Jacobina realiza a 34ª Corrida Duque de Caxias

25 de agosto de 2019, 11:23

O vencedor da prova masculina (10 km) foi o atleta Marcos Fernandes da Cruz, de 35 anos, da cidade baiana de Lajedinho (Foto: Reprodução - Arquivos pessoais)

Na manhã deste domingo (25), Jacobina recebeu a 34ª edição da Corrida Duque de Caxias. O evento, que faz parte do calendário esportivo da cidade e da Bahia é realizado pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Esporte e Lazer, contou com mais de mil e 300 inscritos.

Os vencedores das provas masculina e feminina, de 10 km, foram os atletas Marcos Fernandes da Cruz, de 35 anos (equipe JC Corb) e  Marily dos Santos, de 41 anos (equipe Ferbase), respectivamente.

Uma das mais tradicionais corridas de rua do Brasil, a Duque de Caxias de Jacobina, outrora respeitada e literalmente disputada por atletas de todo o país e até mesmo do exterior, tem sido apequenado a cada ano e corre o risco de cair no ostracismo.

Até este sábado (24), véspera da competição, poucas pessoas sabiam da sua existência. Ao contrário de outros anos, chamou atenção a tímida empolgação da cidade em relação ao evento, aquele, que já foi cogitado em fazer parte do seleto grupo de grandes acontecimentos do Guinness Books, o Livro Mundial dos Recordes, pela quantidade de troféus distribuídos em uma única prova,

A chegada apoteótica dos atletas no Estádio José Rocha, com a Esquadrilha da Fumaça da Força Aérea Brasileira (FAB) e paraquedistas proporcionando inesquecíveis espetáculos no ‘céu’ de Jacobina estão apenas nas lembranças. A mudança do local da chegada para a parte externa do estádio desagradou atletas e grande parte da população que lotava as dependências da maior arena esportiva da Chapada Diamantina.

Florentino Cardozo de Assunção Sobrinho

HISTÓRIA – Criada em 1981, pelo então sargento EB Florentino Cardozo de Assunção Sobrinho, a competição chega este ano em sua 34ª edição, com muitas histórias para contar. A primeira Duque de Caxias, edição municipal, aconteceu no dia 30 de agosto de 1981, tendo como participantes apenas atletas do sexo masculino. Inscreveram-se e participaram da primeira edição da Corrida apenas 302 homens, sendo todos os corredores jacobinenses. João Batista dos Santos foi o primeiro vencedor da prova, seguido por Simplício Vida que se tornou bicampeão ao vencer as duas competições seguidas. As mulheres participaram pela primeira vez em 1983. A corrida tem este nome em referência ao Patrono do Exército Brasileiro.

O prefeito de Jacobina, quando aconteceu a primeira corrida (1981), era o médico Flávio Mesquita Marques, considerado um dos principais apoiadores por acreditar no que naquele momento era um embrião. A repercussão da primeira prova foi tão positiva que no ano seguinte, em 29 de agosto de 1982, aconteceu a sua segunda edição. A aglomeração de pessoas nas ruas foi bem maior, houve a participação efetiva de 394 corredores masculinos, e foram disponibilizados 49 troféus para serem entregues aos vencedores da prova. Neste segundo momento o prefeito já era Carlos Pires Daltro (Doutor Carlito), considerado também como um dos grandes apoiadores e incentivadores do evento. A terceira edição da corrida, com caráter ainda municipal, em 28 de agosto de 1983, contou com a participação de 409 corredores e pela primeira vez teve a participação feminina como atletas corredoras.

Em 1995 a corrida pleiteou uma vaga no Livro dos Recordes, devido a entrega de 410 troféus na sua 11ª edição. Pesquisando outras provas no mundo, Capitão Assunção descobriu a possibilidade de inscrever a corrida nesse quesito, uma vez que nenhuma competição da mesma natureza superava a Duque de Caxias de Jacobina em número de troféus, a mais próxima era uma prova em Barcelona, na Espanha, com 222 troféus distribuídos. O Guinness Book chegou a solicitar documentos que comprovassem o feito, a papelada foi enviada, inclusive pela Federação Baiana de Atletismo, mas nunca houve uma resposta.

 Dado ao grande número de expectadores, o prefeito Carlito Daltro, sugeriu que o local de chegada da prova fosse transferido da Praça Rio Branco para o recém-reformado Estádio José Rocha (O Carlitão da época).

Nos anos 90 começaram os shows aéreos da Esquadrilha da Fumaça e paraquedistas, um espetáculo que lotava os hotéis na semana da corrida, com a população alugando também suas casas para suprir a grande demanda.

Os maiores vencedores da prova é o atleta jacobinense “naturalizado”, Giomar Pereira e Marily dos Santos. Entre outros renomados e famosos atletas que participaram da Corrida Duque de Caxias estão: Florindo Correia (ex-campeão baiano e do nordeste), João Fantasma (ex-campeão baiano), João da Mata (vendedor da São Silvestre, Campeão Brasileiro e Pan-americano), José Nascimento (Equipe do Cruzeiro de BH) e um grupo de corredores internacional, oriundos da República do Quênia, na África Oriental.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS