O baiano Daniel Alves é o jogador brasileiro mais popular no Instagram

02 de outubro de 2020, 14:32

O levantamento mapeou 718 atletas, uma média de 32,6 jogadores por clube (Foto: Reprodução)

Contratado pelo São Paulo no ano passado, Daniel Alves é o jogador do futebol brasileiro mais popular no Instagram, rede social na qual estão mais presentes os atletas que atuam no País. O camisa 10 do time tricolor ostenta 31,5 milhões de seguidores e lidera o ranking com folga. O estudo foi realizado pelo Ibope Repucom, que analisou os elencos dos 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, além de Cruzeiro e Vitória. O levantamento mapeou 718 atletas, uma média de 32,6 jogadores por clube. Destes, 92% possuem conta ativa no Instagram atualmente. O valor acumulado de inscrições, desconsiderando sobreposições, nas redes dos futebolistas ultrapassa os 175 milhões de seguidores. Com longa carreira na Europa, tendo passagens por times de Espanha, Itália e França, Daniel Alves conseguiu arregimentar milhões de fãs nas redes sociais, tanto que soma quatro vezes mais seguidores no Instagram do que Gabigol, o segundo colocado da lista, com 7,7 milhões. Outros dois flamenguistas vêm na sequência: o lateral Filipe Luís (5 milhões) e o meia Diego Ribas (4,2 milhões). O quinto colocado é o peruano Paolo Guerrero, do Internacional, com 4 milhões. Clube de maior torcida do País, o Flamengo é o que tem mais atletas no Top 10 de seguidores no Instagram. A Gabigol, Filipe Luís e Diego, juntam-se Bruno Henrique (3,6 milhões), Éverton Ribeiro (3 milhões) e Arrascaeta (2,9 milhões), entre a sexta e oitava posições, respectivamente. A lista ainda tem o palmeirense Felipe Melo (2,8 milhões) e Fred (2,6 milhões), do Fluminense. "A identificação dos torcedores com a imagem dos atletas é um dos maiores bens dos clubes de futebol e pode ser aliada estratégica para potencializar o alcance de ativações das marcas patrocinadoras dos clubes", explica José Colagrossi, diretor executivo do Ibope Repucom. Os três clubes com maior volume de seguidores entre seus atletas são, em ordem, Flamengo, São Paulo e Palmeiras. Os três representam 57% do valor acumulado de fãs entre os mais de 700 jogadores das 22 equipes mapeadas. O time rubro-negro, líder no acumulado, possui 46,2 milhões de seguidores entre todos seus jogadores, o que corresponde a 26% do valor total entre as agremiações. Ou seja, um a cada quatro seguidores dos atletas mapeados segue alguém do Flamengo. O São Paulo, segundo colocado, possui 39,1 milhões de seguidores entre todo seu elenco. Já o Palmeiras, terceiro colocado, totaliza 13,8 milhões. Destaques para os jovens Patrick de Paula e Gabriel Menino, que registraram aumento de 455% e 136% no volume de seguidores, respectivamente, nos últimos cinco meses. Completam o top 5 Corinthians (10,9 milhões) e Grêmio (9,4 milhões). Confira o Top 10 de atletas do futebol brasileiro com mais seguidores no Instagram: Daniel Alves (São Paulo) - 31,5 milhões Gabriel Barbosa (Flamengo) - 7,7 milhões Filipe Luís (Flamengo) - 5,5 milhões Diego Ribas (Flamengo) - 4,2 milhões Paolo Guerrero (Internacional) - 4 milhões Bruno Henrique (Flamengo) - 3,6 milhões Éverton Ribeiro (Flamengo) - 3 milhões Arrascaeta (Flamengo) - 2,9 milhões Felipe Melo (Palmeiras) - 2,8 milhões Fred (Fluminense) - 2,6 milhões Confira os elencos dos clubes brasileiros com mais seguidores no Instagram Flamengo - 46,2 milhões São Paulo - 39,1 milhões Palmeiras - 13,7 milhões Corinthians - 10,9 milhões Grêmio - 9,4 milhões Internacional - 9.2 milhões Fluminense - 7,8 milhões Vasco - 6,3 milhões Atlético-MG - 6,2 milhões Santos - 4,5 milhões  

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

NASA pode ter descoberto vida em Vênus em 1978 sem saber, de acordo com estudo

02 de outubro de 2020, 11:14

Com base em uma pesquisa recente, equipe científica investigou arquivos da agência espacial norte-americana, e encontrou possíveis evidências de gás fosfina, usado por alguns micróbios na Terra (Foto: Reprodução)

A NASA pode ter descoberto sinais de vida microbiana em Vênus ainda em 1978 sem saber, indica o portal Live Science citando Rakesh Mogul, bioquímico da Universidade Estadual Politécnica da Califórnia, EUA. O pesquisador e sua equipe, cujo estudo foi publicado no portal de pré-impressão arXiv em 22 de setembro e ainda não foi revisto, utilizaram um estudo de 14 de setembro, que descobriu gás fosfina, utilizado por microrganismos de forma anaeróbia, ou seja, não requerendo a presença de oxigênio, na superfície do planeta mais quente do Sistema Solar, dono de temperatura superficial de 462 ºC. Com base nessa descoberta, Mogul procurou evidências da substância química em arquivos da agência espacial norte-americana, e encontrou sinais correspondentes ao gás enviados pela sonda Pioneer 13, que desceu em Vênus para destruição certa em dezembro de 1978. Embora os dados da sonda tivessem sido enviados à Terra e estudados, os cientistas na época analisaram outros compostos químicos, deixando assim o gás fosfina fora das atenções. Os dados da sonda, enviados pelo Grande Espectrômetro de Massa Neutra da Sonda, também oferecem confirmação completa de átomos de fosfina na atmosfera, algo que os cientistas na época consideraram impossível, disse Mogul. A equipe também encontrou restos de cloro, oxigênio e peróxido de hidrogênio, que seriam igualmente impensáveis baseados no conhecimento atual. "Acreditamos que isto seja uma indicação de produtos químicos ainda não descobertos e/ou produtos químicos potencialmente favoráveis à vida", escreveu, sugerindo mais explorações sobre Vênus. Apesar de tudo, existe algum ceticismo sobre a validade da pesquisa. Os sinais que estão tentando separar são muito pequenos e muito próximos uns dos outros. E se é neste espectro, eu gostaria de vê-lo a mais de uma altitude. Tenha certeza absoluta de que não é ruído [da medição dos dados]. A NASA (EUA), a Agência Espacial Europeia (União Europeia), Roscosmos (Rússia) e a Organização de Pesquisa Espacial Indiana (ISRO, na sigla em inglês) têm todos os planos para exploração futura de Vênus através de sondas espaciais. Fonte: Sputinik

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Prisão de ventre? Cólicas? Beba estes chás

02 de outubro de 2020, 11:08

A prisão de ventre caracteriza-se pela dificuldade na regular progressão das fezes ou na incapacidade total em evacuar (Foto: Reprodução)

Os chás e as infusões podem ser aliados de muitos males. Entre eles estão a prisão de ventre e as cólicas intestinais. São problemas comuns, temporários e sem gravidade, ainda que desconfortáveis. Assim, para um bom funcionamento do intestino, beba estas infusões: Infusão de carqueja: a bebida ajuda na digestão por ser capaz de reduzir a produção do suco gástrico.  Infusão de hibisco: além de ser diurética, a bebida tem compostos que auxiliam a combater a prisão de ventre e as cólicas intestinais.  Infusão de hortelã: a bebida acelera a digestão e age como analgésico natural contra dores de barriga. 

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Embaixada chinesa vê indícios de fraude em etiquetas de sementes recebidas por brasileiros

01 de outubro de 2020, 17:23

O Ministério da Agricultura está investigando sementes vindas principalmente da China e entregues em diferentes endereços pelo Brasil (Foto: Reprodução)

Após uma série de casos de brasileiros que receberam sementes não requisitadas e não identificadas supostamente vindas da China, a embaixada chinesa se pronunciou nesta quinta-feira (1) dizendo que sementes são artigos de envio proibido pelos correios, que a China respeita essa proibição e que há indícios de fraude nas etiquetas de envio dos produtos. A representação do país asiático também se colocou à disposição das autoridades brasileiras para cooperar com as investigações. "Soubemos por nota do Ministério da Agricultura e pela imprensa que brasileiros de diferentes partes do país têm recebido pacotes contendo sementes de plantas e que alguns desses pacotes trazem etiquetas com ideogramas chineses", escreve a embaixada chinesa em nota. "Sementes são artigos de envio proibido ou restrito para os países membros da União Postal Universal (UPU). Os Correios da China seguem rigorosamente as disposições da UPU e vetam o transporte postal de sementes." "Uma verificação preliminar constatou que as etiquetas de endereçamento apresentam indícios de fraude, com erros no código de rastreamento e em outros dados. A Embaixada está disposta a cooperar com a investigação das autoridades brasileiras", conclui o órgão diplomático. O Ministério da Agricultura está investigando sementes vindas principalmente da China e entregues em diferentes endereços pelo Brasil. Os pacotes são enviados pelo correio como brindes de outras compras feitas pela internet ou mesmo de forma aleatória, sem que o destinatário tenha pedido nada no exterior. O material está sendo analisado por técnicos, que devem apurar a origem e a natureza das sementes. Como elas podem ser de espécies ainda não introduzidas no país, podem virar plantas daninhas, e representam perigo de disseminação de insetos e até mesmo de doenças.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Todo cuidado é pouco em um processo eleitoral

01 de outubro de 2020, 16:23

*Gervásio Lima -  A única festa a ser comemorada de fato neste ano de 2020 será a ‘festa da democracia’, quando todos os brasileiros, sem distinção, de cor, raça, gênero ou condições financeiras estarão no mesmo nível e com as mesmas responsabilidades ao escolher as pessoas que lhe representarão no Legislativo e Executivo municipal. No momento em que o virtual passou a ser uma realidade mundial a disputa política deverá acompanhar esta mudança, ficando todos os envolvidos obrigados a conviver e absolver de maneira inteligente esse novo comportamento que requer não somente o domínio digital, mas também muita atenção no que determina as leis, inclusive a eleitoral, para não cometer irregularidades e crimes. Sem aglomerações, o tapinha nas costas e o aperto de mãos não serão mais os principais símbolos dos cumprimentos dos candidatos com seus eleitores. Aqueles que se saírem melhor no uso da tecnologia, das redes sociais e, principalmente no discurso e no poder de convencimento levarão vantagens sobre seus concorrentes. Depois das últimas eleições ocorridas em todo o país, quando a disseminação de notícias falsas beneficiou candidatos e contribuiu para o surgimento de um ambiente hostil, misógino, homofóbico, preconceituoso, raivoso e outras odiosidades, se fez necessário, em regime de urgência, ampliar as discussões em torno do assunto. De maneira ainda tímida a justiça tenta incriminar os principais suspeitos em criar e disparar as mentiras que provocaram e continuam provocando um grande estrago para a democracia brasileira. Para não ser enganado na eleição deste ano é preciso que o eleitor preste muita atenção não só nos discursos presenciais, mas no que venha a receber através de aplicativos de mensagens e nas redes sociais. Como ‘gato escaldado tem medo de água fria’, todo cuidado é pouco com os criminosos travestidos de políticos e apoiadores. Não se tem conhecimento de nenhum vereador ou prefeito beatificado, por tanto não custa nada ficar com ‘um olho no padre e o outro na missa’. Querer não é o bastante se este não vier junto com o fazer. Como em tudo na vida, não basta desejar o bem e sim realizá-lo e, neste momento virtual, compartilhá-lo. A festa não se resume nas bebidas a serem, consumidas e nas guloseimas a serem degustadas. Festa é sinônimo de alegria, uma comemoração coletiva onde nem todos os envolvidos dançam ou cantam, mas se divertem por estar no mesmo ambiente. A condução do processo eleitoral, a maneira como acontece o ato de votar e o papel do eleitor antes e após a festa democrática será o retrato dos mandatos dos escolhidos. Que o atípico 2020 seja referência e exemplo de superação, com a empatia e o amor ao próximo prevalecendo como regra de vida. *Jornalista e historiador

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Desemprego é recorde e pode piorar

01 de outubro de 2020, 07:34

O desemprego deve demorar ao menos até 2022 para voltar ao patamar de antes da pandemia da covid-19 (Foto: Reprodução)

Com um recorde de 13,8%, no trimestre até julho, o desemprego deve demorar ao menos até 2022 para voltar ao patamar de antes da pandemia da covid-19, pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua. Apesar de o País ter aberto 249 mil vagas formais em agosto, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), especialistas estimam que, entre formais e informais, a desocupação seguirá piorando até 2021. A Pnad Contínua de julho, divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra o tamanho da deterioração: em apenas um trimestre, 7,214 milhões de brasileiros perderam o emprego. Em um ano, o total de postos extintos supera os 11,5 milhões. A taxa de desemprego, de 13,8% no trimestre encerrado em julho, ou 13,1 milhões de pessoas, foi a pior desde que a pesquisa foi iniciada, em 2012. No trimestre até julho do ano passado, a taxa era de 11,8%. Os números sugerem que o País chegou no terceiro trimestre a um cenário que já preocupava os economistas: com o afrouxamento das medidas de isolamento, o brasileiro vai, aos poucos, voltando às ruas para buscar emprego - mas as vagas de trabalho não estão mais lá. Faltou trabalho para 32,892 milhões, somados todos os subutilizados. A pesquisa, que segue recomendações internacionais, considera desempregado quem buscou uma vaga. Embora a demissão tenha sido massiva, a maioria que perdeu seu emprego caiu na inatividade. "O desemprego só não foi maior, porque a força de trabalho continuou caindo em julho. Em agosto e setembro, as suspensões de contratos de trabalho feitas pelas empresas para evitar cortes vão se esgotando, o que traz mais risco para esses empregados", avalia Cosmo Donato, da LCA Consultores. A expectativa da consultoria é de que a desocupação encerre este ano em 15% e continue subindo, até chegar a um pico de 18,5% no primeiro trimestre do ano que vem, atingindo 15,5 milhões de pessoas. A estimativa é que o desemprego só volte ao nível dos 11% - em que estava antes da pandemia - em 2022. "Isso, num cenário em que o Produto Interno Bruto (PIB) do País cresça em um ritmo de 3,5% em 2021 e 2022", ressalta Bruno Ottoni, da IDados."A desocupação ocorria em rimo lento, mas os dados de julho assustam. Uma recuperação antes de 2022 é pouco provável." Apesar do recorde negativo da Pnad, o Caged, também divulgado ontem, pelo Ministério da Economia, trouxe um alento: 249.388 vagas com carteira assinada foram abertas em agosto. Foram contratados 1,239 milhão de formais e demitidos 990 mil o melhor resultado para agosto desde 2010. Nos oito primeiros meses do ano, porém, as demissões superaram as contratações em 849.387. As pesquisas têm metodologias diferentes: enquanto o Caged considera só os com carteira, por meio dos dados que as empresas enviam ao governo, a Pnad Contínua faz amostra de domicílios com dados de vagas formais e informais, domésticos, empregadores etc. Os economistas também ponderam que os programas de manutenção dos empregos, como a suspensão de contratos e a redução de jornada e salário, ajudaram a evitar mais fechamentos de postos formais, o que se reflete nos dados do Caged. Saídas Na avaliação dos economistas, mesmo que o cenário para o mercado de trabalho em 2021 ainda seja desafiador, algumas medidas podem ser tomadas para minorar esse baque. "A proposta de renda mínima após o fim do auxílio emergencial pode ajudar a reduzir a queda menor do consumo das famílias mais pobres. A grande questão é como financiar isso, sem o País arruinar ainda mais as suas contas", avalia Daniel Duque, pesquisador do Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV). As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Pais são indiciados por homicídio após filha morrer com infestação de piolhos

01 de outubro de 2020, 07:24

Kaitlyn Yozviak teve anemia e em seguida uma parada cardíaca. (Foto: Reprodução)

Os pais da menina Kaitlyn Yozviak, de 12 anos, foram denunciados esta semana por homicídio doloso e crueldade contra menor na Geórgia, nos EUA. A garota morreu em agosto após uma parada cardíaca, desencadeada por um grave quadro de anemia causado por uma infestação de piolhos não tratada por cerca de três anos. As informações são do jornal The Sun. De acordo com os legistas que examinaram Kaitlyn, a menina estava tão infestada de piolhos que o caso foi classificado como o pior que já lidaram. Resultado preliminares da autópsia apontam que a garota sofreu “dor física excessiva por causa de negligência médica”. Conforme o agente especial Ryan Hilton, as mordidas repetidas de piolhos diminuíram os níveis de ferro no sangue de Kaitlyn, o que provavelmente causou a anemia e desencadeou o ataque cardíaco. Quando os agentes chegaram à casa de Mary Katherine Horton, de 37 anos, e Joey Yozviak, 38, encontraram o quarto da filha do casal com vermes cobrindo diversos móveis. Segundo a mãe da garota, Kaitlyn não havia tomado banho na última semana e meia antes de morrer.  

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

TSE pretende rebater notícias falsas via WhatsApp durante eleições

30 de setembro de 2020, 17:05

O WhatsApp também criou um canal de comunicação específico para receber denúncias sobre contas suspeitas de fazer disparos em massa de mensagens (Foto: Reprodução)

OTribunal Superior Eleitoral (TSE) formalizou hoje (30) uma parceria com o aplicativo de mensagens WhatsApp para enviar informações diretamente aos eleitores durante as eleições municipais deste ano. Pela parceria, o WhatsApp permitirá que o TSE envie mensagens sobre cuidados sanitários e para rebater informações falsas durante a campanha para eleitores que se cadastrarem nas ferramentas do tribunal. O presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, disse que o objetivo principal é “enfrentar comportamentos inautênticos e coordenados”. O ministro acrescentou que a Justiça Eleitoral trabalha para “eliminar essa circulação do mal, das notícias falsas, das manifestações de ódio, das campanhas de desinformação”, porém o tribunal não deverá fazer controle prévio do conteúdo das mensagens. “Só por exceção se fará controle de conteúdo”, afirmou. O WhatsApp também criou um canal de comunicação específico para receber denúncias sobre contas suspeitas de fazer disparos em massa de mensagens, prática que é vedada pelo aplicativo e pela legislação eleitoral. Segundo a plataforma de mensagens, cada denúncia recebida deverá ser alvo de apuração interna para verificar se as contas indicadas violaram as políticas do aplicativo e precisam ser banidas. Segundo o diretor de políticas públicas do WhatsApp, Dario Durigan, trata-se de iniciativa inédita no mundo. Ele fez um apelo para que os próprios candidatos denunciem quem oferece esse tipo de serviço. “Sabemos que existem empresas que oferecem serviços ilegais de disparo em massa de mensagens, por isso o WhatsApp solicita aos candidatos que rejeitem essas propostas e façam as devidas comunicações às autoridades constituídas”, disse o executivo. Para permitir a comunicação do TSE diretamente com o eleitor, foi criado um canal interativo chamado chatbot, com o qual o cidadão pode conversar. Para aderir ao serviço é preciso adicionar aos contatos o número +55 61 9637-1078 ou acessar através do link wa.me/556196371078. Pelo canal, o eleitor poderá verificar dados oficiais e consultar números de candidatos, por exemplo. O WhatsApp também criou stickers com a temática eleitoral para ser utilizado no aplicativo. Nesta quarta-feira (30), o TSE também anunciou parceria com a rede social Facebook – cuja empresa-mãe é também dona do WhatsApp. No Facebook, será disponibilizada uma ferramenta chamada Megafone, por meio da qual, nos dias anteriores à eleição, serão divulgadas mensagens no Feed de notícias dos brasileiros, relativas à organização e às medidas de segurança sanitária no dia da votação. Com informação: Agência Brasil

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Setembro amarelo: peça teatral aborda o tema da saúde mental de forma descontraída

30 de setembro de 2020, 09:10

Vídeos com profissionais da saúde também foram divulgados para os funcionários da JMC Yamana Gold durante o mês de setembro (Foto: JMC)

(Da assessoria) - A saúde mental é um tema que está sempre em debate devido a sua importância. Em tempos de pandemia, o assunto tem sido frequentemente abordado devido a situação de isolamento social em que as pessoas foram obrigadas a se colocar. Este mês é marcado pelo setembro amarelo, campanha criada com o intuito de alertar e informar as pessoas sobre o suicídio. Como parte das ações dos setores de Saúde e Recursos Humanos da JMC Yamana Gold, para este ano a empresa divulgou, em suas redes sociais, vídeos com psicólogos, psiquiatras e enfermeiros abordando os cuidados com a saúde mental. Para fechar o mês também foi divulgada uma mini série com a peça “Cadê a Alegria” com artistas do grupo Estação Arte de Jacobina que também trataram o tema de forma leve e descontraída. A peça conta a história de três palhacinhos em que um perde a alegria e não consegue mais atuar. Ao longo da atuação ele descobre que a alegria não está nos bens materiais e sim dentro das pessoas. A depressão é tratada de forma leve, alertando para a necessidade pela busca de ajuda da família e dos amigos. Sorrisos e muita alegria permeiam as cenas que tratam a mensagem de esperança na cura dessa dor. "A JMC, além de tantas iniciativas positivas para o Setembro Amarelo, criou o programa Mente Viva que oferece atendimento psicoterápico aos colaboradores. Isso é muito importante principalmente por causa dessa fase do coronavírus onde ocorre o isolamento social e ficamos mais propensos a distúrbios da ansiedade e depressão", finaliza Pedro Falcão, Médico do Trabalho.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

​Lei Sansão: proteção animal da Bahia participou efetivamente da sua construção e aprovação

30 de setembro de 2020, 08:48

Atuação da vereadora Ana Rita sempre ultrapassou os limites municipais (Foto: Reprodução)

Após levantar dúvidas sobre eficácia do aumento da pena de maus-tratos contra animais, o presidente Jair Bolsonaro ouviu a voz dos ativistas e sancionou, nesta terça-feira (29) o PL 1095/2019. A agora Lei Sansão altera a anterior (9605, de fevereiro de 1998) e estabelece pena de reclusão a quem pratica abuso, maus-tratos ou mutile animais; silvestres, domésticos ou domesticados; nativos ou exóticos, além de instituir penas para estabelecimentos comerciais ou rurais que concorrem para a prática deste tipo de crime.De autoria do deputado federal mineiro Fred Costa (Patriotas-MG), sua construção passou por várias mãos. Protetoras e protetores de animais de todo Brasil se mobilizaram em suas regiões e foram representados em Brasília por suas respectivas lideranças. Pela Bahia, a vereadora Ana Rita Tavares esteve presente nas discussões a respeito do Projeto na Capital Federal. “Tive o privilégio e a honra de participar efetivamente da construção desta importante Lei. A convite de Fred Costa, fui a audiência pública, que expôs todo o anseio das pessoas sensíveis à dor e ao sofrimento dos animais e que com essa sanção foi atendido. Que a nossa chama de esperança nunca se apague, pois neste momento percebemos a importância de elegermos protetores, que lutem verdadeiramente pelos nossos queridos e inocentes animais. Parabéns Fred Costa. Viva aos animais!”, comemora Ana Rita. O autor da lei agradeceu o empenho da ativista e parlamentar baiana pela campanha da aprovação e sanção da lei: "muito obrigado minha amiga! Você, do início ao fim lutando e participando da busca da aprovação do nosso projeto de lei que prevê cadeia para quem comete crime contra os animais!", parabenizou Fred Costa no Instagram da vereadora.Como advogada dos animais, Ana Rita Tavares lembra, ainda, que a edição da lei a aumenta de 3 meses a 1 ano de detenção e multa para 2 a 5 anos de reclusão. "Com a pena aumentada, vai haver a inibição de tantos maus-tratos aos inocentes cães e gatos".A Lei Sansão faz referência ao nome do pitbull que teve as patas decepadas por agressores no município de Vespasiano (MG). Sansão e seu guardião também participaram da cerimônia em Brasília.  

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Eleitor poderá justificar falta pelo celular

30 de setembro de 2020, 07:28

O acesso ao aplicativo é gratuito e funciona em sistemas operacionais Android e iOs (Foto: Reprodução)

Até as eleições, o e-Título estará atualizado para que as justificativas possam ser apresentadas a partir do dia da votação por quem não compareceu - por estar fora do domicílio eleitoral ou impedido de ir à zona eleitoral. O e-Título, desenvolvido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também permite ao cidadão gerar certidões de quitação eleitoral e de nada consta de crimes eleitorais, além de fazer a autenticação de documentos da Justiça Eleitoral. O acesso ao aplicativo é gratuito e funciona em sistemas operacionais Android e iOs . Conforme nota da Justiça Eleitoral, para baixar o aplicativo, basta procurá-lo na loja de aplicativos do seu dispositivo móvel ou acessar o hotsite do título de eleitor no Portal do TSE. Nas eleições de 2018, 29,9 milhões de pessoas no primeiro turno e 31,3 milhões de pessoas no segundo turno deixaram de votar. Quem até hoje não justificou deve emitir o boleto para quitação de multas nos sites do TSE ou dos tribunais regionais eleitorais. A justificativa é obrigatória. O pagamento deve ser feito pela Guia de Recolhimento da União (GRU) no Banco do Brasil. Depois de fazer o pagamento, o cidadão deve aguardar a identificação do recolhimento da multa pela Justiça Eleitoral e o registro na inscrição pela zona eleitoral. Essas informações estarão disponíveis pelo e-Título. As soluções e os procedimentos acessíveis pelo documento também podem ser acionados pelo site ou pessoalmente nas seções eleitorais. O TSE orienta que em caso de urgência para a regularização da situação eleitoral, o cidadão deve entrar em contato com a zona eleitoral onde está inscrito para orientações sobre a baixa da multa no sistema. Conforme a Justiça Eleitoral, o cidadão que não votar por três pleitos, nem justificar ausência, nem pagar as multas devidas terá o título cancelado. Com informações da Agência Brasil.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

OVNI ‘triangular branco’ é flagrado em VÍDEO amador

29 de setembro de 2020, 17:25

Caçadores de OVNIs compartilharam entusiasticamente um vídeo de uma suposta nave alienígena em forma de triângulo (Foto: Pixabay)

Imagens amadoras de smartphone filmadas no domingo (27) supostamente capturaram evidências de um objeto voador não identificado (OVNI). Em meio a um fundo de céu azul brilhante, um objeto quase imperceptivelmente pequeno se torna vagamente mais visível. Quando ampliadas por um software de edição de fotos sofisticado, as imagens revelam uma mancha branca que se parece com um triângulo. https://youtu.be/-oR4IuQrc0M Não demorou muito até que os amantes de teorias de conspiração ligadas à vida alienígena começassem a dar seu parecer. Scott Waring, que se declara especialista em alienígenas, afirma que não foi por acaso que o evento em questão tenha ocorrido perto da base da Força Aérea de Nellis, que "atrai" extraterrestres e é localizada na famosa Área 51, nos Estados Unidos. Waring acredita que as imagens são reais, crença reforçada pelo contato de mais de dez anos de várias pessoas em Las Vegas que também afirmam terem avistado OVNIs.  

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Os 7 alimentos que são ladrões de energia

Você provavelmente já ouviu falar e leu bastante sobre alimentos e suplementos que aumentam sua disposição e te deixam mais animado para encarar um treino ou até mesmo as tarefas do dia a dia. Mas também existe o outro lado dessa moeda. Não faltam vilões neste mundo na nutrição: os alimentos que são ladrões de energia e podem atrapalhar bastante sua rotina na corrida ou até mesmo se tornar um obstáculo numa prova.

Esses “ladrões” de energia atuam de diferentes maneiras no organismo. Em alguns casos, oferecem tanto açúcar que, num primeiro momento, essa elevada taxa de glicose resulta em mais disposição, mas, logo em seguida, a insulina liberada para normalizar essa glicose faz justamente o caminho contrário. E aí o cansaço chega com tudo.

Também tem aqueles alimentos que dão tanto trabalho para o sistema digestivo que muitos nutrientes são desviados para ajudar nesse processo, fazendo com que eles faltem na produção de energia em outras funções do organismo. Resultado: o corpo logo sente essa queda de disposição.

Para te ajudar a evitar esse cansaço causado pela má alimentação, acionamos três especialistas para fazer uma lista dos maiores ladrões de energia, suas principais armas e como combatê-las. Confira!

Os ladrões de energia 

Carboidratos simples

Alimentos com farinhas brancas vão roubar energia se consumidos em excesso. “Em um pré-treino, por exemplo, são aliados, mas viram vilões se não houver uma atividade física depois”, pondera Mayara Ferrari, nutricionista funcional esportiva. “Isso acontece porque a quantidade de açúcar no sangue fica muito elevada e o pâncreas libera mais insulina para quebrar todos esses carboidratos. Isso pode causar uma grande redução de açúcar no sangue, resultando em fadiga e falta de energia.”

Sal

Aquele sal extra para dar mais gosto à comida pode te deixar mais cansado. Em quantidade exagerada, o sal aumenta a pressão arterial e deixa o organismo mais desidratado porque mais água é necessária para compensar. “Ele prejudica o funcionamento adequado do organismo, que ficará a todo momento buscando esse equilíbrio. Isso dará uma sensação de cansaço e fadiga. Esporadicamente um pouco de sal não tem problema, mas abusar dele diariamente ou usar em grande quantidade é bastante prejudicial”, adverte Mayara.

Alimentos gordurosos e frituras

A gordura em excesso dificulta a digestão e atrapalha a chegada dos nutrientes à corrente sanguínea. “Como possuem uma digestão mais
lenta, eles fazem com que a circulação se concentre na região abdominal por mais tempo. Isso causa uma sensação de letargia e sonolência durante a digestão, que pode passar de três horas. E isso não é bom para quem vai se exercitar, pois precisará de boa circulação nos membros”, alerta a nutricionista Lara Natacci.

Doces

A lógica nesse caso é parecida à dos carboidratos simples: como eles são ricos em açúcar, dão um pico de energia no primeiro momento porque aumentam a quantidade de glicose no sangue, mas se a pessoa não for praticar uma atividade física logo em seguida, essa disposição logo pode virar cansaço. “O organismo vai aumentar a secreção de insulina para normalizar a glicemia, que é a quantidade de glicose no sangue. Por isso, a sensação de aumento de energia deve durar pouco e dar lugar à fadiga”, reforça Lara Natacci.

Café

O café, um dos estimulantes mais populares, também pode roubar sua energia. Ele realmente gera mais disposição num primeiro momento, mas sua ação no sistema nervoso tem como um dos efeitos a fadiga. “A cafeína, no cérebro, obstrui os efeitos da adenosina, substância que ajuda na transferência de energia e na promoção do sono, dando o efeito estimulante”, explica André Lemos, médico nutrólogo. “Por outro lado, também inibe a degradação da acetilcolina, que aumenta o estímulo muscular. E a consequência disso são o cansaço e a debilidade”, completa.

Corantes e conservantes

Presentes em muitos produtos industrializados, como nuggets, embutidos (salame, presunto, mortadela, peito de peru) e salsichas, eles
modificam o funcionamento adequado do organismo, que tenta repor o que os corantes “tiram” no processo de digestão. “Eles causam uma cascata de processos inflamatórios e oxidantes. Para reverter essa situação, disponibilizamos muitas vitaminas e minerais, fazendo com que o restante do organismo não funcione adequadamente”, destaca Mayara.

Refrigerante

O refrigerante é um dos “ladrões de energia” mais temidos. Alguns maratonistas e ultramaratonistas o utilizam durante provas quando já estão acostumados a seus efeitos, inclusive psicológicos, mas, para o organismo, eles não têm nada de “bonzinhos”. Isso porque o refrigerante, em geral, tem tudo em excesso: açúcar, sódio e corantes. Assim, desencadeia todos os processos já descritos de uma só vez. Além disso, estudos apontam que o refrigerante ainda pode atrapalhar o padrão de sono, prejudicando o descanso e interferindo na disposição.

VÍDEOS