Jacobina: UBS promove 1° Chá de Mulheres

05 de março de 2020, 10:58

O 1º Chá de Mulheres da Ladeira Vermelha faz parte da abertura dos trabalhos do Mês da Mulher. (Foto: UBS Ladeira Vermelha)

A Unidade Básica de Saúde(UBS) do bairro Ladeira Vermelha, em Jacobina, proporcionou  na noite da última terça feira (3), o 1º Chá de Mulheres da comunidade, como parte da abertura dos trabalhos do Mês da Mulher.

Com a colaboração da Igreja Assembléia de Deus, o evento contou com a participação especial das cantoras Viviane e Vanessa, o Quarteto de Metais da Filarmônica 2 de Janeiro e uma roda de conversa com a assistente social e ex-prefeita Valdice Castro.

A ex-prefeita Valdice Castro destacou a importância do evento e a união entre comunidade e instituição para o aperfeiçoamento e a melhoria da qualidade dos serviços oferecidos.“Parabéns a esta equipe maravilhosa, parabéns aos moradores por caminharem juntos com a unidade, à enfermeira Helen, e que esta noite tem gerado alegria ao coração e qualidade de vida para cada mulher” disse.

Conforme Helen Mesquita, coordenadora da unidade, o foco do chá é justamente conclamar as mulheres à valorização da figura feminina e a parceria fraterna entre os profissionais da UBS e a comunidade. “São lutas que devem ser vencidas diariamente, em casa, no trabalho e na sociedade, hoje aqui ouvimos Dona Valdice contar sua história, sou suspeita por ser filha, mas é a história de uma mulher que venceu e superou desafios e preconceitos, hoje aqui ela falou sobre família e o papel da mulher como sendo instrumento de Deus e um ser que transforma o cotidiano, agradecer imensamente à equipe da nossa unidade de saúde e abraçar de maneira especial neste mês de março a cada mulher da Ladeira Vermelha”, ressaltou Helen.

O 1º Chá das Mulheres da UBS da Ladeira Vermelha foi comemorado e elogiado pela comunidade e as participantes. “Foi uma noite encantadora, eu mesmo ganhei uma tarde de maquiagem, valorizando nossa auto estima, agradeço demais a Helen, coordenadora do Unidade Básica de Saúde e à essa equipe que não para e sempre promove algo em interessante para os moradores do Bairro”, agradeceu a moradora Maria Lúcia .

Galeria de fotos:

Principais sintomas físicos e mentais da abstinência de nicotina

A síndrome de abstinência de nicotina provoca inúmeros sintomas nos ex-fumantes. Contudo, explica um artigo publicado no portal Melhor Com Saúde, esses efeitos colaterais variam em intensidade dependendo da pessoa. 

O fato da nicotina ser uma droga muito viciante faz com que o hormônio conhecido como dopamina seja liberado no cérebro – este hormônio é responsável por aumentar a sensação de prazer e bem-estar. E como tal, o organismo reage negativa e violentamente à ausência da droga.

Ainda assim, a síndrome de abstinência de nicotina não representa qualquer risco para a saúde. Estima-se que os sintomas associados à condição afetam até 85% dos ex-fumantes. 

Os sintomas desta síndrome variam, mas, sem dúvida alguma, o mais comum é a vontade de fumar que pode surgir na presença de múltiplos estímulos, como por exemplo ver outra pessoa fumar, ou inclusive sem uma causa aparente.

Os principais sintomas da síndrome de abstinência da nicotina são os seguintes, de acordo com o portal Melhor Com Saúde:

Sintomas físicos

Aumento do apetite
Tosse
Boca seca
Dor de cabeça
Tontura
Fadiga
Coriza (inflamação da mucosa das fossas nasais; rinite, defluxo)
Dor de garganta, na língua ou gengivas
Sensação de aperto no peito
Ganho de peso
Frequência cardíaca mais lenta ou bradicardia
Obstipação
Hipotensão

Sintomas mentais

Ansiedade, inquietação e irritabilidade
Dificuldade em se concentrar
Insônia e dificuldade para dormir bem
Raiva e frustração
Depressão
Desânimo
Mau humor

Os sintomas da síndrome de abstinência da nicotina normalmente duram de 4 a 12 semanas e surgem nas primeiras 12 a 24 horas após parar de fumar. 

Os especialistas explicam que a fase mais critica são as primeiras duas a três semanas de cessação tabágica. Sendo que os sintomas começam gradualmente a desaparecer e, com o tempo o indivíduo aprende a controlar o desejo de fumar. 

VÍDEOS