Saiba porque você precisa parar de tomar banho com suas lentes de contato

21 de agosto de 2019, 08:11

(Foto: Reprodução)

Os problemas de visão afetam boa parcela da população mundial e a proximidade com a perfeição somada a não adaptação aos óculos, faz das lentes de contato um item bastante popular entre essas pessoas. Mas, a visão quase perfeita não os isenta de desconforto na hora de removê-las ou recolocá-las e não é incomum que as pessoas deixem de retirá-las durante banhos – sejam eles de chuveiro, piscina ou mar – e também durante o sono. Mas, se você é uma dessas pessoas, sugerimos que repense esses hábitos.

A revista Popular Science noticiou que uma mulher de 41 anos do Reino Unido perdeu a visão do olho esquerdo. O motivo? Banhos e natação frequentes sem retirar as lentes de contato. O “vilão” foi um protozoário chamado Acanthamoeba polyphaga que rastejou em seu olho causando uma infecção na córnea, a ceratite. Depois de dois meses de dor, visão embaçada e sensibilidade à luz, a mulher foi ao Manchester Royal Eye Hospital, onde os médicos encontraram uma forma de anel em seu olho esquerdo e uma camada nebulosa cobrindo a córnea. Após testes de visão, o diagnóstico foi um olho esquerdo com visão 20/200. Nos Estados Unidos esse resultado significa cegueira total.

Segundo Leela Raju, oftalmologista especialista em córnea da New York Univesity, organismos unicelulares “podem estar em qualquer lugar”, o que inclui piscinas, banheiras, chuveiros, recipientes sujos de solução salina e até mesmo água da torneira. Para especialistas, a facilidade que a ameba tem de se prender a uma lente de contato explica porque os usuários respondem a 85% de infectados.

De acordo com a Popular Science, a ceratite por Acanthamoeba afeta apenas uma ou duas pessoas em cada milhão de usuários de lente de contato, mas os infectados, em geral, precisam de transplantes de córnea, o que não garante a restauração completa da visão. No caso da britânica, que agora tem visão 20/80.

Raju destaca que “é um longo caminho para algo totalmente evitável”. Entre as dicas de prevenção estão a remoção das lentes antes do contato com a água em banhos e para dormir, além de evitar reutilizar a solução salina e higienizar o estojo das lentes de contato.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS