Jovem morre após explosão de churrasqueira no interior de SP

17 de setembro de 2019, 13:48

(Foto: Reprodução)

Natali Steffani Martins, de 22 anos, morreu na manhã dessa segunda-feira (16)  após a explosão de uma churrasqueira em sua casa em Vera Cruz, interior de São Paulo, no último domingo (15). Ela teve 98% do seu corpo queimado. As informações são do UOL.

Segundo amigos da família, a explosão aconteceu quando Natali ajudava o marido, Wellington Matins, de 23 anos, a usar álcool para acender a churrasqueira portátil durante um churrasco.

Ele teve 35% do corpo queimado e está internado na Santa Casa de Marília (SP).

Amigos relataram à polícia que o casal recepcionava os amigos para um churrasco no sábado. De madrugada, Wellington e Natali foram reacender a churrasqueira e ocorreu o acidente. A churrasqueira utilizada era do tipo portátil, que é montada cada vez que é usada. O Corpo de Bombeiros de Marília alertou que a recomendação é nunca utilizar líquidos inflamáveis para acender a churrasqueira, como álcool ou gasolina. “Estes líquidos são voláteis e liberam vapores que tendem a se concentrar e no momento em que entram em contato com a faísca ou o fósforo podem vir a explodir”, afirmou a corporação. No velório, no final da tarde de ontem, a vendedora Vanessa Osório de Lima, amiga de Natali, estava bastante abalada e afirmou que o casal sempre gostava de reunir os amigos aos finais de semana. “Era um casal festeiro. Gostavam de se divertir, sempre reuniam os amigos”, disse.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS