Trump sugere que injeção de desinfetante para tratar coronavírus

24 de abril de 2020, 07:20

O presidente dos Estados Unidos chegou a dizer que os profissionais poderiam testar algo envolvendo injetar algum material desinfetante (Foto: Reprodução)

Na quarta-feira (22), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os números de novos casos está caindo em 23 dos 50 estados do país. Mesmo assim, ele pediu que a população continue seguindo as orientações de distanciamento social.

Até o momento, os Estados Unidos recomendam o isolamento até o dia 1 de maio. Mas Trump disse que pode estender o prazo até junho, dependendo a situação nos próximos dias. Regiões com número de novos casos em queda podem começar uma reabertura gradual, mas seguindo os protocolos.

Donald Trump também divulgou um estudo que mostra uma diminuição na agressividade do vírus quando exposto ao calor, luminosidade e umidade. Ele chegou a sugerir que a equipe médica poderia testar um tratamento com luzes ou raios ultravioletas para o coronavírus.

O presidente dos Estados Unidos chegou até mesmo a dizer que os profissionais poderiam testar algo envolvendo injetar algum material desinfetante, uma limpeza de alguma forma, nas palavras do presidente.

Horas depois do pronunciando, o comissário da agência que regulamenta os remédios nos Estados Unidos fez um alerta e disse as pessoas não devem beber ou injetar desinfetante, já que ingerir esse tipo de produto é perigoso para a saúde.

Na entrevista coletiva da quarta-feira, acha que os relatos sobre a saúde de Kim Jong-un são incorretos. O presidente disse que tem uma boa relação com a Coreia do Norte e espera que Kim Jong-un esteja bem, mas acredita que os relatos foram feitos com base em documentos velhos.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS