma maior complexidade no tratamento profissional”, explica.

Ressaltando que sem dúvida alguma o melhor tratamentos para as aftas consiste em procurar um profissional de estomatologia.

“O odontologista diagnosticará a origem dessa lesão e o correto tratamento, que pode ser a retirada de um agente traumático ou a identificação de um agente alérgico, por exemplo”, salienta o cirurgião-dentista ao site Sorrisologia.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS