Pai de santo é preso suspeito de estuprar fiéis em rituais religiosos

21 de julho de 2020, 06:17

A esposa do suposto líder religioso também foi presa por coautoria na prática do crime de violação sexual mediante fraude (Foto: Reprodução)

Um homem de 29 anos, que se apresentava como pai de santo, foi preso nesta segunda, 20, em Curitiba, capital do Paraná, suspeito de enganar, estuprar e manter sob cárcere privado mulheres que buscavam ajuda para resolver problemas espirituais e financeiros.

A prisão atendeu pedido apresentado pelo Ministério Público do Paraná, por meio da 1ª Promotoria de Infrações Penais Contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba.

Os investigadores afirmam que os estupros ocorriam durante os rituais religiosos em uma casa de oração no bairro Pinheirinho, na Zona Sul da capital. As vítimas, incluindo uma adolescente de 14 anos, seriam pressionadas a “aceitar” os abusos sob a justificativa de que desse modo alcançariam a “cura para os males que apresentavam”. Umas das mulheres abusadas chegou a ficar grávida do pai de santo, segundo informou a promotoria.

A denúncia diz ainda que pelo menos duas vítimas chegaram a ser mantidas em condição análoga à escravidão e submetidas, por meio de coação, a trabalhos forçados com jornadas de até 20 horas.

A esposa do suposto líder religioso também foi presa por coautoria na prática do crime de violação sexual mediante fraude, já que, segundo depoimentos colhidos pelo Ministério Público paranaense, ela preparava as vítimas para os rituais religiosos “tendo plena consciência de que seria praticada violência sexual”.

Já o homem foi denunciado pelos crimes de charlatanismo, estupro, sequestro, cárcere privado, redução à condição análoga à escravidão e violação sexual mediante fraude.

Segundo a Polícia Civil do Paraná, seis mulheres que se apresentaram como vítima do “pai de santo” já foram ouvidas pelos agentes.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS