Médico que defendeu vermífugo contra covid-19 está internado em UTI

16 de julho de 2020, 09:52

O cirurgião, que contraiu o novo coronavírus, liderou uma campanha de médicos goianos para distribuição de medicamentos para "prevenção" (Foto: Reprodução)

O médico Joaquim Inácio Melo Júnior – que afirmou durante entrevista na TV Serra Dourada, retransmissora do SBT em Goiás, que estava infectado pelo novo coronavírus, mas estava reagindo “muito bem” graças ao uso do vermífugo ivermectina – deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) nesta quarta-feira (15). O isolamento de Joaquim terminaria no domingo.
 
O cirurgião liderou uma campanha de médicos goianos para distribuição de medicamentos para “prevenção” da COVID-19. Eles chegaram a doar 1,8 mil kits numa paróquia em Aparecida de Goiânia no dia 5 deste mês. 
 
A Sociedade Goiana de Infectologia e o Conselho Regional de Farmácia fizeram alertas contrários à campanha dos médicos.
 
O método sugerido pelo médico durante entrevista não tem nenhum respaldo cientifico.
 
Durante a entrevista, que viralizou nas redes sociais, Melo Júnior informou que ele não chegou a procurar médicos especialistas no início da doença e que tomou o vermífugo como prevenção, assim como o receitou para mais de 100 pacientes.
 

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS