Serra da Saudade: Coronavírus chega à menor cidade do Brasil, que fica em Minas

20 de julho de 2020, 16:00

Serra da Saudade é o menor município brasileiro, com apenas 781 habitantes (Foto: Reprodução)

Nem mesmo a cidade com a menor população do Brasil escapa da pandemiado novo coronavírus. Serra da Saudade, na Região Centro-Oeste de Minas, registrou os primeiros casos de COVID-19. A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde local, nesta segunda-feira (20).

A cidade, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tem 781 habitantes. Em março, moradores de Serra da Saudade, que tem apenas dois supermercados, uma padaria e uma loja, levaram um susto depois que foram feitas quatro notificações com suspeita da doença.

Para alívio geral, todas foram descartadaspelas autoridades sanitárias. Agora, no entanto, veio a confirmação. De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, quatro pessoas de uma mesma família testaram positivo para a doença.

Eles receberam visitas de parentes de Dores do Indaiá. Depois da testagem, houve a confirmaçãoe todos estão em isolamento domiciliar. O perfil dos pacientes ainda não foi divulgado pela secretaria de saúde.

As confirmações ainda não aparecem no boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Segundo a assessoria do município, novos testes estão sendo realizados antes dos confirmados serem divulgados.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS