Mulher usa detector de metais em seu quintal e encontra moeda avaliada em R$17 mil

02 de junho de 2020, 05:55

Amanda Johnston fez a descoberta enquanto brincava despretensiosamente com o detector de metais que deu de presente a seu filho mais novo (Foto: Reprodução)

Uma britânica, de 48 anos, transformou seu tédio por conta da quarentena motivada pelo novo coronavírus (Covid-19) em uma sorte grande ao encontrar no jardim de sua casa uma moeda de ouro maciço da época do Rei Henrique VII.

Amanda Johnston fez a descoberta enquanto brincava despretensiosamente com o detector de metais que deu de presente a seu filho mais novo, George, no último Natal. “Eu estava entediada e só queria ver se encontrava algo interessante”, contou Amanda ao jornal britânico “Daily Mirror”.

Em meio a diversos pregos e parafusos, estava o objeto de apenas 29 milímetros de largura e peso de aproximadamente 5 gramas e pelo menos 500 anos de história. “De repente o detector começou a soar alto”, lembra Johnston.

Após desenterrar por alguns minutos, a surpresa. Amanda lembra que o objeto era bastante fino, mas ressalta que logo percebeu que poderia se tratar de algo especial, e põe especial nisso. Em 2019, uma moeda parecida foi vendida por 2,6 mil libras (cerca de R$17 mil).

Amanda Johnston disse não saber como a moeda foi parar lá, mas mostrou que ainda não tem certeza se deseja vender o artefato. “Gostaria de ficar com ela, mas se vale 2.500 libras, é tentador vendê-la”, brincou.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS