NOTÍCIAS EM DESTAQUE


Mesmo com prazo maior, Saúde pode perder testes

04 de janeiro de 2021, 14:12

Em novembro, foi revelado que 6,86 milhões de unidades estocadas em um armazém da pasta venceriam entre dezembro e janeiro (Foto: Reprodução)

A solução encontrada pelo Ministério da Saúde para evitar que milhões de testes para detectar a covid-19 percam a validade pode não ser suficiente para evitar que parem no lixo. Dificuldades de comprar insumos e equipar a rede de laboratórios estão entre os principais entraves do processo. Após o Estadão revelar, em novembro, que 6,86 milhões de unidades estocadas em um armazém da pasta venceriam entre dezembro e janeiro, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prorrogou a vida útil dos exames por quatro meses, mas o governo segue com dificuldades para distribuí-los. O encalhe estava desenhado ao ministério desde maio, quando foram feitos os primeiros alertas da área técnica sobre a falta de planejamento nas compras de exames do tipo RT-PCR, o mais eficaz para o diagnóstico, além de sugestões de suspender contratos enquanto a rede do SUS era equipada. Ignorada pela equipe do ministro Eduardo Pazuello, que assumiu a pasta naquele mês, a orientação poderia evitar que os milhões de testes ficassem ociosos por meses por causa da falta de insumos necessários para completar o diagnóstico, como os cotonetes "swab" e máquinas mais modernas para processar as amostras de pacientes. Mais de sete meses após os avisos, o ministério acumula compras frustradas ou tardias destes insumos e ainda corre para equipar a rede. O Tribunal de Contas da União (TCU) vê "irregularidades preocupantes" e cobra explicações. Além dos 6,5 milhões de testes RT-PCR que seguem encalhados no galpão da pasta no Aeroporto de Guarulhos (SP), há ainda unidades em posse dos Estados. O número estocado é incerto, mas pode alcançar três milhões de unidades, estimam gestores de saúde. Falta de insumos O ritmo de exames no SUS aumentou de 27,3 mil análises diárias, em outubro, para 57,6 mil nas últimas semanas, mas há insumos em falta nos laboratórios. Um dos produtos escassos é o reagente de extração do RNA das amostras, cujo estoque atual do ministério permite só 390 mil análises. A pasta ainda corre atrás da compra de mais 6 milhões de reagentes desse tipo. Outra barreira é que o modelo de teste encalhados não é compatível com parte da rede de laboratórios da Fiocruz, que passa por adaptações ao produto. O exame que segue no armazém do ministério custou R$ 275 milhões aos cofres públicos (R$ 42 por unidade) e deve ser mantido em temperatura de 20 graus negativos. O RT-PCR é um dos testes mais eficazes para diagnosticar a covid-19, pois detecta o vírus ativo no organismo. A coleta é feita por meio de um cotonete aplicado na região nasal e faríngea (a região da garganta logo atrás do nariz e da boca) do paciente. Na rede privada, o exame custa de R$ 290 a R$ 400. Para Adriano Massuda, professor da FGV e ex-secretário executivo do ministério, não há estratégia nacional de testagem. Ele afirma que as falhas de planejamento e logística são reflexo do desmonte de áreas técnicas do ministério. "É uma mistura de despreparo, desconhecimento da complexidade da estrutura do SUS, da atuação interfederativa, e arrogância. Por achar que 'sou especialista em logística, eu domino o tema'", critica o especialista. TCU vê irregularidades Os avisos feitos pela área técnica sobre o risco de perda dos testes estão registrados em apuração do Tribunal de Contas da União (TCU) aberta com base na reportagem do Estadão. Na semana do Natal, o tribunal enviou uma série de questionamentos ao ministério da Saúde, Fiocruz e conselhos de secretários de Estados e municípios sobre a estratégia de diagnóstico no SUS. Em seu despacho, o ministro Benjamin Zymler aponta irregularidades "preocupantes" no planejamento da pasta. A Fiocruz também alertou o ministério, em abril, sobre a necessidade de "mobilização"para compra de insumos e melhora no transporte e processamento das amostras. Em junho, a Saúde pediu para o laboratório público interromper o fornecimento dos exames "até que sejam definidas novas estratégias". Há contrato para entrega de 7,65 milhões de exames com a Fiocruz suspenso desde junho, mas o laboratório segue fabricando testes para a sua própria rede, pois parte dela não opera com o exame comprado via Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A Coordenação-Geral de Laboratórios de Saúde Pública do ministério (CGLAB) também sugeriu ainda em 25 de maio a suspensão do fornecimento de testes comprados por meio de contratos com a Fiocruz e com a Opas. A área técnica argumentava que o objetivo era "minimizar o risco de perda de insumo por vencimento no estoque" e sugeria retomar a entrega após regularizar as compras de outros insumos usados no processo. Outra condição recomendada era o uso de no mínimo 30% dos mais de 2,6 milhões de exames já encalhados à época. As recomendações foram repetidas nos meses seguintes. O mesmo órgão estimou, em junho, que o estoque de exames só seria vencido em dois anos. Também subiu o tom do alerta, apontando que a pasta poderia receber "questionamento dos órgãos de controle e imputação de responsabilidade". Segundo o TCU, os relatos da área técnica do ministério mostram "lacunas" na contratação de testes, "com nítidos aspectos de falta de governança e de planejamento no ministério". A CGLAB afirmou ainda que não houve "termo de referência" para a compra dos testes via Opas, documento que mostra justificativas, cronograma e outras informações do negócio. Além disso, afirmou, em parecer, que a ideia era realizar a compra dos testes no mercado nacional, mas que a negociação para importar o produto foi feita paralelamente. Em resposta ao ministério sobre as sugestões dos técnicos, a Opas alegou que não poderia postergar as entregas, segundo aponta relatório do Tribunal de Contas. Na tréplica, a CGLAB afirmou que a organização teria tempo para pedir o cancelamento do embarque. Apesar dos alertas, a equipe de Pazuello autorizou a continuidade das entregas e levou meses para abrir compras de insumos como cotonetes e reagentes de extração. Segundo Massuda, ex-secretário executivo da pasta, não é comum ignorar o parecer de técnicos. "Esses pareceres servem como termômetro." Zerar estoque Em nota, o ministério afirma que pretende distribuir e usar todos os testes antes do vencimento. A meta do governo era de chegar ao fim de 2020 com mais de 24 milhões de exames RT-PCR realizados, duas vezes a mais do que conseguiu testar até hoje. Sobre o que foi apontado na apuração do TCU, a pasta afirmou que havia "dificuldade de aquisição de testes no mercado mundial e pressão dos Estados e municípios para testagem da população". A pasta não informou se houve termo de referência para a compra. A Opas informou que os testes da coreana Seegene, fabricante dos exames encalhados em Guarulhos, não têm restrições de uso em plataformas presentes nos Laboratórios Centrais (Lacens) dos Estados. Disse ainda que a compra dos exames foi aprovada em abril e não havia possibilidade de cancelamento das entregas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Professor de Harvard: alienígenas passaram perto da Terra em 2017 e coisas estão por vir

03 de janeiro de 2021, 10:02

O ex-chefe do Departamento de Astronomia da Universidade de Harvard, EUA, Abraham Loeb, afirma que espaçonave alienígena se aproximou de nosso planeta em 6 de setembro de 2017 (Foto: Reprodução)

Na ocasião, segundo Loeb, o objeto extraterrestres viajou em direção ao nosso Sistema Solar vindo da estrela de Vega, que fica a cerca de 25 anos-luz de nós. Em 6 de setembro de 2017, a espaçonave teria sido interceptada pelo cientista segundo revelado em seu livro "Extraterrestrial: The First Sign of Intelligent Life Beyond Earth" ("Extraterrestre: o primeiro sinal de vida inteligente fora da Terra", em tradução livre do inglês) com lançamento previsto para 26 de janeiro nos EUA. No livro, Abraham Loeb, também chamado de Avi Loeb, escreveu que o objeto passou próximo da Terra antes de "se mover rapidamente em direção à constelação de Pegasus e à escuridão além", publicou o tabloide Daily Star trecho do livro. A espaçonave foi flagrada a partir de observatório localizado no Havaí, EUA, e chamada de Oumuamua, que significa escoteiro na língua havaiana. Contradizendo a opinião de outros cientistas que acreditam que o objeto seria um cometa, Loeb, que chefiou até 2020 o Departamento de Astronomia da renomada Universidade de Harvard, é fiel à opinião de que Oumuamua pertence a uma forma de vida alienígena inteligente. Acreditando que a civilização humana não está só no Universo, Loeb disse: "Algumas pessoas não querem discutir a possibilidade de que existem outras civilizações lá fora [...]. Elas acreditam que somos especiais e únicos. Eu acho que isso é preconceito que deve ser abandonado." O professor também acredita que novas descobertas semelhantes serão feitas no futuro próximo.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Depressão e déficit de vitamina D. Qual é a relação?

02 de janeiro de 2021, 06:55

Resolução de Ano Novo. Obter mais vitamina D! (Foto: Reprodução)

Avitamina D é conhecida como a vitamina 'do sol'. É um nutriente essencial, que ajuda a manter os ossos saudáveis e fortes, ajuda no crescimento celular e beneficia as defesas imunológicas. O seu corpo absorve vitamina D principalmente através da exposição ao sol, embora os suplementos dietéticos e certos alimentos também possam ser fontes do nutriente. A deficiência de vitamina D ocorre quando o seu corpo não absorve os níveis recomendados. Níveis insuficientes de vitamina Dpodem causar vários problemas de saúde. Estudos mostraram uma ligação entre a deficiência de vitamina D e a depressão. Os pesquisadores por trás de uma meta-análise de 2013 observaram que os participantes do estudo com depressão também tinham baixos níveis de vitamina D. A mesma análise descobriu que, estatisticamente, pessoas com baixo teor de vitamina D corriam um risco muito maior de depressão. Os pesquisadores acreditam que, como a vitamina D é importante para o funcionamento saudável do cérebro, níveis insuficientes de nutrientes podem desempenhar um papel na depressão e noutras doenças mentais.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Bicarbonato e vinagre. Três dicas infalíveis para limpar o banheiro

01 de janeiro de 2021, 11:34

Mãos à obra! (Foto: Reprodução)

Alimpeza da casanão se trata apenas de estética, mas também de saúde, reporta um artigo publicado no portal VIX. Uma casa devidamente limpa está significativamente menos vulnerável ao aparecimento e proliferação de microrganismos, que provocam alergias e doenças. Para ajudá-lo nesta tarefa, o VIXdá algumas dicas acerca de como limpar uma das áreas mais problemáticas do lar e predisposta à acumulação de bactérias: o banheiro. 1. Use os produtos certos O primeiro passo é ligar o chuveiro e usar a água quente para retirar o limo dos rejuntes eesfregar o box de vidro, o piso e os azulejos. Produtos com cloro ativo são mais eficazes para eliminar a sujeira do WC, visto que destroem as bactérias e fungos. 2. Truques caseiros Substitua os químicos pelo bicarbonato de sódio e o vinagre branco, de açãoaltamenteantifúngica e antibactericida, são excelentespara fazer a higienização em especial do vaso sanitário. 3. Limpeza regular É fundamental que os panos e esponjas utilizados na limpeza da casa-de-banho sejam exclusivos para essa divisão da casa. O ideal para manter o WC sempre limpo é limpar semanalmente e passar um pano úmido diariamente para remover qualquer sujeira instalada e cabelos do chão.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Saiba quais serão os feriados federais e pontos facultativos de 2021

31 de dezembro de 2020, 16:48

Veja a lista com os feriados nacionais e pontos facultativos de 2021 (Foto: Reprodução)

O Ministério da Economia publicou nesta 5ª feira (31.dez.2020) no DOU (Diário Oficial da União) a lista com os feriados e os pontos facultativos para o ano de 2021. As datas são estipuladas “para cumprimento pelos órgãos e entidades da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo, sem prejuízo da prestação dos serviços considerados essenciais“. Serão eles: I – 1º de janeiro, Confraternização Universal (feriado nacional); II – 15 de fevereiro, Carnaval (ponto facultativo); III – 16 de fevereiro, Carnaval (ponto facultativo); IV – 17 de fevereiro, quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até as 14 horas); V – 2 de abril, Paixão de Cristo (feriado nacional); VI – 21 de abril, Tiradentes (feriado nacional); VII -1º de maio, Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional); VIII – 3 de junho, Corpus Christi (ponto facultativo); IX – 7 de setembro, Independência do Brasil (feriado nacional); X – 12 de outubro, Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional); XI – 28 de outubro, Dia do Servidor Público – art. 236 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, a ser comemorado no dia 01 de novembro (ponto facultativo); XII – 2 de novembro, Finados (feriado nacional); XIII – 15 de novembro, Proclamação da República (feriado nacional); XIV – 24 de dezembro, véspera de natal (ponto facultativo após às 14 horas); XV – 25 de dezembro, Natal (feriado nacional); e XVI – 31 de dezembro, véspera de ano novo (ponto facultativo após às 14 horas). Os feriados estaduais e municipais não constam na publicação e “serão observados pelas repartições da Administração Pública federal direta, autárquica e fundacional, nas respectivas localidades“, assim como as datas religiosas. Fonte: Poder 360

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Elba Ramalho pede rescisão de locação de sua casa por festa durante pandemia

31 de dezembro de 2020, 08:41

A cantora soube da reunião para 700 pessoas quando estava na missa (Foto: Reprodução)

A cantora Elba Ramalho, cuja casa em Trancoso, na Bahia, foi usada para realizar uma festa, quer a rescisão do contrato de aluguel com os inquilinos. "Elba solicitou a retratação e a rescisão do contrato de locação", disse o agente da artista ao UOL Elba também pretende entrar com processo na Justiça contra quem alugou a residência entre os dias 25 de dezembro e 4 de janeiro. Na noite de terça-feira, 29, a polícia local interrompeu uma festa na casa que estava alugada para turistas.  Segundo ela, alugar a casa no fim de ano é uma prática tradicional.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Opinião: Que 2020 sirva de lição

30 de dezembro de 2020, 14:54

(Foto: Gervásio Lima)

*Por Gervásio Lima  -   Entre os pedidos que estão no topo dos desejos da população mundial, o de esquecer o ano de 2020, como se ele não tivesse existido, aparece como um dos principais. As consequências provenientes da contaminação do novo coronavírus e o desenvolvimento da Covid-19, doença causada por esse agente infeccioso, causaram um verdadeiro rebu mundial. Depois de mais de um século da última pandemia (Gripe Espanhola), a humanidade, que há cerca de 11 meses pregava saber de 'quase tudo', descobriu que 'quem sabe menos das coisas sabe muito mais que ela'. Pois bem, o ano de 2020 não é para ser excomungado e muito menos esquecido, até porque não seria ele o responsável por todo o mal que aconteceu neste intervalo de tempo que o planeta terra completa (ou) mais uma volta em torno do Sol. 2020 é motivo de se comemorar por ter mostrado a fraqueza para os que se achavam fortes, a dor para os insensíveis, a fé para os incrédulos e o amor para os mal-amados. Um momento de reflexão, compaixão e empatia, recheado de interrogações espirituais, propósitos e provações. Este é (ou foi - depende do dia em que está lendo este texto) o ano que as pessoas providas de sensatez, coerência, ponderação, equilíbrio e discernimento conseguiram entender, e dentro do possível aceitar, de forma que, o que para muitos foi um dano, na verdade foi um momento de compreensão e de lições, principalmente de vida. Enxergar a realidade é ter a capacidade não só de encará-la, mas de enfrentar, lutar e vencer. Durante uma batalha o guerreiro não tem tempo para saber o motivo do combate, o importante no momento é se defender e se manter vivo, usando todos os recursos que lhes é oferecido. Procurar culpado neste momento não resolverá o problema em que está envolvido ou foi submetido. As indefinições, as incompreensões, as incertezas, as angústias e todos os medos serão substituídos pela gratidão, compaixão, generosidade, resiliência, esperança e amor a si próprio e ao próximo. Acreditar que o melhor está por vir não é vaticinar, é ter fé no homem e fé na vida. Antes de pensar em procrastinar o uso de um determinado medicamento por acreditar em conspirações ou em opiniões irresponsáveis daqueles que deveriam usar a coerência e a importância da função que exerce, é bom lembrar que a erradicação de diversas enfermidades se deu por conta do uso de imunizantes específicos, das vacinas. A vacina é a forma mais eficaz de prevenir doenças em todas as fases da vida. Elas defendem o organismo dos vírus e bactérias que provocam doenças e podem até levar o indivíduo à morte. Milhares de brasileiros tiveram paralisia irreversível ou morreram por conta da poliomielite, até que uma vacina foi desenvolvida e a doença é considerada atualmente erradicada no país. Pense nisso! Ano Novo, Viva a Vida! *Jornalista e historiador  

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Há 125 anos, os irmãos Lumière faziam a primeira exibição de um filme

30 de dezembro de 2020, 10:40

Os irmãos mudaram a história do mundo (Foto: Reprodução)

Ofinal do ano de 1895 em Paris foi marcado por um evento que mudaria a história do mundo: no dia 28 de dezembro, no café mais badalado da Cidade Luz, os irmão Lumière organizaram a primeira exibição de um filme e apresentaram uma grande invenção: o cinematógrafo. Para entender a história do cinema, temos primeiramente que pensar na fotografia. Nela é possível fixar a imagem em uma superfície: papel, metal ou vidro. E o que o cinematógrafo fez foi colocar uma série de imagens gravadas em movimento. Tanto que a palavra cinema é a abreviação de cinematógrafo: cine que vem do grego movimento e ágrafo, que significa gravar. O gerente da cinemateca do museu do amanhã, no rio de janeiro, Hernani Heffner lembra que a invenção é fruto de muita pesquisa. O aparelho que mudou a história do mundo não foi comercializado pelos seus criadores, Auguste e Louis Lumière. Mas logo surgiram as réplicas. E uma curiosidade: um ano depois da exibição em paris, os irmão Lumière fizeram a primeira exibição de um filme no rio de janeiro, no dia 8 de julho de 1896, marcando assim a chegada do cinema no Brasil. Com informações da Agência Brasil

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

PM da Bahia encerra festa clandestina na casa de Elba Ramalho, em Trancoso

30 de dezembro de 2020, 09:05

Mesmo sendo da cantora, a residência estava alugada para um grupo de São Paulo. (Foto: Reprodução)

A Polícia Militar encerrou uma festa clandestina que estava acontecendo na noite desta terça-feira (29), na casa de praia da cantora Elba Ramalho, em Trancoso, no sul da Bahia. De acordo com informações preliminares passadas ao site Alô Alô Bahia, cerca de 400 pessoas participavam do evento. Casa de Elba Ramalho em Trancoso/BaMesmo sendo da cantora, a residência estava alugada para um grupo de São Paulo. Em contato com o site Alô Alô Bahia, a Polícia Militar confirmou a informação.Uma fonte na cidade, sob a condição de anonimato, nos contou que a aglomeração era grande inclusive do lado de fora da casa. “Não dava nem para passar na entrada da residência do tanto de gente que tinha na porta”, contou. A batida policial ocorre horas após o Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) voltar a proibir festas em Porto Seguro, onde fica Trancoso, neste período de fim de ano. A decisão foi da desembargadora Cinthya Maria Pina Resende, que derrubou decisão contrária do juiz plantonista da Comarca de Porto Seguro que autorizou a realização de eventos festivos com até 200 pessoas.A decisão ocorreu após pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE), sob expressa solicitação do governador Rui Costa, que na véspera já havia avisado que o governo iria recorrer.De acordo com a desembargadora, é o TJBA que deve conhecer e julgar demandas envolvendo os municípios do estado.Quase sem leitosEm Porto Seguro, segundo dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), o Hospital Neuroccor, único com leitos reservados para pacientes com covid-19 na cidade, está com 80% dos leitos de UTI adulto ocupados. Dos dez totais, apenas dois estão livres, informa o jornal Correio*.Já de acordo com a TV Bahia, a taxa de ocupação de leitos gerais do Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, está em 100%. Retirado do site Brasil247  

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Após bater o carro, mulher não faz bafômetro e alega que cachorro dirigia o veículo

29 de dezembro de 2020, 18:49

Após bater o carro, mulher não faz bafômetro e alega que cachorro dirigia o veículo (Foto: Reprodução)

Beber e dirigir sempre é uma péssima ideia e, quando se é pego, é melhor confessar o erro e suportar quaisquer consequências dos seus atos. Mas, não para essa mulher, que recusou fazer o bafômetro e ainda afirmou que o cão estava dirigindo seu carro. Essa desculpa parece ser algo de um filme de comédia, mas realmente aconteceu em Vancouver, no Canadá. De acordo com relatos do NY Post, uma mulher teria batido o carro em uma vala e colocou a culpa de toda a confusão em seu cão. “A mulher disse à polícia que eram apenas ela e seu cachorro dentro do veículo no momento em que ele foi levado para a vala – e que o cachorro estava dirigindo”, disse o Royal Canadian Mounted Police de Comox Valley em um relatório oficial. “O policial rapidamente desenvolveu a opinião de que a capacidade desta mulher de operar seu veículo motorizado foi afetada pelo álcool.” A mulher estava aparentemente ilesa e recusou o teste do bafômetro, então ela estava apenas supostamente sob a influência de álcool. Infelizmente para ela, no entanto, a pena por recusar um bafômetro no Canadá é a suspensão de 90 dias da carteira de motorista. Também não está claro se o cão em questão era realmente grande o suficiente para dirigir o veículo ou se a história é completamente falsa. Fonte: Per é Pop

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Jovens negros são retirados à força de shopping na Bahia (Vídeo)

29 de dezembro de 2020, 15:52

(Foto: Reprodução)

Dois jovens negros foram retirados à força do Salvador Shopping, na Bahia, por seguranças do estabelecimento na segunda-feira (28). Em um vídeo que circula nas redes sociais, um dos jovens grita por socorro enquanto recebe um mata-leão e é arrastado por dois funcionários. As informações são do jornal Correio e do Uol. https://youtu.be/bVR_r1VYy-k De acordo com testemunhas, os meninos pareciam ter entre 12 e 16 anos. Nas redes sociais, a truculência dos seguranças foi criticada. Segundo o Salvador Shopping, os jovens foram levados para os corredores internos do shopping e depois para a polícia. Um deles foi liberado e outro encaminhado para a delegacia. Um grupo de pessoas ficou no shopping acompanhando a ação dos seguranças. Ao Correio, um casal que conseguiu acompanhar a saída dos meninos do local afirmou que o jovem levado para a delegacia foi acusado de agressão. Em nota ao Correio, o Salvador Shopping lamentou o ocorrido e disse que a conduta dos colaboradores envolvidos está em desacordo com as orientações e treinamentos da equipe. No entanto, o estabelecimento não informou qual foi o motivo da retirada dos meninos do local. “O fato está sendo apurado internamente para a individualização das responsabilidades e aplicação das sanções cabíveis. Queremos reiterar que, em momento algum, concordamos com o que acontece nas imagens. O centro de compras reforça que vem dialogando com todos os órgãos competentes sobre o tema”, diz a nota. Procurada pelo Uol, a Polícia Militar informou que foi acionada para atender uma ocorrência de agressão. Um dos vigilantes do shopping teria informado a equipe de que um menor teria agredido um dos seguranças. Os envolvidos foram levados para a DAI (Delegacia para o Adolescente Infrator). Conforme a Polícia Civil, o menor levado à delegacia tinha 15 anos. Dois funcionários do shopping alegaram terem sido xingados e ameaçados pelo garoto, que também tentou agredi-los. Um Boletim de Ocorrência Circunstanciado foi registrado e o menor foi encaminhado à Promotoria da Infância e da Juventude.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Empresário, mulher e filhas morrem em acidente com avião de pequeno porte

29 de dezembro de 2020, 14:41

As vítimas são o empresário Valdecy Cruzeiro, a esposa dele, Luciana Brito Cruzeiro, e as filhas Beatriz Cruzeiro e Julia Cruzeiro (Foto: Redes Sociais)

Quatro pessoas da mesma família morreram após um acidente envolvendo um avião de pequeno porte na região entre os municípios de Roncador e Mato Rico, no Paraná, nesta terça-feira (29). As vítimas são o empresário Valdecy Cruzeiro, a esposa dele, Luciana Brito Cruzeiro, e as filhas Beatriz Cruzeiro e Julia Cruzeiro. As informações são do Paraná Portal e do G1. De acordo com os moradores da região, eles escutaram um forte estrondo e quando foram até a área rural encontraram parte do avião em uma plantação e outra parte dentro do Rio dos Macacos. A Policia Militar e a Defesa Civil foram acionadas. Conforme as autoridades, a primeira linha de investigação é que o avião caiu durante um temporal que atingiu a região no início da manhã. A família decolou do aeroporto de Goioerê, na região noroeste do Paraná, com destino a Guaratuba, no litoral do estado. Os corpos serão levados ao Instituto Médico Legal (IML) de Guarapuava. Segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), a aeronave, comprada em setembro deste ano, pertencia à Valdecy Cruzeiro, dono de uma loja de materiais de construção. O avião monomotor Cessna 177B tinha capacidade para três pessoas e estava em situação normal de aeronavegabilidade. Fonte: IstoÉ   

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS