Número de casos suspeitos de Covid-19 cai para 3 no Brasil

16 de fevereiro de 2020, 00:35

Os pacientes monitorados pelas autoridades de saúde estão nos Estados de São Paulo (2) e Rio Grande do Sul (1) (Foto: Reprodução)

Caiu para 3 o número de casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus no Brasil, informou neste sábado (15.fev.2020) o Ministério da Saúde. Até esta 6ª feira (14.fev), 4 pacientes eram monitorados por suspeita de terem contraído Covid-19 – nome científico atribuído à nova doença pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Os pacientes monitorados pelas autoridades de saúde estão nos Estados de São Paulo (2) e Rio Grande do Sul (1). Até o momento, nenhum caso de Covid-19 foi confirmado no Brasil e 45 suspeitas foram descartadas.

Um dos pacientes com suspeita de infecção foi identificado neste sábado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Trata-se de 1 homem adulto, morador da capital paulista, que tem histórico de viagem à China – de onde o novo coronavírus se espalhou.

O outro paciente com suspeita de Covid-19 no Estado é de Campinas. Os 2 estão em isolamento domiciliar e, segundo as autoridades paulistas de saúde, seus familiares foram orientados a usar máscaras e a seguir outros protocolos de prevenção.

As autoridades sanitárias paulistas também estão preocupadas com a chegada de 1 navio, ao Porto de Santos, que iniciou viagem a partir de Cingapura e passou por portos chineses no último mês. Duas pessoas que estão a bordo apresentaram sintomas de gripe durante a viagem, mas já se recuperaram, segundo informações da TV Globo.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) irá inspecionar a embarcação assim que ela atracar, o que está previsto para ocorrer na 2ª feira (17.fev). Todas as pessoas a bordo serão examinadas ao chegar ao Brasil.

Também neste sábado (15.fev), o Ministério da Defesa divulgou boletim informando que o grupo de brasileiros e parentes repatriados da China e que estão isolados em quarentena em uma base militar em Anápolis (GO) foram submetidos a novos exames clínicos. Todos seguem sem apresentar nenhum sintoma de Covid-19. Caso o quadro permaneça inalterado, o grupo deve ser liberado no dia 27 de fevereiro.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS