Malala diz que ‘pessoas como Trump causam ‘desapontamento’

25 de janeiro de 2018, 14:09

Jovem criticou casos de assédio e falta de direitos iguais

A jovem paquistanesa vítima do Talibã e Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, disse nesta quinta-feira (25), que fica “desapontada” com pessoas como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que “assediam mulheres e não aceitam a igualdade de direitos”.
“Fico tão decepcionada ao ver pessoas nessas altas posições falando de maneira aberta e inapropriada sobre as mulheres, não aceitando-as como iguais, assediando-as”, disse a jovem de 20 anos, em um discurso em Davos, na Suíça, onde líderes de vários países se reúnem para o Fórum Econômico Mundial.
“Eu espero que as pessoas envolvidas com essas coisas vergonhosas pensem em suas filhas, esposas, mães e imaginem, por um segundo, o que poderia acontecer com elas”, pediu a paquistanesa.

“É chocante pensar que isso está acontecendo. Espero que as pessoas se levantes e falem sobre isso”, destacou.

Malala foi atingida em 2012 por um tiro no rosto por membros do Talibã, por lutar junto com seu pai pelo direito à educação das mulheres no Paquistão. Após sobreviver ao atentado, a jovem se mudou para a Inglaterra e estuda na Universidade de Oxford.

Malala venceu em 2014 o Prêmio Nobel da Paz, tornando-se a mais jovem laureada da história.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS