Novo modelo da CNH começará a ser emitido a partir de quarta-feira

30 de maio de 2022, 13:29

Novo documento possibilitará uso do nome social e também de filiação afetiva (Foto: Reprodução)

A partir de 1º de junho, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) passará a ser emitida em um novo formato. Segundo a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), o documento está “mais moderno” e, cumpre determinações legais, possibilitando o uso do nome social e da filiação afetiva do condutor que assim desejar. Foi também incorporado um código internacional utilizado nos passaportes, que permite ao condutor embarcar em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros. Como terá informações impressas em inglês e francês, além do português, o documento facilitará o uso em outros países. As mudanças estavam previstas desde dezembro de 2021, quando o Conselho Nacional de Trânsito publicou a Resolução nº 886, que regulamenta especificações, produção e expedição da CNH.A substituição da CNH não é obrigatória. Ela será implementada de forma gradual para novas habilitações, na medida em que os condutores venham a renovar ou emitir a segunda via do documento. Conforme previsto na resolução - que detalha os itens de segurança que passarão a ser adotados e apresenta como será o visual do documento -, a nova versão da carteira de motorista trará uma tabela para identificar os tipos de veículos que o condutor está apto a conduzir, bem como informações sobre o exercício de atividade remunerada do motorista e possíveis restrições médicas. A nova CNH adotará uma nova cor. Além do verde, terá também o amarelo e novos elementos gráficos para dificultar a falsificação e fraudes. O documento terá um QR Code e poderá ser expedido nos formatos físico, digital ou ambos. IG

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Garantia Safra injetará cerca de 450 mil reais na economia do município de Caém

30 de maio de 2022, 11:42

O número de cadastrados no município de Caém triplicou com relação ao último ano (Foto: Notícia Limpa)

Cerca de 500 agricultores do município de Caém já estão autorizados a receber o pagamento do Garantia-Safra. O seguro é destinado para aqueles que aderiram ao programa e que tiveram perdas da produção no ano anterior, devido à estiagem. O pagamento está sendo feito em parcela única de 850 reais. O secretário municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Rafael Muricy destaca a importância do benefício para os agricultores familiares e o aumento do número de cadastrados, o triplo com relação a anos anteriores. “É de suma importância garantir uma renda mínima, assim como a circulação desses recursos na economia local. A Secretaria de Agricultura de Caém está mobilizada para dar o apoio necessário aos nosso agricultores familiares”, garantiu o secretário, lembrando que o programa é tripartite, sendo que a responsabilidade de cadastro é do município, havendo aporte de recursos dos três níveis do estado brasileiro (municipal, estadual e federal). O benefício está sendo pago de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada segurado. GARANTIA-SAFRA - O Garantia-Safra tem como objetivo garantir a segurança alimentar de agricultores familiares que residam em regiões sistematicamente sujeitas à perda de safra, por razão de estiagem ou enchentes. Têm direito a receber o benefício os agricultores com renda mensal de até um salário mínimo e meio, quando tiverem perdas de produção em seus municípios igual ou superior a 50%. O benefício Garantia-Safra é disponibilizado obedecendo o calendário de pagamento dos benefícios sociais.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Na Indonésia, comunidade desenterra mortos para ritual com direito a selfie (Fotos)

30 de maio de 2022, 09:40

Família tira selfie com corpo no ritual "manene" na ilha de Sulawesi (Foto: Reprodução)

Em uma vila da ilha de Sulawesi, na Indonésia, uma família entra em uma área cheia de túmulos e se aproxima do local de descanso final de seus entes queridos. Enquanto as crianças observam, os adultos abrem o buraco onde estão os caixões de seus parentes, puxam os esquifes para fora e removem suas tampas. Os restos mortais surgem para os olhos de todos e, de repente, são retirados dos recipientes de madeira E não se trata de um tipo de exumação visto em países como o Brasil: ao ser removido do caixão, cada morto tem sua roupa cuidadosamente trocada pelos familiares e o túmulo passa por um minucioso processo de limpeza. Cenas parecidas com essa são protagonizadas, a cada um, dois ou três anos, por milhares de famílias de um grupo étnico chamado toraja, que preserva o costume de desenterrar seus mortos para reencontrá-los e cuidar do seu lugar de descanso final. Tal cerimônia comunitária foi batizada de "manene" e, apesar de seu ambiente macabro, constitui um evento encarado, via de regra, com leveza por grande parte do povo toraja. "Selfies" com os corpos A "manene" tem, entre muitas famílias, um inusitado clima de descontração — hoje compartilhada por turistas curiosos que passam pela ilha. Na cultura toraja, que mistura crença no cristianismo com práticas animistas, é uma amostra de altíssimo respeito desenterrar os mortos para trocar suas roupas e fazer oferendas para eles. Os nativos também acreditam que, com o ritual, terão ótimas colheitas. Depois da exumação, por exemplo, muitas pessoas presenteiam seus entes que já partiram com coisas que eles gostavam, como alimentos e bebidas especiais. Não raro, cigarros são colocados acesos na boca dos corpos sem vida. E muita gente tira fotos ao lado dos falecidos, levando eles para um giro pela vila. Trata-se, na visão da comunidade, de uma reunião com familiares queridos, que são devolvidos aos seus túmulos ao final da cerimônia. Família tira selfie com corpo no ritual "manene" na ilha de Sulawesi As áreas onde ficam os túmulos, aliás, têm a presença de estátuas (chamadas de "tau tau") representando os mortos, que são mantidas todas juntas e com as faces viradas para as vias públicas, como se estivessem cuidando dos vivos que transitam por ali — um símbolo de proteção. Perto dos mortos Esta aproximação com os mortos, porém, não ocorre apenas durante a "manene". Na comunidade toraja, é costume que as pessoas mantenham dentro de sua casa, por muito tempo (às vezes semanas, meses e até anos), o familiar falecido, antes de ele ser sepultado. Estátuas (chamadas de "tau tau") na ilha de Sulawesi O corpo é preservado com formol e vestido com suas antigas roupas favoritas Muitas famílias, inclusive, conversam com os defuntos como se eles tivessem vida — tudo por causa da crença de que o espírito permanece junto ao corpo após a morte, até que todos os ritos funerários e o enterro sejam realizados. UOL

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Minha TV queimou após uma queda de energia. E agora?

30 de maio de 2022, 09:16

O consumidor que tiver algum bem danificado deve ser ressarcido pela empresa concessionária (Foto: Reprodução)

A advogada Ligia Oliveira explica que o consumidor que tiver algum bem danificado deve ser ressarcido pela empresa concessionária. Para ser reembolsado, ele deve, no prazo de 90 dias a partir do dano, fazer a solicitação nos canais de atendimento da empresa o ressarcimento. A empresa tem o prazo de dez dias para fazer uma vistoria na residência do consumidor. “Se o bem danificado for utilizado para conservação de alimentos perecíveis ou medicamentos, o prazo para a vistoria é de apenas um dia útil”, pontua Ligia. Após a vistoria, a concessionária deve responder ao consumidor em até 15 dias corridos. No caso de deferimento, a empresa tem o prazo de 20 dias para fazer o reparo, a substituição ou o pagamento do valor correspondente ao bem em dinheiro. A opção é do consumidor. A concessionária também não pode exigir nota fiscal do produto para providenciar o ressarcimento do mesmo, bastando a apresentação de orçamento do conserto ou dos preços de um equipamento novo, destaca o advogado Átila Nunes, do serviço www.reclamar.adianta.com br. O atendimento é gratuito pelo e-mail atilanunes@reclamaradianta.com.br ou pelo WhatsApp (21) 993289328.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Putin está com câncer e tem mais três anos de vida, diz site

30 de maio de 2022, 09:03

Segundo informações, um oficial da segurança russa alegou que Vladimir “não tem mais de dois a três anos para permanecer vivo” e que tem “uma forma grave de câncer em rápida progressão” (Foto: Reprodução)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu dos médicos apenas mais três anos de vida. Relatórios apontam que o comandante tem câncer e que sua saúde está se deteriorando rapidamente, segundo o The Independent. De acordo com as informações, um oficial da segurança russa alegou que Vladimir “não tem mais do que dois a três anos para permanecer vivo” e que tem “uma forma grave de câncer em rápida progressão”. Conforme este oficial, Putin está perdendo a visão e sofrendo com fortes dores de cabeça. “Disseram-nos que ele está com dores de cabeça e quando aparece na TV precisa de pedaços de papel com tudo escrito em letras enormes para ler o que vai dizer”, declarou a fonte, ao Sunday Mirror. O servidor russo ainda informou que os membros de Putin, como suas mãos e braços, estão “tremendo incontrolavelmente”. IstoÉ

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Menino ganha novo corte de cabelo após mãe registrar queixa contra salão

28 de maio de 2022, 12:26

Corte de cabelo acabou em B.O. (Foto: Reprodução)

Após a influenciadora Thielly Souza, de Porto Alegre (RS), reclamar do corte de cabelo do filho, de 5 anos, feito em um salão de beleza, a criança ganhou um novo visual na quinta-feira (26). “Agora sim, meu menino tá realizado. Obrigada a todos pelo carinho, pelo apoio”, escreveu a influencer nas redes sociais, após o menino ser atendido em outro salão de beleza. Revoltada com o corte de cabelo do filho, que não saiu como ela esperava, Thielly chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o salão na quarta-feira (25). A influenciadora afirma que o menino não cortava o cabelo há cerca de 4 anos. “Estragou a imagem do meu filho, a autoestima dele. Ele ficou abalado, dizendo que ficou muito feio. Ele [cabelereiro] só dizia ‘calma, mãe, eu sei que eu estou fazendo’. Assim que terminou o corte, o meu filho disse que não queria aquela franja”, disse Thielly ao G1. Thielly disse que não recebeu nota fiscal e que pretende abrir um processo no Juizado Especial Cível, pedindo indenização por danos morais.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Exército notifica igreja evangélica que faz sorteio de espingarda no Espírito Santo

28 de maio de 2022, 12:18

Reprodução Anúncio da rifa feita pela igreja na cidade de Serra, no Espírito Santo (Foto: Reprodução)

A rifa de uma espingarda calibre 12 feita por uma igreja evangélica da cidade de Serra (ES) virou alvo do Exército para averiguar se houve algum tipo de irregularidade. As informações são do G1. De acordo com a Rede Gazeta, afiliada da TV Globo no Espírito Santo, o Exército mandou uma notificação para a Igreja Povo da Cruz pedindo esclarecimentos. Armas e munições fazem parte de uma lista de objetos que não podem ser sorteados, segundo decreto do governo federal. No decreto nº 70.951, em seu artigo 10º, está escrito que “não poderão ser objeto de promoção, mediante distribuição de prêmios medicamentos, combustíveis e lubrificantes, armas e munição assim como explosivos, fogos de artifício ou de estampido, bebidas alcoólicas, fumo e seus derivados”. O pastor Dinho Souza comentou a polêmica em uma rede social da igreja nesta sexta-feira (27). Segundo ele, o sorteio da arma será realizado quando todos os bilhetes, no valor de R$ 100, forem vendidos e a rifa arrecadar R$ 25 mil. A entidade também declarou que o vencedor precisa estar habilitado para levar o prêmio. “Muitas pessoas não conseguem compreender essa mentalidade. Nós respeitamos os pensamentos contrários. Não temos problema com isso porque o armamento é para o cidadão de bem. Seja ele ímpio ou cristão. Nós incentivamos a todo homem de bem que tenha uma arma para defesa da sua família. Aquele que nega e negligencia a defesa da sua família não pode ser chamado de homem”, disse o pastor. O Ministério Público Federal [MPF] foi procurado pelo G1 para se posicionar sobre o caso, mas não retornou a publicação. IstoÉ

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

A lâmpada e um Aladdin baiano

27 de maio de 2022, 13:55

(Foto: Gervásio Lima)

×Por Gervásio Lima - Praia de Jardim Armação, localizada no bairro do mesmo nome, em Salvador. Início da manhã de um dia da semana, em alguma data de um mês de 2022. O mar estava bastante agitado, com maré alta e apesar de o clima estável, as nuvens no céu apresentavam a chegada de chuvas. Não muito comum, a praia estava totalmente vazia e não apresentava sujeira. O mar estava bastante convidativo. O som das ondas quebrando nas pedras e na areia era o ‘resumo da ópera’. De repente uma lâmpada. Peraí, areia, onda, mar e lâmpada? Sim, uma lâmpada é encontrada na areia com algumas conchinhas grudadas, em um sinal de que ela estava no oceano há algum tempo. Antes da ação cidadã de coletar e jogar em um local adequado, a vontade de esfregar o objeto, como fez o personagem infantil Aladdin, foi enorme. Como na saga, os três pedidos, desta feita o de um baiano, já estavam automaticamente prontos: 1º - que o ser humano volte a ser sinônimo de humanidade; 2º - que a vida seja respeitada em todos os seus aspectos e 3º - que a igualdade deixe de ser uma utopia. A lâmpada de Aladim representa o centro da inteligência humana, mais precisamente a consciência, o que infelizmente tem faltado no ser humano, que insiste em carregar consigo os resquícios do período neolítico, com sabedoria limitada e instinto selvagem. A lâmpada, que remete à luz e à vida, fora do seu bocal tem o poder de machucar caso esteja quebrada e de contribuir para destruir um ecossistema. *Jornalista e Historiador

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

A terra segue tremendo em Jacobina

27 de maio de 2022, 10:29

Existem duas barragens de rejeitos de uma mineradora de ouro no município de Jacobina, uma em atividade e outra desativada, o que aumenta o medo por parte da população (Foto: Notícia Limpa)

Enquanto a frequência de tremores preocupa moradores, principalmente das localidades mais afetadas, como Jaboticaba e Itapicuru, autoridades do município de Jacobina seguem em silêncio. Dezenas de abalos sísmicos são registrados quase que semanalmente, já tendo ocorrido 15 em um único dia. No início da manhã desta sexta-feira (27), mais uma ocorrência sismíca foi detectada pelas estações sismográficas instaladas no município e operadas pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN). Desta feita o tremor foi de magnitude preliminar de 1.4 na Escala Richter. Conforme o LabSis, o último evento registrado em Jacobina ocorreu no último dia, de magnitude preliminar 1.2 mR. O órgão informou ainda que não há informação de moradores que tenham escutado ou sentido o evento de hoje.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Aras expõe no WhatsApp pedido de Guedes para se livrar de depoimento na PF

26 de maio de 2022, 16:13

Ministro da Economia tenta evitar ser ouvido em processo do Ministério Público contra senador Renan Calheiros (Foto: Reprodução)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, buscou o procurador-geral da República, Augusto Aras, para se livrar de um depoimento na Polícia Federal em um processo que investiga o senador Renan Calheiros (MDB-AL). O pedido foi exposto por engano pelo próprio procurador no WhatsApp. Aras publicou, sem querer, uma mensagem que recebeu de um interlocutor pedindo que ele recebesse o advogado Ticiano Figueiredo, defensor do ministro da Economia, para tratar da dispensa do depoimento. O conteúdo foi publicado no status de Aras no Whatsapp, espaço de mensagens temporárias disponível apenas para contatos no aplicativo de trocas de mensagens. Ao perceber o engano, o procurador apagou a imagem. "Seria possível receber o advogado do Paulo Guedes, o dr. Ticiano Figueiredo por 5 minutos? Assunto: possível dispensa de Paulo Guedes, junto à PF, em processo investigativo contra Renan Calheiros, onde Guedes não é parte", diz a mensagem. Em abril, a defesa de Guedes fez o pedido de dispensa diretamente ao Supremo Tribunal Federal (STF). O argumento dos advogados Ticiano Figueiredo, Pedro Ivo Velloso, Francisco Agosti e Marcelo Neves é que o chefe da pasta não tem qualquer relação com a investigação envolvendo Renan Calheiros. O processo é relatado pelo ministro Luís Roberto Barroso no STF e investiga condutas ilegais supostamente praticadas pelo senador no âmbito do Postalis, instituto de previdência dos Correios, entre 2010 e 2016. A suspeita é que o parlamentar tenha ligação com um esquema de lavagem de dinheiro administrado por Milton Lyra, apontado como operador de emedebistas. Desde que o inquérito foi aberto, em 2017, Renan negou irregularidades. Há pedido no processo para que Paulo Guedes seja ouvido apenas na qualidade de "declarante" e não como testemunha. Procurada pela reportagem, a PGR confirmou o teor da mensagem, mas não informou se Aras recebeu ou vai receber o advogado de Guedes para discutir o pedido. Nenhum encontro com Ticiano Figueiredo foi registrado na agenda pública do procurador. "Trata-se de pedido de audiência recebido pelo procurador-geral da República com resposta indicando que seriam tomadas as providências para checar a viabilidade de futura agenda", disse a PGR. O advogado do ministro não respondeu à reportagem e o Ministério da Economia não se manifestou. Notícias ao Minuto

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Ação de agentes da PRF pode caracterizar crime de tortura, diz OAB-SE

26 de maio de 2022, 15:35

De acordo com o presidente da OAB-SE, houve uma "clara negligência policial", no entanto, apenas um inquérito poderá indicar os possíveis tipos penais cometidos (Foto: Reprodução)

A Ordem dos Advogados do Brasil da seccional de Sergipe acompanha as investigações do caso de  Genivaldo de Jesus Santos, de 38 anos, morto após uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-101, no município de Umbaúba, no litoral de Sergipe, nesta quarta-feira. Ao GLOBO, o presidente da OAB regional, Danniel Costa, afirmou que as gravações apontam para uma “clara negligência policial” e que uma ação policial com abuso de força pode caracterizar crime de tortura . No entanto, apenas um inquérito policial poderá indicar os possíveis tipos penais cometidos pelos agentes. "A Comissão de Direitos Humanos do Sergipe está acompanhando os familiares e está em contato com a Polícia Federal para averiguar passo a passo do caso. Recebemos as imagens e os áudios com indignação, pois são fortes e transmitem uma ação clara de negligência policial. Primeiro que a vítima era uma pessoa preta, e infelizmente nos deparamos com abordagens com pessoas pretas que não são tratadas de formas iguais que as brancas", defende Costa. Outro agravante do caso, segundo o presidente da OAB-SE, está no fato de a vítima sofrer de transtornos mentais e, ainda assim, ser apreendida por três policiais que usaram de “abuso de força” para conter Genivaldo. Costa informou que a Comissão de Direitos Humanos da OAB entrou com pedido de afastamento dos agentes da função e de uma reunião em caráter de urgência máxima com a PRF para esclarecimento do ocorrido. "A vítima tinha deficiência mental, que agrava ainda a forma truculenta como ele foi contido. Ele estava indefeso e não precisaria de três policiais. Queremos que os envolvidos sejam responsabilizados e afastados da função. E solicitamos que seja dado amparo integral à família por parte da Polícia Federal", completou Costa. Imagens da ação foram compartilhadas nas redes sociais e mostram a vítima sendo algemada no chão e depois colocada pelos agentes no porta-malas da viatura. Com a porta fechada, os policiais dispararam gás dentro do carro e é possível ver grande quantidade de fumaça saindo pela lateral da viatura. Depois disso, Genivaldo não teve mais reação. De acordo com Costa, ainda não é sabido que tipo de gás foi usado para conter a vítima. Nesta quinta-feira, o laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Sergipe apontou que asfixia mecânica e insuficiência respiratória aguda foram as causas da morte de Genivaldo. "Não temos informação ainda se a vítima teria cometido algum ato infracional ao ser detida. Mas nada justifica a ação de força extrema contra uma pessoa que sofre de questões mentais e não era comunicativa. Os familiares apontam no áudio que a vítima tinha transtorno e, ainda assim, os policiais continuam a ação", conclui. O corpo foi liberado do IML, em Aracaju, por volta das 22h30. O velório deve ocorrer na casa da mãe do homem, no povoado Mangabeira, em Santa Luzia do Itanhy. Genivaldo era casado e deixa um filho.O GLOBO procurou a Polícia Rodoviária Federal para pedir informações sobre o caso, mas ainda não obteve resposta. Até a última atualização, a PRF informou que abriu um procedimento disciplinar para averiguar a conduta dos policiais envolvidos. O comunicado afirmou ainda que técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo foram empregadas para conter a vítima que, segundo a PRF, estava agressivo. Procuradoria da República de SE e MPF acompanham o caso Como revelado pela coluna do Ancelmo Gois, no GLOBO, nesta quinta-feira, o procurador da República Flávio Pereira da Costa Matias, da Procuradoria da República em Sergipe, abriu procedimento administrativo para acompanhar "os desdobramentos de abordagens ou ações da Polícia Rodoviária Federal". Em seu despacho, o procurador cita matérias jornalísticas e vídeos que dão conta de parte da operação que resultou na morte de Genivaldo. O procurador deu prazo de 48 horas para que a PRF apresente inquérito policial que trata da morte de Genivaldo de Jesus Santos. O MPF também requisitou as informações do inquérito policial aberto pela Polícia Federal para apurar os detalhes da morte na viatura da PRF, assim como as informações do procedimento administrativo aberto pela própria Polícia Rodoviária Federal. Último Segundo IG

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Maioria dos americanos apoia restrições a armas, diz pesquisa

26 de maio de 2022, 15:12

Vigília por vítimas de massacre em escola no Texas, em 25 de maio (Foto: Reprodução)

 Uma pesquisa divulgada na última quarta-feira (25) aponta que a maioria dos americanos quer leis mais rígidas sobre armas de fogo.    A sondagem foi realizada pelo instituto Ipsos para a agência Reuters e chega na esteira do massacre em uma escola de Uvalde, no Texas, que deixou 19 estudantes e dois professores mortos na última terça (24).    O ataque foi cometido pelo jovem Salvador Ramos, que comprara as armas legalmente após ter completado 18 anos de idade.    De acordo com a pesquisa, 84% das pessoas defendem a checagem de antecedentes na venda de qualquer tipo de armas de fogo, enquanto 70% são favoráveis a leis que permitiriam o confisco de armamentos de indivíduos considerados como ameaça à segurança pública.    Além disso, 72% apoiam o aumento da idade mínima para comprar armas de 18 para 21 anos. Por outro lado, apenas 35% dos entrevistados disseram estar confiantes de que o Congresso vai tomar medidas para restringir o acesso a armas.    A sondagem também mostrou que 54% das pessoas acreditam que portar uma arma é a melhor maneira de se proteger de um tiroteio, enquanto 45% apoiam que professores e funcionários de escolas básicas andem armados.    No próximo dia 11 de junho, a capital Washington deve ser palco de um grande protesto em defesa da restrição do acesso a armas de fogo, convocado pelo movimento March for Our Lives (Marcha pelas Nossas Vidas), fundado em 2018, após o massacre que deixou 17 mortos em uma escola de Parkland, na Flórida. (ANSA).    IstoÉ

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Boas Festas!

VÍDEOS