NOTÍCIAS EM DESTAQUE


Adeus olheiras. Experimente esta máscara de óleo de coco e bicarbonato

10 de maio de 2020, 11:14

Livre-se dos inestéticos papos! (Foto: Reprodução)

Conseguir 'apagar' as olheiras não é para a maioria de nós uma tarefa fácil. Contudo, e conforme divulga o jornal Metro, a solução para o problema pode ser tão simples quanto hidratar essa zona da face com os ingredientes adequados - nomeadamente óleo de coco e bicarbonato de sódio. Ambos não só nutrem como aclaram a pele.  Saiba como preparar e aplicar esta máscara para tratar as olheiras: Misture quatro colheres de sopa de óleo de coco e duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio até obter um creme homogêneo.  Aplique a máscara na pele e deixe atuar durante 20 minutos. Lave o rosto com água fria.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Dica: Deixar a água ferver é um erro grave durante o preparo do café

10 de maio de 2020, 11:03

O café é uma das bebidas mais populares do mundo. No Brasil, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), o café em pó está presente em mais de 80% dos lares brasileiros. No entanto, segundo especialistas do setor, o preparo da bebida deixa a desejar. Everton de Almeida Mori, barista, afirma que ainda são cometidos muitos erros no preparo do café. “Existem técnicas que deixam o café mais saboroso”, diz Mori. Os deslizes vão da temperatura da água até a vida útil do coador, detalhes que, segundo o barista, prejudicam o sabor da bebida. Ferver a água queima o café A fervura da água é o principal erro cometido pelos brasileiros na hora de preparar o cafezinho. Na maioria dos lares, o comum é deixar a água no fogo até ferver, mas o ideal é não deixar a água passar dos 90 graus. A dica do barista é tirar a água do fogo quando começarem a sair as primeiras bolinhas. “Quando a água é fervida ela perde todo o oxigênio e quando jogamos no café, o pó acaba queimando”, conta Mori. Segundo o barista, a falta de oxigênio vai interferir na qualidade e no sabor, deixando o café mais amargo. No caso das cafeteiras, elas já são programadas para aquecer a água sem ultrapassar os 90 graus. Cuidados com o coador Poucas pessoas têm o costume de limpar os filtros, seja de pano ou papel, antes do preparo do café. De acordo com Mori, a higienização correta do coador garante um café com sabor mais puro. O barista diz que o ideal é passar água quente no filtro antes do preparo da bebida para tirar qualquer resíduo que possa ter ficado no objeto. Outra curiosidade em relação aos coadores é a vida útil. Segundo o especialista, é recomendável trocar o filtro de pano a cada 15 dias. As medidas do café O gosto por um café fraco ou forte pode variar de acordo com o paladar de cada pessoa. Mas, os especialistas em café, trabalham com a medida padrão de 100 mililitros de água para 10 gramas de pó de café. Segundo Mori, o resultado é um café equilibrado, independentemente da marca ou qualidade. “Quem gosta de um café mais fraquinho pode colocar 100 mililitros de água e cinco gramas de café e quem gosta mais forte pode dobrar a medida do pó para 20 gramas”, explica o barista. Como guardar o café? É muito comum ter em casa aqueles potes decorativos onde se armazena o café, mas o correto é deixar o pó dentro da embalagem original. O barista Everton Mori explica que o papel laminado das embalagens evita a oxidação, que causa a perda de aroma e sabor do café. “Em vez de ficar com um aroma mais intenso, o café pode ficar com um aroma de café passado”, diz o especialista. Mori aconselha manter o pó no pacote original e colocar a embalagem num pote a vácuo para conservar ainda mais o produto. Outra dica que pode garantir uma bebida de melhor qualidade é ficar bem atento ao prazo de validade. Após a abertura da embalagem, é indicado consumir o produto em no máximo 15 dias. Não há problema em guardar o pó na geladeira, mas caso ele não seja fechado direito existe o risco de o produto ser prejudicado pela umidade. Tipos de preparo O processo em que se mistura água quente e o pó de café é chamado de infusão. Segundo a Abic, ele pode ocorrer de quatro formas distintas e cada uma delas produz uma bebida diferente. No método de filtragem, bastante conhecido pelos brasileiros, o pó de café é colocado em um filtro de papel ou de pano e a água quente é adicionada, preparando assim o café coado. Outra forma de preparo é o da percolação, popular na Europa. Com este método, o café é preparado no equipamento moka, ou cafeteira italiana. O pó de café fica em um funil dentro da cafeteira, enquanto a água fica num recipiente abaixo deste funil. Quando aquecida, a água entra em ebulição, pressiona o café, a mistura passa por um filtro e o café fica pronto no recipiente superior do equipamento. Outra opção é o método de prensagem, preparado na prensa francesa, que é o modo de preparo mais utilizado pelos norte-americanos. O pó de café e a água quente são misturados e a infusão descansa por alguns minutos no recipiente de vidro da prensa. Depois, o café é filtrado por meio de um êmbolo com filtro, que deve ser pressionado delicadamente. Há ainda o café feito por pressão, método de preparação do café espresso. Neste caso, o café é moído e colocado no filtro da máquina de espresso, que recebe uma pressão de nove quilos e água aquecida a 90 graus durante aproximadamente 30 segundos.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Intestino ativo logo pela manhã: Três alimentos que vão ajudar

10 de maio de 2020, 10:53

Os alimentos ricos em fibras têm muitos efeitos benéficos no nosso organismo, sendo essenciais para o normal funcionamento do sistema digestivo.  O intestino nem sempre é regular, especialmente em contexto de pandemia, já que o stress, a ansiedade e a pouca atividade física contribuem para o funcionamento irregular do trânsito intestinal. Assim, o Lifestyle ao Minuto apresenta-lhe três alimentos deliciosos e ricos em fibra para consumir logo ao pequeno-almoço:  Kiwi: Além de ser rico em fibras e água, é também rico em vitamina C, reforçando o sistema imunitário.  Aveia: Fonte de fibra e de hidratos de carbono de baixo índice glicémico, promove o bom funcionamento do intestino e fornece energia e saciedade durante mais tempo. Linhaça: Estas 'poderosas' sementes estão repletas de fibra solúvel e podem ser adicionadas a praticamente todos os alimentos. 

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Primeira vítima fatal da Covid-19 de Jacobina é uma mulher de 54 anos de idade

10 de maio de 2020, 10:07

A vítima era uma das 6 pessoas contaminadas da mesma família, conforme a autoridade de saúde do município (Foto: Notícia Limpa)

Jacobina amanhece neste domingo (10), dia em que se homenageia as mães, com uma triste notícia, a da morte da sua primeira vítima da Covid-19. Foi confirmado o óbito de uma das 6 pessoas que foram diagnosticadas positivamente com o novo coronavírus, conforme boletim oficial da Secretaria de Saúde Municipal. Trata-se de uma mulher identificada como Marina Neta Costa da Silva, de 54 anos de idade. Marina que estava internada no Hospital Couto Maia, em Salvador não resistiu às complicações da doença, vindo a falecer nesta madrugada. A primeira vítima jacobinense havia testado positivo após passar mal em sua residência e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Conforme a secretária de Saúde de Jacobina, Adelzina Natalina de Paiva Neta, em entrevesta numa emissora de rádio local, outras cinco pessoas da mesma família também estão infectadas e por apresentar quadro clínico estável se encontram em isolamento domiciliar.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Como surgiu o Dia das Mães

10 de maio de 2020, 04:35

No Brasil, a primeira comemoração da data foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918

A história da criação do Dia das Mães começa nos Estados Unidos, em maio de 1905, em uma pequena cidade do Estado da Virgínia Ocidental. Foi lá que a filha de pastores Anna Jarvis, e algumas amigas começaram um movimento para instituir um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. A idéia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais. Para Anna, a data tinha um significado mais especial: homenagear a própria mãe, Ann Marie Reeves Jarvis, falecida naquele mesmo ano. Ann Marie tinha almejado um feriado especial para honrar as mães. Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o “Dia das Mães”. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o ”Dia das Mães” ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração. Em 1914, a celebração foi unificada nos Estados Unidos, sendo comemorado sempre no segundo domingo de maio. Em pouco tempo, mais de 40 países adotaram a data. O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou o feriado. Mas Anna não foi a primeira a sugerir a criação do Dia das Mães. Antes dela, em 1872, a escritora Julia Ward Howe chegou a organizar em Boston um encontro de mães dedicado à paz. A data comemorativa, portanto, é uma das mais importantes do ano. Aliás, é também é uma das mais rentáveis economicamente para o mercado também.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

App da Google permite passar notas escritas à mão para o computador

10 de maio de 2020, 04:24

Desde que tenha uma letra legível (Foto: Reprodução)

AGoogle introduziu uma nova funcionalidade numa das suas apps que pode mudar a vida de muita gente. A Google Lens pode agora passar notas escritas à mão diretamente para o computador. A funcionalidade é capaz de identificar os caracteres da escritos, isto contanto que tenha uma letra legível e que possa ser identificada pelos algoritmos da Google. Basta apontar a câmera do celular para um texto escrito com a app Google Lens aberta, selecionar o texto, escolher a opção de copiar e colá-lo em qualquer documento do Google Docs. Sim, é assim tão simples. A funcionalidade está a ser lançada para o Google Lens disponível tanto para Android como para iOS.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Verba publicitária de Bolsonaro abasteceu sites de jogos de azar e fake news, diz jornal

09 de maio de 2020, 16:04

Publicação que recebeu valores de anúncios com dinheiro público foi um site de resultados do jogo do bicho, que é ilegal no Brasil e que teria recebido 319.082 anúncios (Foto: Reprodução)

De acordo com informações da Folha de S. Paulo, o governo de Jair Bolsonaro veiculou publicidade sobre a reforma da previdência em sites de fake news, de jogo do bicho, infantis, em russo e em canais do YouTube que promove o presidente da República. As informações constam nas planilhas enviadas pela Secom (Secretária Especial de Comunicação da Presidência) por determinação da Controladoria Geral da União, por conta de um pedido por meio do Serviço de Informação ao Cidadão. Ainda segundo a Folha, a Secom contrata agências de publicidade que compram espaços por meio do GoogleAdsense para veicular campanhas em sites, canais do YouTube e aplicativos para celular. Neste sábado (9), após a publicação da reportagem da Folha de S. Paulo, o senador Alessandro Vieira, da bancada do Cidadania e outros senadores do grupo chamado Muda Senado entraram com uma representação por improbidade contra a Secom. O grupo ainda apresenta um pedido de convocação do secretário Fábio Wajngarten para esclarecimentos. De acordo com as planilhas do Secom, que são disponibilizadas no site de Acesso à Informação do governo federal, dos 20 canais do YouTube que mais veicularam impressões da campanha da Nova Presidência, 14 são primordialmente destinados ao público infanto-juvenil. Em novembro de 2019, foi pedido à Secom, por meio do Serviço de Informação ao Cidadão, um relatório de canais nos quais os anúncios do governo federal contratados através da plataforma Google Ads foram exibidos. A Secom chegou a negar duas vezes o pedido. Porém, após recursos, o CGU determinou que a Secom deveria disponibilizar o relatório pedido no prazo de 60 dias, a partir da notificação da decisão. Segundo a Folha de S. Paulo ainda as planilhas devem ser encaminhadas à CPMI das Fake News nos próximos dias. Os documentos não especificam o total gasto pela Secom os anúncios. Em maio do ano passado, a secretaria informou que gastaria R$ 37 milhões em inserções publicitárias sobre a reforma da Previdência, em televisão, internet, jornais, rádio, mídias sociais e painéis em aeroportos. Outra publicação que recebeu valores de anúncios com dinheiro público foi um site de resultados do jogo do bicho, que é ilegal no Brasil e que teria recebido 319.082 anúncios, segundo planinha da Secom. Sites de fake news também receberam muitos cliques, além de verba de anúncios do governo. Um deles recebeu 66.431 anúncios. A Secom relata nas planilhas também gastos com anúncios veiculados em sites e canais que promovem o presidente da República Jair Bolsonaro. No Bolsonaro TV, por exemplo, que se descreve como “canal dedicado em apoiar o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro”, houve 5.067 impressões, segundo a planilha. O canal de YouTube ‘Terça Livre TV’, que pertence ao blogueiro Allan dos Santos, consta também na planilha da Secom de veículos que receberam anúncios do governo. Segundo o documento, foram 1.447 anúncios no canal. A Folha informa que para Manoel Galdino, diretor executivo da Transparência Brasil, o “governo está remunerando atividades criminosas”. “segundo a Constituição, a propaganda do governo precisa seguir a moralidade, o que não inclui incentivas atividades antiéticas, como fake news, ou ilegais, como o jogo do bicho”, disse. Por fim, o jornal diz que o senador Angelo Coronel (PSD-BA), presidente da CPMI das Fake News, por meio de sua assessoria, afirmou que não iria comentar o assunto porque “não recebeu e não conhece as informações”.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Produção de máscaras por pequenos empreendimentos movimenta economia na Bahia

08 de maio de 2020, 19:56

A Cooperativa Rede de Produtoras da Bahia (Cooperede), com sede no município de Feira de Santana, é um dos empreendimentos habilitados pelo edital (Foto: Divulgação/SDR)

A produção de máscaras faciais vem trazendo uma oportunidade de renda para os 603 empreendimentos habilitados por edital do Governo do Estado. Mais de 5 milhões de máscaras estão sendo produzidas por associações, cooperativas e pequenas empresas de toda a Bahia. Deste total, 1 milhão de máscaras já foi distribuído pelo Governo do Estado para ajudar a combater a pandemia do novo Coronavírus. O edital, que resultou em um catálogo eletrônico, foi lançado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), em parceria com as secretarias do Planejamento (Seplan) e de Desenvolvimento Econômico (SDE). O secretário da SDR, Josias Gomes, considera a ação fruto da preocupação permanente do Governo da Bahia em promover alternativas que protejam a população: “É preciso que cada um faça seu papel nesta luta contra a COVID-19. Nós, da SDR, estamos unindo esforços para enfrentarmos essa pandemia. E é uma das nossas ações para gerar renda para os pequenos empreendimentos, promovendo a produção de uma proteção tão necessária neste momento, as máscaras”. A Cooperativa Rede de Produtoras da Bahia (Cooperede), com sede no município de Feira de Santana, é um dos empreendimentos habilitados pelo edital. A Cooperede está produzindo 2 milhões de máscaras, por meio de contrato com a CAR/SDR. Para atender a essa demanda, a cooperativa está envolvendo 500 mulheres dos territórios do Portão do Sertão, Sisal, Bacia do Jacuípe, Recôncavo, Nordeste II e Região Metropolitana. Para a coordenadora geral da Cooperede, Maria Nilza da Conceição, o contrato foi muito importante para o fortalecimento do empreendimento, neste momento de crise: “Essa foi uma grande oportunidade para as mulheres que estavam paradas e sem perspectiva, e, agora, contam com uma renda. O benefício disso vai além da questão econômica, pois traz a essas mulheres ocupação para a mente, que também é importante neste momento em que precisamos estar isolados”. Outro empreendimento que também está a todo vapor com a produção é o Costura Solidária Sustentável, da Península de Itapagipe, em Salvador, vinculado à Cooperativa Central de Agricultura Familiar, Reforma Agrária, de Trabalho e de Economia Solidária Urbana e Rural (Coopercentral). A encomenda inicial foi de 3 mil máscaras. Segundo a representante do grupo de costureiras, Carine Nascimento, essa foi a única alternativa de renda para muitas mulheres: “Os empreendimentos de economia solidária estavam em grande aperto neste período, pois não temos consumidores para os nossos produtos. Com a produção de máscaras, mulheres negras, de periferias, e chefes de família voltaram a levar o sustento para suas casas”. De acordo com o secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, o Governo do Estado está preparando novos insumos para a produção de outros 5 milhões de máscaras, entre os dias 20 e 25 deste mês, o que totalizará 10 milhões de unidades. “Com a produção das máscaras, o Governo da Bahia gera renda para milhares de famílias, ao tempo em que a distribuição em massa amplia a proteção das pessoas contra o Coronavírus”, destaca Pinheiro. Catálogo eletrônico O catálogo com os 603 empreendimentos habilitados no edital público da CAR/SDR está disponível para toda a população nos sites www.car.ba.gov.br e www.sdr.ba.gov.br. Como forma de otimizar a divulgação dos empreendimentos habilitados, o catálogo foi enviado para prefeituras municipais, secretarias e órgãos do estado da Bahia, empresas e organizadores de campanhas de uso de máscaras. No catálogo constam nome, localização, formas de contato, tudo o que é necessário para encomendar as máscaras. E está dividido por Território de Identidade, para facilitar a encomenda. Link do *catálogo eletrônico* : https://bit.ly/2SNlH8y

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Juiz admite que errou sobre patrimônio de Marisa Letícia

08 de maio de 2020, 16:18

A herança deixada por Marisa Letícia Lula da Silva é de R$ 26 mil, em vez de R$ 256 milhões (Foto: Reprodução)

O juiz Carlos Henrique André Lisbôa, da 1ª Vara da Família e das Sucessões de São Bernardo do Campo, voltou atrás e reconheceu que o valor do inventário da ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva é de R$ 26 mil, em vez de R$ 256 milhões. "O inventariante se manifestou por meio da petição de fls. 573/576 e juntou o extrato de fls. 577/584. Restou demonstrado que o investimento que a falecida possuía no Banco Bradesco tem saldo líquido de R$ 26.282,74 (fls. 578) e que ele não é regulamentado pelos contratos acostados a fs. 394/427 e 428/468", escreveu no documento. "A questão, portanto, está devidamente esclarecida", segue. O juiz também afirma que a onda de notícias falsas produzidas depois da divulgação do valor errado, podem ser tratadas, "caso haja interesse, em ação própria". No fim de abril, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi intimado a apresentar sua defesa em ação na qual é processado pelos herdeiros da ex-primeira dama. A família de Lula (PT) processa o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após publicação nas redes sociais na qual Eduardo afirmava que Marisa Letícia possuía um patrimônio de R$ 256 milhões -quando, segundo a defesa dos herdeiros, o valor verdadeiro é de R$ 26 mil. A ação também processa a secretária especial de Cultura, Regina Duarte, que compartilhou as afirmações.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Quinta substituição no futebol é aprovada para volta de torneios

08 de maio de 2020, 15:58

Fifa e Ifab discutirão a possibilidade de estender a alteração na regra das substituições para 2021. (Foto: Reprodução)

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (8) que a International Board (Ifab), órgão responsável por regulamentar as regras do futebol, autorizou uma mudança na 3ª Lei do Jogo que permite que times façam até cinco substituições. As equipes, porém, só terão três oportunidades por partida, incluindo o intervalo, para realizar essas alterações. A justificativa é a manutenção da fluidez do jogo, evitando excesso de interrupções. Competições que permitem uma substituição extra nas prorrogações continuarão autorizadas a manter essa regra, e os jogos desses torneios poderão ter até seis alterações em um jogo. A medida, que é temporária e vale para competições que terminem até 31 de dezembro deste ano, foi tomada para tentar reduzir a probabilidade de lesões dos atletas, que terão de disputar mais jogos em menos tempo com a paralisação das ligas por conta do novo coronavírus. A Bundesliga, por exemplo, retomará a atual temporada a partir do próximo dia 16 de maio e quer encerrá-la até 27 de junho. Faltam nove rodadas para o fim do campeonato. Fifa e Ifab discutirão a possibilidade de estender a alteração na regra das substituições para 2021.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Valdemiro Santiago pede até 1 000 reais por semente que ele diz “curar” Covid-19

07 de maio de 2020, 21:38

Após falar dos supostos poderes de proteção do produto, o pastor explica como o fiel deve plantar o item, mas em nenhum momento especifica como a tal semente deve ser usada (Foto: Reprodução)

Em vídeo publicado no YouTube Valdemiro Santiago pede até 1 000 reais por uma semente que, segundo ele, teria um poder de cura e proteção contra a Covid–19. O item, de acordo com o pastor, pode ser adquirido pelas centrais telefônicas da Igreja Mundial do Poder de Deus. Na mensagem, Santiago cita vários trechos da bíblia com menções aos termos “semear” e “semente”, e mostra o caso de um rapaz que supostamente se curou da doença após usar o item que está sendo vendido pela igreja. Ele afirma ainda que o fiel pode destinar o “propósito de 1 000 reais” para ter o “remédio”, ou ainda “doações” de 500, 200 e 100 reais. Após falar dos supostos poderes de proteção do produto, o pastor explica como o fiel deve plantar o item, mas em nenhum momento especifica como a tal semente deve ser usada. “Você vai ver a benção de Deus na sua casa. Nós vamos mandar para o Brasil inteiro. Ligue agora e peça a sua já. Vou até dar um conselho: chegou em casa deixa 12 horas dentro da água. Depois poem no algodão ou na terra. Coisa linda. Vai nascer, em 5 dias tá grande”. A Organização Mundial da Saúde afirma que não há até o momento nenhuma vacina ou remédio que possa curar a doença pandêmica. Segundo ele, após a planta se desenvolver, outras sementes surgem com a mensagem “sê tu uma benção” gravadas. “Gente curada de estado terminal. E tá ali o exame, pra quem quiser, você vê como a semente é semeadora. Aí sim, conseguiu vencer a crise e a epidemia. Só tem um jeito de vencer, é semeando, e semeando a obra de Deus. Você vai semear essa semente e na planta que nascer vai estar escrito ‘Sê tu uma benção”. A Veja procurou a Igreja Mundial do Poder de Deus  mas não conseguiu contato com nenhum representante da entidade. Fonte: Redação Veja São Paulo https://youtu.be/iDhf1HjkknU

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Jacobina: Equipe de UBS realiza vacinação na zona rural do município (Fotos)

07 de maio de 2020, 20:32

Equipe da UBS da Ladeira Vermelha em atividade na zona rural sob a coordenação da enfermeira Helen Mesquita (Foto: Ascom/PMJ)

(Da assessoria) - Em meio à pandemia e a luta contra a Covid-19 (novo coronavírus), o serviço na atenção básica tem sido primordial no município de Jacobina,  para que a população não sofra com a falta de serviços de saúde em seu cotidiano. Durante esta quinta-feira (7),  a equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Ladeira Vermelha realizou serviço de imunização (aplicação de vacinas) nas comunidades de Tapuio, Curralinho e Cachoeira dos Alves. O atendimento domiciliar realizado pelos  profissionais faz parte das atividades da campanha de vacinação contra Influenza H1N1 e sarampo. “Desde o mês de fevereiro nossa unidade de saúde passou a ser a referência para algumas comunidades rurais desta região, onde até meados de março estávamos visitando semanalmente com toda equipe e serviços. Evidente que hoje  as orientações de distanciamento social impactam na forma de trabalho, já que as visitas eram realizadas com a unidade móvel, o que neste momento poderia gerar aglomeração. Mmomentaneamente estes atendimentos estão sendo feitos somente em nossa UBS", destacou acoordenadora da UBS, a enfermeira Helen Mesquita, ressaltando que o perfil da sua equipe é de vivenciar o dia a dia das comunidades que estão na área de cobertura daquela unidade de saúdea, a exemplo dos bairros Mutirão, Inocoop e Ladeira Vermelha. "Hoje aqui estamos atendendo a população com o serviço de vacinação, que tem por finalidade a saúde preventiva da população”, completou. Outro ponto observado durante as visitas foi, o comportamento da população da zona rural diante das mudanças de hábitos em virtude do momento adverso que vive a humanidade. “A maioria das pessoas nesta região aderiu ao isolamento social e outros que residem na sede do município, também se recolheram ao sítio, priorizando a saúde e obedecendo procedimentos observados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), evitando o contato, fazendo o uso da máscara e respeitando o período de quarentena” concluiu Helen.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Os 7 alimentos que são ladrões de energia

Você provavelmente já ouviu falar e leu bastante sobre alimentos e suplementos que aumentam sua disposição e te deixam mais animado para encarar um treino ou até mesmo as tarefas do dia a dia. Mas também existe o outro lado dessa moeda. Não faltam vilões neste mundo na nutrição: os alimentos que são ladrões de energia e podem atrapalhar bastante sua rotina na corrida ou até mesmo se tornar um obstáculo numa prova.

Esses “ladrões” de energia atuam de diferentes maneiras no organismo. Em alguns casos, oferecem tanto açúcar que, num primeiro momento, essa elevada taxa de glicose resulta em mais disposição, mas, logo em seguida, a insulina liberada para normalizar essa glicose faz justamente o caminho contrário. E aí o cansaço chega com tudo.

Também tem aqueles alimentos que dão tanto trabalho para o sistema digestivo que muitos nutrientes são desviados para ajudar nesse processo, fazendo com que eles faltem na produção de energia em outras funções do organismo. Resultado: o corpo logo sente essa queda de disposição.

Para te ajudar a evitar esse cansaço causado pela má alimentação, acionamos três especialistas para fazer uma lista dos maiores ladrões de energia, suas principais armas e como combatê-las. Confira!

Os ladrões de energia 

Carboidratos simples

Alimentos com farinhas brancas vão roubar energia se consumidos em excesso. “Em um pré-treino, por exemplo, são aliados, mas viram vilões se não houver uma atividade física depois”, pondera Mayara Ferrari, nutricionista funcional esportiva. “Isso acontece porque a quantidade de açúcar no sangue fica muito elevada e o pâncreas libera mais insulina para quebrar todos esses carboidratos. Isso pode causar uma grande redução de açúcar no sangue, resultando em fadiga e falta de energia.”

Sal

Aquele sal extra para dar mais gosto à comida pode te deixar mais cansado. Em quantidade exagerada, o sal aumenta a pressão arterial e deixa o organismo mais desidratado porque mais água é necessária para compensar. “Ele prejudica o funcionamento adequado do organismo, que ficará a todo momento buscando esse equilíbrio. Isso dará uma sensação de cansaço e fadiga. Esporadicamente um pouco de sal não tem problema, mas abusar dele diariamente ou usar em grande quantidade é bastante prejudicial”, adverte Mayara.

Alimentos gordurosos e frituras

A gordura em excesso dificulta a digestão e atrapalha a chegada dos nutrientes à corrente sanguínea. “Como possuem uma digestão mais
lenta, eles fazem com que a circulação se concentre na região abdominal por mais tempo. Isso causa uma sensação de letargia e sonolência durante a digestão, que pode passar de três horas. E isso não é bom para quem vai se exercitar, pois precisará de boa circulação nos membros”, alerta a nutricionista Lara Natacci.

Doces

A lógica nesse caso é parecida à dos carboidratos simples: como eles são ricos em açúcar, dão um pico de energia no primeiro momento porque aumentam a quantidade de glicose no sangue, mas se a pessoa não for praticar uma atividade física logo em seguida, essa disposição logo pode virar cansaço. “O organismo vai aumentar a secreção de insulina para normalizar a glicemia, que é a quantidade de glicose no sangue. Por isso, a sensação de aumento de energia deve durar pouco e dar lugar à fadiga”, reforça Lara Natacci.

Café

O café, um dos estimulantes mais populares, também pode roubar sua energia. Ele realmente gera mais disposição num primeiro momento, mas sua ação no sistema nervoso tem como um dos efeitos a fadiga. “A cafeína, no cérebro, obstrui os efeitos da adenosina, substância que ajuda na transferência de energia e na promoção do sono, dando o efeito estimulante”, explica André Lemos, médico nutrólogo. “Por outro lado, também inibe a degradação da acetilcolina, que aumenta o estímulo muscular. E a consequência disso são o cansaço e a debilidade”, completa.

Corantes e conservantes

Presentes em muitos produtos industrializados, como nuggets, embutidos (salame, presunto, mortadela, peito de peru) e salsichas, eles
modificam o funcionamento adequado do organismo, que tenta repor o que os corantes “tiram” no processo de digestão. “Eles causam uma cascata de processos inflamatórios e oxidantes. Para reverter essa situação, disponibilizamos muitas vitaminas e minerais, fazendo com que o restante do organismo não funcione adequadamente”, destaca Mayara.

Refrigerante

O refrigerante é um dos “ladrões de energia” mais temidos. Alguns maratonistas e ultramaratonistas o utilizam durante provas quando já estão acostumados a seus efeitos, inclusive psicológicos, mas, para o organismo, eles não têm nada de “bonzinhos”. Isso porque o refrigerante, em geral, tem tudo em excesso: açúcar, sódio e corantes. Assim, desencadeia todos os processos já descritos de uma só vez. Além disso, estudos apontam que o refrigerante ainda pode atrapalhar o padrão de sono, prejudicando o descanso e interferindo na disposição.

VÍDEOS