NASA planeja usar armas nucleares para ‘lutar’ com asteroides

09 de março de 2018, 11:57

(Foto: © DR)

O plano mencionado continua sendo apenas um projeto e a nave ainda não foi construída.

Cientistas estadunidenses elaboraram um plano para prevenir a possível colisão de qualquer corpo celeste com a Terra. Mas a nova ideia da NASA prevê usar armas nucleares.

O plano, conhecido como HAMMER (martelo), consiste em enviar uma nave ao asteroide, caso ele seja perigoso, para que penetre dentro dele e detone uma carga nuclear. Tais ações devem ser feitas se o asteroide não for detectado a tempo, publica o portal BuzzFeed News. Se o asteroide for detectado a tempo, os cientistas estadunidenses também enviarão a nave, mas desta vez com carga convencional.

HAMMER (Hypervelocity Asteroid Mitigation Mission for Emergency Response, na sigla em inglês) é um fruto da colaboração entre a Administração Nacional de Segurança Nuclear dos EUA, a NASA e os departamentos de energia de duas empresas armamentistas norte-americanas.

Até o momento, o plano mencionado continua sendo apenas um projeto e a nave ainda não foi construída.

O objetivo principal é fazer com que a nave do HAMMER colida contra o asteroide e coloque na sua parte interior uma carga convencional de 8,8 toneladas. Isso será realizado caso o corpo celeste seja pequeno. Mas se for grande, a nave da NASA levará consigo uma carga nuclear.

Vale destacar que atualmente os especialistas entendem o perigo que representa qualquer arma nuclear no espaço. Portanto, esta opção é considerada só em caso de um asteroide ser detectado demasiado tarde e só quando represente uma ameaça real para os seres humanos.

“O tamanho das ogivas nucleares estadunidenses seria suficiente para desviar um asteroide muito grande que apareça do nada”, afirmou o físico David Dearborn do Laboratório Nacional Lawrence Livermore dos EUA ao BuzzFeed News.

Quanto aos detalhes do plano da NASA, eles serão anunciados durante uma conferência no Japão de especialistas em asteroides. Com informações do Sputnik Brasil.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS