Mulher sobrevive a queda de 1.500 metros após paraquedas falhar

21 de agosto de 2019, 16:14

(Foto: Reprodução)

Uma mulher de 30 anos sobreviveu depois de cair de uma altura de mais de 1.500 metros de um avião após saltar de paraquedas. A mulher, cujo nome não foi divulgado, estava saltando perto de Trois-Rivières, em Quebec, no Canadá. Nem o paraquedas principal e nem o dispositivo de segurança reserva se abriram, e a mulher caiu em uma área cheia de árvores, o que amorteceu a queda.

De acordo com a CNN CBC, a mulher está no hospital com várias fraturas, incluindo vértebras quebradas. A polícia de Trois-Rivières disse que sua vida não está em perigo.

Um homem chamado Denis Demers testemunhou o incidente. Ele disse ao canal de televisão que a mulher com o paraquedas estava caindo mais rápido do que qualquer outra pessoa.

“É um milagre”, disse Demers. “Eu não sei como uma pessoa pode sobreviver a uma queda de um avião assim.”

A canadense Océane Duplessis estava prestes a embarcar em um avião para seu próprio salto quando de paraquedas quando viu o acidente. Ela disse à CBC que “assistiu todo o salto até o fim”.

“Nós esperávamos que algo acontecesse”, acrescentou. “Nós estávamos muito preocupados. Muito.”

A polícia disse que a mulher tinha experiência em paraquedismo. Uma investigação está em andamento para determinar se é um caso de negligência criminosa.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS