Jacobina: Projeto hortas nas escolas retorna com o início das aulas

13 de março de 2020, 11:03

Roberto Amorim (E), da Secretaria de Meio Ambiente e Glériston Macedo (D), da Secretaria de Educação visitaram as unidades onde foram implantadas as hortas, em Caatinga do Moura (Foto: Ascom/PMJ)

(Da assessoria) – Após o início das aulas das escolas municipais, o engenheiro ambiental e sanitarista, Glériston Macedo, da Secretaria de Educação e Cultura (SEMEC) e o administrador rural,  Roberto Amorim, da Secretaria de Meio Ambiente(SMA), retornaram nesta terça-feira (12), com as visitas técnicas às hortas orgânicas da Creche Vicente Amorim e da Escola Alice Áurea, a ambas localizadas no distrito de Caatinga do Moura.

Conforme combinado desde o início do Projeto, os responsáveis diretos pelo funcionamento das hortas, Georgiton e atualmente a Senhora Lucélia, cumpriram o que foi determinado. “Encontramos a terra preparada e as sementeiras prontas para em breve fazer o transplante das mudas ao canteiro final. Continuamos nesses dois laboratórios de aprendizagem, a analisar possíveis modificações na área e principalmente na forma de irrigar, buscando alcançar o melhor sistema possível e ambientalmente correto para essas duas áreas”, ressaltou Roberto Amorim.

Já Glériston Macedo, destaca o início da segunda etapa do projeto. “Colocamos em andamento a segunda etapa do projeto, que é a compostagem orgânica, que foi passado aos nossos colaboradores os primeiros passos de como colocar em prática pela nossa estagiaria técnica em meio ambiente, Rosângela Santos, do Instituto Federal (IFBA), que após receber as instruções técnicas e metodológicas devidas durante o seu estágio, torno-a apta para a atividade de orientação e acompanhamento do processo”, disse o engenheiro, informando que em breve estará sendo produzido também o adubo orgânico e o adubo foliar, que irá ser utilizado nas hortas. “Outro ponto importante, é que tudo isso é realizado ouvindo e trocando ideias com as pessoas envolvidas, o que torna tudo mais fácil. Este é um projeto de alcance socioambiental imensurável, porque transformam vidas que no futuro irão transformar outras vidas”, completou.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS