NASA encontra ‘1ª superterra próxima’ que pode abrigar vida alienígena

01 de agosto de 2019, 10:49

(Foto: Reprodução)

Um grande salto acaba de ser dado na busca por vida alienígena com a descoberta de um novo planeta localizado a cerca de 31 anos-luz de distância da Terra.

A NASA, com a ajuda de seu telescópio  espacial TESS, conseguiu encontrar a “primeira superterra próxima” e determinou que as condições de vida no planeta lhe permitem vir a ser habitável, escreve o tabloide britânico Mirror.

Embora seu nome oficial seja GJ 357 d, os pesquisadores apelidaram o planeta de ‘superterra’, pois é muito maior do que nosso próprio planeta, e com condições semelhantes.

“Isto é emocionante, pois esta é a primeira superterra próxima da humanidade que poderia abrigar vida – descoberta com a ajuda da TESS, nossa pequena e poderosa missão com um enorme alcance”, disse a líder do estudo, Dra. Lisa Kaltenegger.

Kaltenegger explica que, “com uma atmosfera densa, o planeta GJ 357 d poderia manter água líquida em sua superfície como a Terra” e, dessa forma, “poderíamos coletar sinais de vida com telescópios, dados que em breve estarão online”.

​GJ 357 d: superterra próxima potencialmente habitável está localizada a apenas 31 anos-luz de nós

O GJ 357 d é um dos três planetas que orbitam sua estreia. Junto com ele estão o GJ 357 b (chamado ‘Terra quente’, cerca de 22% maior que a Terra), e GJ 357 c, que é pelo menos 3,4 vezes maior que o nosso planeta.

Os cientistas acreditam que o GJ 357 d poderia proporcionar condições perfeitas, enquanto o GJ 357 b e o GJ 357 c são provavelmente muito quentes para abrigar vida.

A equipe agora espera estudar o planeta mais a fundo para determinar suas condições.

“Nós construímos os primeiros modelos de como este novo mundo poderia ser […] Só de saber que a água líquida pode existir na superfície deste planeta motiva os cientistas a encontrar formas de detectar sinais de vida”, explica Jack Madden, que também trabalhou no estudo.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS