Modelo econômico da Ponte Salvador-Itaparica é apresentado na Bolsa de Valores

09 de outubro de 2019, 09:03

(Foto: Reprodução)

Investidores brasileiros e estrangeiros participaram nesta terça-feira (8), na Bolsa de Valores de São Paulo, da apresentação (road show) do projeto do Sistema Rodoviário Salvador – Ilha de Itaparica. Os secretários estaduais de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e da Casa Civil, Bruno Dauster, e o secretário executivo do núcleo PPP (Sefaz), Rogério Princhak, fizeram a exposição das informações para organismos financiadores e responderam aos questionamentos dos participantes sobre o modelo econômico, assim como detalhes técnicos da obra.
 
“Apresentar características específicas, viabilidade e importância do projeto é de extrema relevância nesse processo de licitação, pois damos mais segurança aos possíveis investidores”, declarou Dauster. O secretário ainda destacou que o projeto não é apenas uma ação de governo. “Encaramos o projeto como um vetor de desenvolvimento. O nosso foco é no crescimento socioeconômico do estado, em fomentar as atividades industriais, turísticas e comerciais das regiões alcançadas, gerando mais emprego e renda”, disse. 
 
O projeto também contempla a implantação dos acessos à ponte em Salvador, por túneis e viadutos, e em Vera Cruz, com a ligação à BA-001, junto com uma nova rodovia Expressa, além da interligação com a Ponte do Funil, que também será revitalizada. Com a construção da ponte, mais de 10 milhões de baianos em 250 municípios serão beneficiados. Além disso, vai encurtar em 100 quilômetros a distância entre Salvador e o interior baiano.
 
O processo licitatório da ponte Salvador – Ilha de Itaparica está em andamento, com o leilão previsto para ocorrer no mês de novembro. “A expectativa é de que as propostas sejam apresentadas na Bovespa no dia 21, e no dia 27 aconteça a licitação na modalidade leilão. A empresa que solicitar a menor contraprestação máxima de R$ 56 milhões/ano do governo vai realizar a obra, que permitirá mais desenvolvimento para as regiões sul e oeste do estado”, ressaltou Marcus Cavalcanti. O edital do Sistema Viário Oeste pode ser consultado no site da Seinfra
 
Fonte: Ascom/Casa Civil e Seinfra

DIVULGUE A NOTÍCIA

Justiça multa Facebook em R$ 6,6 mi por compartilhar dados de usuários

OMinistério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP) decidiu multar o Facebook em R$ 6,6 milhões por compartilhamento indevido de dados de usuários cadastrados na rede social. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta segunda-feira, 30.

A multa, aplicada pelo Departamento de proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do MJSP, acontece após investigação que identificou “prática abusiva” por parte da empresa de tecnologia, que teria deixado vulneráveis dados de 443 mil usuários.

Segundo nota publicada no site da pasta, “o caso começou a ser investigado após notícia veiculada pela mídia, em 4 de abril de 2018, informando que os usuários do Facebook, no País, poderiam ter sofrido com o uso indevido de dados pela consultoria de marketing político Cambridge Analytica”, que ganhou notoriedade global por ter trabalhado na campanha presidencial de Donald Trump, nos Estados Unidos, e também para a campanha do Brexit, como é conhecido o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Pelo Twitter, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, destacou a decisão do ministério e afirmou que “as redes revolucionaram a forma pela qual nos comunicamos e expressamos, mas há questões sobre privacidade a serem consideradas”. O Facebook tem dez dias para recorrer da decisão.

VÍDEOS