NOTÍCIAS EM DESTAQUE


Que tal um mousse de café para os dias de isolamento ? Segue a receita

24 de março de 2020, 14:55

Nessa receita de mousse, uma sobremesa bem prática, o café se torna doce e faz as delícias dos viciados (Foto: Reprodução)

Café é uma bebida deliciosa, mas e se disséssemos que é possível comê-lo também? Nessa receita de mousse, uma sobremesa bem prática, o café se torna doce e faz as delícias dos viciados. Confira o passo a passo: Ingredientes 1 envelope de gelatina em pó sem sabor 3 ovos ½ xícara de chá de leite 50 ml de café 1 lata de leite condensado Raspas de chocolate para decorar Modo de Preparo Separe a gema da clara do ovo e bata as claras em neve. Dissolva a gelatina em meia xícara de chá de água fria. Reserve. Desmanche as gemas no leite e junte a gelatina. Acrescente o café frio e misture bem. Aqueça a mistura em banho-maria até que a gelatina se dissolva por completo. Retire do fogo, junte o leite condensado e, por último, as claras batidas em neve. Misture delicadamente. Despeje a mistura em taças e leve à geladeira até firmar. Dica: sirva com chantilly e decore com raspas de chocolate.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Pastor pede doações de fiéis por transferência bancária durante crise

24 de março de 2020, 12:46

Como as igrejas têm fechado as portas devido à pandemia, o pastor tem sugerido essa via como uma forma de seus seguidores enviarem recursos para a congregação (Foto: Twitter/Reprodução)

Em cultos transmitidos pela RiT (Rede Internacional de Televisão) e pela internet, o pastor R.R. Soares, líder da Igreja Internacional da Graça de Deus, tem pedido aos fiéis que façam doações por meio de transferências bancárias ou nas lotéricas pelo período que durar a crise do coronavírus. Como as igrejas têm fechado as portas devido à pandemia, o pastor tem sugerido essa via como uma forma de seus seguidores enviarem recursos para a congregação. "Queria fazer um apelo a toda pessoa que ama a obra de Deus. Vocês sabem que as nossas igrejas estão fechadas, mas os compromissos continuam. Exatamente, não entraram em quarentena. Amanhã, quando o banco abrir... Banco talvez você não possa ir, parece que também vai fechar. Mas você, da sua casa, pode fazer a transferência", disse Soares nesta segunda-feira (23). Na sequência, ele informa os números das contas para depósito nos diferentes bancos: Itaú, Bradesco e Banco do Brasil.Caso não seja possível ao fiel fazer uma transferência bancária, Soares sugere a ida a alguma lotérica."Olha, nós estamos precisando. Aquele que ama Deus, se puder, ajuda-nos, para quando abrir a igreja nós abrirmos mesmo, e não mantermos fechada porque não pagamos o aluguel. Não, não, nós vamos pagar tudo direitinho", completa. Reportagem da Folha de S.Paulo de 2018 afirmava que a dívida da Igreja Internacional da Graça de Deus com a Receita Federal era de R$ 85,3 milhões. Ao final de 2019, levantamento da Agência Pública apontava uma dívida de mais de R$ 127 milhões.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Prefeitos defendem adiamento de eleições e votação única

24 de março de 2020, 12:01

A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) defende uma disputa única no País a cada cinco anos, sem reeleição (Foto: LatinContent/Getty Images)

Além de defender o adiamento das eleições municipais, sob o argumento de que é preciso dar prioridade para o combate ao coronavírus, prefeitos e dirigentes partidários passaram a pregar também a ideia de realizar a escolha para todos os cargos do País de uma única vez. A proposta envolve, ainda, acabar com a reeleição para o Executivo. A Confederação Nacional dos Municípios (CNM) defende uma disputa única no País a cada cinco anos, sem reeleição. Atualmente, prefeitos, governadores e o presidente da República podem ser eleitos para dois mandatos consecutivos, cada um deles de quatro anos. Duas propostas de realização de eleições únicas no mesmo ano tramitam na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa. A presidente do colegiado, Simone Tebet (MDB-MS), porém, afastou a possibilidade de discutir o adiamento do pleito. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a hora é de se concentrar apenas no combate à pandemia. "Na hora correta, vamos cuidar da eleição." "Entendo que a suspensão da eleição é inevitável", afirmou o presidente da CNM, Glademir Aroldi, citando a projeção de picos da doença em julho e agosto no Brasil e a estabilização em setembro. "Quanto custa uma eleição para o País? Esse dinheiro não deveria ser usado para o combate ao coronavírus, para tratar da saúde das pessoas?" Presidente da Frente Nacional de Prefeitos, Jonas Donizette (PSB), disse que o adiamento das eleições pode ser decidido mais para frente, se for o caso. No domingo, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, propôs o adiamento das eleições. Na sua opinião, seria uma "tragédia" fazer campanha nos próximos meses, pedindo voto. No Congresso, o líder do PSL no Senado, Major Olimpio (PSL), começou a coletar assinaturas para protocolar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para oficializar o adiamento. "Essa medida faz-se necessária neste momento não só para que evitemos aglomeração de pessoas, mas para que economizemos bilhões", afirmou. O vice-líder do governo no Senado, Elmano Férrer (Podemos-PI) também defende a aprovação de uma PEC. Pelo calendário eleitoral, a campanha começa em 16 de agosto. O primeiro turno está marcado para 4 de outubro. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Comunicado JMC

24 de março de 2020, 11:26

(Foto: DR)

A Jacobina Mineração e Comércio (JMC) entende que este é um momento difícil e incerto para todos. Sabemos que a comunidade está preocupada com as suas famílias. É importante que você saiba que a empresa está aqui para apoiá-los, e que nossos empregados e a comunidade estão no centro de todas as decisões que tomamos. A empresa é um motor econômico regional que proporciona emprego e apoia as empresas locais que, por sua vez, geram mais empregos. Sempre nos esforçamos para estar presentes em momentos de necessidade, e estaremos presentes também durante esta crise sem precedentes, tomando ações concretas para ajudar a comunidade de todas as maneiras que pudermos. Manter Jacobina operando é essencial para a estabilidade da economia local, especialmente durante estes tempos difíceis. É possível gerir a crise sanitária enfrentada pela comunidade como uma prioridade e, ao mesmo tempo, garantir a continuidade operacional. Felizmente, hoje, ninguém na cidade de Jacobina ou na empresa foi diagnosticado com o Covid-19. Estamos tomando todas as precauções para garantir que continue assim. O Comitê de Gestão de Crise que foi criado pela empresa, constituído pelo gerente-geral e outros líderes da empresa, está se reunindo diariamente, monitorando de perto o surto e consultando regularmente a comunidade e as autoridades locais para garantir que esteja tomando decisões e medidas corretas para manter os empregados, as famílias e a comunidade em segurança. É importante também que, diante do medo e da incerteza, mantenhamos as boas perspectivas, não divulgando notícias falsas e não nos comportando de maneira imprudente. A lista de medidas que estamos tomando para proteger os empregados, suas famílias e a comunidades inclui o seguinte: · Proibição de todas as viagens domésticas e internacionais de empregados, sem exceções. · Aumento significativo da higienização e desinfecção nas áreas da empresa. · Reuniões com mais de dez pessoas foram proibidas e a videoconferência está sendo priorizada. · Os empregados que podem trabalhar remotamente fizeram a transição para um acordo de trabalhar em casa. Além disso, todos os estagiários, aprendizes, maiores de 60 anos e mulheres grávidas cujas funções não podem ser desempenhadas em casa receberam licença temporária remunerada. · Terceirizados foram colocados em licença temporária remunerada. · Todos os veículos que transportam empregados são desinfetados após cada viagem, fora do local. · O número de ônibus que transportam os empregados foi aumentado para garantir um espaçamento suficiente e minimizar o fluxo de pessoas durante as mudanças de turno. · Os procedimentos de troca de turno também estão sendo ajustados para reforçar ainda mais o distanciamento social. · Os visitantes estão proibidos de entrar na empresa. · Estão sendo adquiridas vacinas contra outras formas de influenza (gripe) para aumentar a resistência. · Estamos aplicando diretrizes rigorosas de distanciamento social durante toda a operação, inclusive durante as refeições e reuniões. · Todas as pessoas que chegam à mina, incluindo nossos empregados, passam por uma triagem incluindo questionários e verificações de temperatura antes de ser permitida a entrada de cada um. · As entregas à mina são limitadas aos suprimentos vitais necessários para manter a operação em funcionamento. Todos os condutores de entregas recebem os mesmos procedimentos de triagem que nossos empregados. · Qualquer empregado que desenvolver sintomas semelhantes aos da gripe será encaminhado para avaliação médica e solicitado a permanecer em casa (enquanto aguardam os resultados do teste Covid-19). · À qualquer pessoa que tenha tido contato com alguém que tenha desenvolvido sintomas semelhantes à gripe será solicitado que permaneça em casa, como medida de precaução, por 14 dias ou até confirmar que o indivíduo com quem entrou em contato teve um resultado negativo para o novo Coronavírus (Covid-19). · À qualquer pessoa que tenha retornado recentemente de viagens ao exterior será solicitado que permaneça em casa por 14 dias antes de poder voltar ao trabalho. · A JMC também contratou pessoal adicional, conforme a necessidade, para seu ambulatório no local, que atualmente conta com um médico e 6 profissionais de enfermagem. · A JMC segue cuidadosamente as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde para impedir a propagação novo Coronavírus (Covid-19). A JMC planeja implementar medidas adicionais para apoiar a comunidade nos próximos dias e atualmente reservou um fundo para a compra de equipamentos de saúde e de proteção e medicamentos, além de fornecer suprimentos preventivos para o município. Estamos fazendo tudo o que podemos para apoiar a comunidade durante este momento difícil e tomando todas as precauções para evitar que a Covid-19 perturbe nossas vidas mais do que já fez e garantir que a JMC continue operando para o benefício de todos.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Capim Grosso: Ex-prefeito morre enquanto fazia caminhada

24 de março de 2020, 11:00

(Foto: Álbum de família)

O município de Capim Grosso amanheceu com uma triste notícia. No início da manhã desta terça-feira (24), o ex-prefeito Cesiano Carlos do Nascimento, de 73 anos de idade, conhecido como César, foi encontrado morto às margens da rodovia BR 324, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo informações, populares que faziam caminhadas no acostamento da rodovia encontraram o ex-prefeito desacordado e, de pronto, tentaram reanimaram. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado, mas quando os socorristas chegaram constataram que o mesmo já não possuía mais sinais vitais, o que foi constatado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Capim Grosso, para onde o corpo foi levado. César foi o primeiro prefeito de Capim Grosso, exercendo o cargo de 1986 a 1988, sendo uma das figuras mais importante na luta pela emancipação política daquele município. O local do velório e do sepultamento ainda não foi divulgado. O Executivo Municipal divulgou nota de pesar pelo falecimento do ex-prefeito César: A em nota divulgada em rede social,  o Executivo Municipal lamentou a morte do ex-prefeito: “Em nome da prefeita Lydia Pinheiro, vice-prefeito Frank Neto, secretários e demais servidores municipais, lamentamos com profundo pesar e manifestamos solidariedade à família. Um dos mais importantes políticos e homem público de Capim Grosso, que deixa um grande legado no coração dos capimgrossenses”.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Prefeitura de Jacobina inicia atendimento noturno em postos de saúde

23 de março de 2020, 21:28

(Foto: Ascom/PMJ)

(Da assessoria) - Na noite desta segunda-feira (23), foi dado início a uma ação da Secretaria Municipal da Saúde em duas unidades satélites no município de Jacobina. A iniciativa visa referenciar os atendimentos no período das 17h às 22h de segunda a sexta-feira e aos sábados das 8h às 12h. Inicialmente a equipe da UBS Ladeira Vermelha esteve atendendo na Semusa (Caeira) e a Equipe da UBS da Bananeira no Posto de Saúde da Matriz. Segundo a enfermeira Helen Mesquita, coordenadora da equipe que atuou na Semusa, a proposta é uma medida preventiva que amplia a oportunidade dos serviços da atenção básica, acolhendo os casos suspeitos do no coronavírus durante a noite. “Nossa unidade de referência contra o COVID-19  é a UPA que, dispõe de uma estrutura de urgência e emergência, recebendo casos graves, aqueles que apresentem dispnéia, ou seja falta de ar excessiva, porém, os casos com sintomas gripais devem procurar os PSFs e as unidades satélites que estão atendendo a partir do dia de hoje em horário estendido, atentando que, as pessoas que apresentarem os aspectos suspeitos entrarão em quarentena de 7 a 14 dias a depender do caso, é a partir de então, serão monitorados pelas equipes de saúde do município”, ressaltou Helen.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Jacobina: No primeiro dia do Decreto de medidas contra o Covid-19 foi possível encontrar trabalhadores e moradores nas ruas

23 de março de 2020, 19:41

No final da tarde prepostos da MAF trabalhavam em uma obra entre as ruas Margem Rio do Ouro e Professor Tavares, no Bairro da Matriz (Foto: Notícia Limpa)

No primeiro dia do Decreto Municipal que estabelece medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em Jacobina, onde entre outras determinações suspende a realização de eventos públicos, proibi a venda de bebidas alcoólicas e ordena o fechamento do comércio, o cumprimento não atingiu a porcentagem esperada. Ao transitar pela cidade era possível encontrar algum estabelecimento aberto. Na porta da Igreja Matriz (detalhe), avisos informam que as missas estão suspensas por tempo indeterminado O que mais chamou a atenção nesta segunda-feira (23) foi encontrar Os Correios, o Serviço de Apoio ao Cidadão (SAC/BA) e alguns templos religiosos abertos e funcionários da Jacobina Mineração e Comércio (JMC) e da MAF ESCAVE (empresa responsável pela execução da obra de esgotamento sanitário), se deslocando para seus locais de trabalho. Todos esses locais citados inevitavelmente concentram números consideráveis de pessoas. Outra preocupação da população que não conseguiu evitar a saída de suas casas foi a falta de álcool gel na cidade. Nos estabelecimento onde poderia ser encontrado para a venda, nem o álcool para o uso do cliente estava disponível, principalmente nas farmácias, atividades comerciais com abertura sem restrição. Pesquisa Datafolha divulgada na noite do último sábado (21) aponta que 73% dos brasileiros aprovam as recentes medidas adotadas pelo poder público na tentativa de conter a pandemia do coronavírus, mas o não cumprimento dos decretos por parte das próprias instituições e principalmente pela população é uma realidade preocupante as ser observada por quem de direito.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Vacina russa contra COVID-19 conclui com sucesso 1ª fase de testes

23 de março de 2020, 16:49

Segundo a FMBA, os primeiros testes com animais já estão sendo realizados (Foto: Sputinik )

A chefe da Agência Federal para Assuntos Médico-Biológicos da Rússia, Veronika Skvortsova, anunciou que a vacina ficará pronta em 11 meses. Nesta segunda-feira (23), a Agência Federal para Assuntos Médico-Biológicos (FMBA, na sigla em russo), anunciou que a vacina, que está sendo desenvolvida contra o novo coronavírus, concluiu com sucesso a primeira fase de testes. De acordo com a chefe do órgão, Veronika Skvortsova, todas as etapas de testes devem ser concluídas até junho e a vacina poderá ficar pronta em até 11 meses. "A vacina concluiu a primeira fase de desenvolvimento. Se trata de uma vacina recombinante, [proveniente] não do vírus vivo, mas, sim, de proteínas que contêm os chamados epítopos, ou seja, o sítio de ligação específico do vírus", explicou Skvortsova. Os epítopos, ou determinantes antigênicos, consistem nos sítios de ligação que são reconhecidos pelos anticorpos que reagem ao vírus. Três protótipos Em 20 de março, cientistas da FMBA informaram que iriam priorizar três protótipos de vacinas contra a COVID-19. "Foram criados três protótipos de vacina, constituídos de proteínas recombinantes baseadas em epítopos da proteína S superficial do SARS-CoV-2", informou a instituição. Segundo a FMBA, os primeiros testes com animais já estão sendo realizados. Nesta segunda-feira (23), o primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, informou que a Rússia tem 438 casos confirmados de coronavírus. O prefeito de Moscou, que reúne a maioria dos casos, anunciou novas medidas de combate à pandemia de COVID-19.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Jacobina: Prefeitura fecha parceria com Yamana Gold para mais investimentos contra o coronavírus

23 de março de 2020, 15:58

O prefeito recebeu os representantes da mineradora em seu gabinete (Foto: Ascom/PMJ)

(Da assessoria) - O prefeito Luciano da Locar recebeu em seu gabinete, Sandro Magalhães (vice-presidente da Yamana Gold no Brasil), Edvaldo Amaral (gerente da unidade Jacobina) e Isadora Cerqueira (coordenadora de comunidades). Na ocasião o Poder Executivo municipal firmou parceria com a mineradora par mais investimentos na luta contra o COVID-19 (novo coronavírus). “Mais uma vez reafirmamos nosso compromisso social com o município de Jacobina que vai além da geração de emprego, estamos para cooperar nos momentos de crise, e queremos muito ajudar com equipamentos e insumos necessários par este momento, por entendermos que sociedade e poder público precisam andar de mãos dadas neste momento”, disse Sandro, vice presidente da multinacional. Ainda em sua fala Magalhães afirmou que a empresa tem buscado obedecer os protocolos do Ministério da Saúde, Governo do Estado e Prefeitura de Jacobina. “Já suspendemos as atividades de cerca de 200 colaboradores, os que podem trabalhar em Home Office ou aqueles que estão dentro do grupo de risco, aumentamos a quantidade de linhas de ônibus para diminuir a quantidade de funcionários por cada transporte, adotamos medidas no nosso refeitório estabelecendo a distância mínima exigida, tudo isso como medidas de segurança para os homens e mulheres que cooperam com a Yamana”, salientou o executivo da mineradora. O prefeito de Jacobina falou também sobre a importância de parcerias desta natureza e que outras empresas também têm colaborado. “ Gostaria de agradecer à Yamana que vem colaborando no aspecto da comunicação e divulgação dos atos por meio de carros de som e hoje colocando-se à disposição para aportar mais recursos, parabenizar a empresa pelas medidas tomadas junto aos funcionários, aproveitar a oportunidade e agradecermos a UNOPAR e também a Marcone da FÓRMULA, parceiros que tem contribuído de forma significativa neste momento crítico”, falou Luciano.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Maia chama MP da suspensão do emprego de ‘capenga’ e cobra solução

23 de março de 2020, 13:28

Para Rodrigo Maia, a medida gerou pânico na sociedade (Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Opresidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), classificou como "capenga" a medida provisória sobre a suspensão do trabalho. "Em algum lugar da burocracia tiraram parte da MP. O que nós conversamos com a equipe econômica sobre essa medida provisória diverge daquilo que está publicado. Tratar de suspensão de contrato de trabalho precisa estar vinculado a uma solução", afirmou nesta segunda-feira, 23, em entrevista pela internet feita pelo BTG. "Nessa MP vinha aquela redução de 50%, até dois salários. Está até na exposição de motivos essa parte que o governo entraria com R$ 10 bilhões, mas sumiu do texto", disse Maia. Para ele, a medida gerou pânico na sociedade. "Tenho certeza que a gente tem de construir rapidamente, junto com a equipe econômica, outra medida provisória, ou uma sinalização clara de que estamos preocupados com solucionar a manutenção dos emprego. Da forma como ficou gerou uma insegurança", comentou o presidente da Câmara.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Criada em laboratório? Quatro teorias falsas sobre a Covid-19

23 de março de 2020, 13:06

O novo coronavírus foi produzido por cientistas em laboratório ou será que veio do espaço? Saiba tudo sobre as teorias da conspiração mais populares, falsas (e bizarras) do momento (Foto: Reprodução)

Desde cobras a morcegos foram vários os animais que integraram a lista de possíveis fontes de origem do vírus Sars-CoV-2, que provocou em todo o mundo a pandemia atual de Covid-19. O mercado da cidade de Wuhan, província de Hubei, na China, foi investigado, embora já seja consenso que este não teria sido o epicentro do novo coronavírus.  Segundo a revista Galileu e a publicação IFLScience, enquanto os cientistas realizam pesquisas rigorosas com o intuito de apurar a origem do vírus, os fãs de teorias da conspiração têm as suas próprias ideias. Eis as teorias mais populares e bizarras - e sem dúvida alguma, absolutamente falsas. 1. Criado em laboratório Conforme destaca a revista Galileu, no início deste mês de março, o ex-presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, publicou na sua conta da rede social Twitter que a Covid-19 não passava de uma arma biológica desenvolvida em laboratório. O homem redigiu inclusive uma  carta ao Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, na qual falava das suas ideias e suspeitas. Para Mahmoud Ahmadinejad, o próprio Bill Gates estaria envolvido na "síntese do vírus", o que por sua vez representaria futuros "grandes negócios" para a Fundação Bill e Melinda Gates. Entretanto no dia 17 de março, um estudo publicado no periódico Nature Medicine conclui que o vírus da Covid-19 só pode ter evoluído naturalmente. 2. O vírus que veio do espaço Segundo a Galileu, o professor Chandra Wickramasinghe, membro do Centro de Astrobiologia de Buckingham, no Reino Unido, declarou que a fonte mais certa do novo coronavírus era um meteorito que caiu no norte da China, em outubro de 2019. Contudo, não foram encontrados quaisquer vestígios da massa espacial no local indicado e, como os epidemiologistas provaram, a Covid-19 compartilha muitas semelhanças com os vírus da SARS e da MERS. 3. Não se trata de um vírus, mas sim de 5G Sim, leu bem. Muitos internautas acreditam piamente que a Covid-19 não é uma doença viral, mas sim o efeito da implantação do 5G, aquela que é a mais recente geração de telecomunicação móvel. Entre os conspiracionistas que acreditam nesta teoria está a cantora Keri Hilson, que divulgou tweets e vídeos explicando porque é que esta hipótese seria plausível.  E como falamos de tecnologia voltamos novamente a Bill Gates... segundo a mesma teoria, o empresário está criando uma vacina contra a Covid-19 que, não é nada mais do que um chip capaz de monitorar os "imunizados". 4. Urina de vaca, cocaína e álcool Na Índia, um grupo de 200 pessoas bebeu urina de vaca numa festa, e pousou para fotografias enquanto o fazia ao lado de uma caricatura do novo coronavírus. As vacas são consideradas sagradas para o povo hindu e muitos acreditam que a sua urina acarreta inúmeros benefícios para a saúde humana. Contudo, (e como provavelmente já imagina) não existem quaisquer evidências científicas que previne ou cure a Covid-19. Entretanto, a teoria sobre a cocaína começou a propagar-se na Europa através da publicação de um tweet que se tornou viral. As alegações no mínimo bizarras chegaram ao conhecimento do governo francês, que imediatamente esclareceu: "não, a cocaína não protege contra a Covid-19". Adicionalmente, outras teorias apontaram o consumo de bebidas alcóolicas como um método preventivo (e claro está ineficaz) contra o novo coronavírus.

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Coronavírus: Em Jacobina, órgãos e empresas descumprem as recomendações das autoridades e mantêm funcionamento

23 de março de 2020, 12:26

(Foto: Notícia Limpa)

Insensato, irresponsável e até mesmo ‘usurento’, estes são alguns dos adjetivos utilizados para se referir às atitudes de proprietários de estabelecimentos comerciais e de responsáveis por determinar a forma de atuação de órgãos públicos com atendimentos diretos à população, a exemplo do SAC/Bahia (Serviço de Apoio ao Cidadão). Com exceção das cidades onde foram confirmados casos do Covid-19 (novo coronavírus), todas as unidades do SAC estão funcionando nesta segunda-feira (23), em regime de agendamento, ou seja, evita-se a aglomeração mas continua expondo o servidor a contatos com possíveis transmissores da doença, ‘um contrassenso’ para a gravidade do problema e o que determinam as autoridades. Em Jacobina, onde um decreto municipal proíbe, da venda de bebidas alcoólicas, ao fechamento do comércio, academias de ginásticas e outras restrições, grandes empresas insistem em andar na contramão, desobedecendo as orientações dos governos do Estado e municipal, e mantém suas atividades. A mineradora de ouro Yamana Gold, por exemplo, segue funcionando ‘normalmente’. O não cumprimento das determinações das autoridades compromete o isolamento social no município e acaba confundindo o comportamento da população. “Toda uma campanha pedindo que as pessoas não saiam de casa, que se mantenham em isolamento pelo período determinado, vai de encontro ao que os próprios governantes permitem na prática. O que pode e o que não pode realmente? É uma Irresponsabilidade sem tamanho manter estabelecimentos abertos durante a pandemia deste coronavírus”, questiona um cidadão jacobinense que pediu para não ser identificado. Umburanas - Em Umburanas, a preocupação dos moradores e de funcionários provocou um pequeno protesto em frente à entrada de um parque eólico que está sendo instalado no município. A aglomeração dos trabalhadores é a principal reclamação (foto). Novo coronavírus na Bahia - A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), anunciou na manhã desta segunda-feira (23), oito novos casos do Covid-19 no Estado. O território baiano passa a ter 63 casos confirmados até o momento. São 4 novos casos em Salvador, 1 em Porto Seguro, 1 em Juazeiro, 1 em Jequié e 1 em Brumado. 12 cidades baianas registraram casos: Salvador (37), Porto Seguro (8), Feira de Santana (6), Lauro de Freitas (3), Prado (2), Itabuna (1), Camaçari (1), Barreiras (1), Conceição do Jacuípe (1), Juazeiro (1), Jequié (1) e Brumado (1).

Leia mais...

DIVULGUE A NOTÍCIA

Os 7 alimentos que são ladrões de energia

Você provavelmente já ouviu falar e leu bastante sobre alimentos e suplementos que aumentam sua disposição e te deixam mais animado para encarar um treino ou até mesmo as tarefas do dia a dia. Mas também existe o outro lado dessa moeda. Não faltam vilões neste mundo na nutrição: os alimentos que são ladrões de energia e podem atrapalhar bastante sua rotina na corrida ou até mesmo se tornar um obstáculo numa prova.

Esses “ladrões” de energia atuam de diferentes maneiras no organismo. Em alguns casos, oferecem tanto açúcar que, num primeiro momento, essa elevada taxa de glicose resulta em mais disposição, mas, logo em seguida, a insulina liberada para normalizar essa glicose faz justamente o caminho contrário. E aí o cansaço chega com tudo.

Também tem aqueles alimentos que dão tanto trabalho para o sistema digestivo que muitos nutrientes são desviados para ajudar nesse processo, fazendo com que eles faltem na produção de energia em outras funções do organismo. Resultado: o corpo logo sente essa queda de disposição.

Para te ajudar a evitar esse cansaço causado pela má alimentação, acionamos três especialistas para fazer uma lista dos maiores ladrões de energia, suas principais armas e como combatê-las. Confira!

Os ladrões de energia 

Carboidratos simples

Alimentos com farinhas brancas vão roubar energia se consumidos em excesso. “Em um pré-treino, por exemplo, são aliados, mas viram vilões se não houver uma atividade física depois”, pondera Mayara Ferrari, nutricionista funcional esportiva. “Isso acontece porque a quantidade de açúcar no sangue fica muito elevada e o pâncreas libera mais insulina para quebrar todos esses carboidratos. Isso pode causar uma grande redução de açúcar no sangue, resultando em fadiga e falta de energia.”

Sal

Aquele sal extra para dar mais gosto à comida pode te deixar mais cansado. Em quantidade exagerada, o sal aumenta a pressão arterial e deixa o organismo mais desidratado porque mais água é necessária para compensar. “Ele prejudica o funcionamento adequado do organismo, que ficará a todo momento buscando esse equilíbrio. Isso dará uma sensação de cansaço e fadiga. Esporadicamente um pouco de sal não tem problema, mas abusar dele diariamente ou usar em grande quantidade é bastante prejudicial”, adverte Mayara.

Alimentos gordurosos e frituras

A gordura em excesso dificulta a digestão e atrapalha a chegada dos nutrientes à corrente sanguínea. “Como possuem uma digestão mais
lenta, eles fazem com que a circulação se concentre na região abdominal por mais tempo. Isso causa uma sensação de letargia e sonolência durante a digestão, que pode passar de três horas. E isso não é bom para quem vai se exercitar, pois precisará de boa circulação nos membros”, alerta a nutricionista Lara Natacci.

Doces

A lógica nesse caso é parecida à dos carboidratos simples: como eles são ricos em açúcar, dão um pico de energia no primeiro momento porque aumentam a quantidade de glicose no sangue, mas se a pessoa não for praticar uma atividade física logo em seguida, essa disposição logo pode virar cansaço. “O organismo vai aumentar a secreção de insulina para normalizar a glicemia, que é a quantidade de glicose no sangue. Por isso, a sensação de aumento de energia deve durar pouco e dar lugar à fadiga”, reforça Lara Natacci.

Café

O café, um dos estimulantes mais populares, também pode roubar sua energia. Ele realmente gera mais disposição num primeiro momento, mas sua ação no sistema nervoso tem como um dos efeitos a fadiga. “A cafeína, no cérebro, obstrui os efeitos da adenosina, substância que ajuda na transferência de energia e na promoção do sono, dando o efeito estimulante”, explica André Lemos, médico nutrólogo. “Por outro lado, também inibe a degradação da acetilcolina, que aumenta o estímulo muscular. E a consequência disso são o cansaço e a debilidade”, completa.

Corantes e conservantes

Presentes em muitos produtos industrializados, como nuggets, embutidos (salame, presunto, mortadela, peito de peru) e salsichas, eles
modificam o funcionamento adequado do organismo, que tenta repor o que os corantes “tiram” no processo de digestão. “Eles causam uma cascata de processos inflamatórios e oxidantes. Para reverter essa situação, disponibilizamos muitas vitaminas e minerais, fazendo com que o restante do organismo não funcione adequadamente”, destaca Mayara.

Refrigerante

O refrigerante é um dos “ladrões de energia” mais temidos. Alguns maratonistas e ultramaratonistas o utilizam durante provas quando já estão acostumados a seus efeitos, inclusive psicológicos, mas, para o organismo, eles não têm nada de “bonzinhos”. Isso porque o refrigerante, em geral, tem tudo em excesso: açúcar, sódio e corantes. Assim, desencadeia todos os processos já descritos de uma só vez. Além disso, estudos apontam que o refrigerante ainda pode atrapalhar o padrão de sono, prejudicando o descanso e interferindo na disposição.

VÍDEOS