Xiaomi cria bicicleta elétrica dobrável que fica do tamanho de folha A3

21 de novembro de 2019, 17:08

Xiaomi: empresa desenvolve bicicleta elétrica que consegue ficar do tamanho de uma folha A3, além de não ter pedais (Foto: Xiaomi/YouTube/Reprodução)

Com a inovação dos meios de transporte pelas cidades – como bicicleta e patinetes elétricas -, indivíduos buscam alterar a forma de locomoção, fugindo do trânsito e emitindo menos poluentes na atmosfera. Com a popularização de veículos movidos à eletricidade, a Xaomi, empresa chinesa que desenvolve celulares e produtos eletrônicos em geral, resolveu desenvolver uma bicicleta elétrica que é capaz de caber em uma mochila de tamanho comum.

O produto, chamado Himo H1, tem como objetivo facilitar os pequenos trajetos que indivíduos precisam realizar pela cidade. A bicicleta é capaz de ser dobrada e acaba se tornando do tamanho de uma folha A3 – para isso, a bicicleta foi produzida com rodas menores do que as tradicionais e sem pedais.

Sendo assim, ela é mais parecida com uma pequena scooter.

Confira, abaixo, um vídeo de apresentação da bicicleta, que teve suas cores inspiradas em alguns robôs da saga Transformes:

Quando dobrada, a bicicleta chega a ter 45 centímetros de altura e 23 centímetros de largura. É inteiramente feita de alumínio, permitindo que seja leve – ela pesa cerca de 13 quilogramas. Seu preço fora da China ainda não foi divulgado, assim como sua data de lançamento no exterior, mas, se feita a conversão direta do preço, é esperado que o produto custe cerca de 1.800 reais em moeda brasileira.

Com um motor de 180 Watts, a bicicleta pode alcançar a velocidade de até 18 quilômetros por hora e sua bateria de íons-lítio tem autonomia para cerca de 30 quilômetros. A recarga pode ser realizada em menos de 6 horas, e a bateria pode ser removida da bicicleta no processo, assim, viabilizando o uso de baterias adicionais.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS