Jacobina: Município tem 10 casos de coronavírus em 24 horas; número de contaminados contabiliza 125 até o momento

01 de julho de 2020, 15:13

A média de contaminação subiu para 2,5 casos por dia no município de Jacobina (Foto: Notícia Limpa)

Jacobina acusa o maior número de casos confirmados do novo coronavírus em 24 horas, desde o anúncio do primeiro caso no dia 4 de abril deste ano. De acordo o Informativo Epidemiológico da Secretaria de Saúde, divulgado na manhã desta quarta-feira (1º) o município registrou mais 10 novos casos, passando a ter até o momento 125 positivados.

Como o Notícia Limpa já vem divulgando, o aumento da quantidade de infectados coincide com a reabertura total do comércio, ocorrida através depois de decreto baixado pelo prefeito Luciano Pinheiro no dia 30 de maio. De lá pra cá o número de contaminados deu um verdadeiro ‘pulo’, passando de 45 naquele momento para 125 hoje, um aumento de cerca de 180 por cento, uma média de mais de 2,5 casos por dia.

Com a liberação das parcelas  do auxílio emergencial do governo federal a movimentação nas agências bancárias, principalmente na Caixa Econômica e Lotéricas continua sendo a maior preocupação no que diz respeito à aglomerações, mas é possível perceber também que em alguns estabelecimentos comerciais não tem sido respeitado o distanciamento social. Quanto ao uso de máscaras não tem sido observado o não uso pela população.

No Informativo Epidemiológico desta quarta-feira (1º) consta que 3 exames aguardam resultado do Laboratório Central de Bahia (Lacen),  53 pessoas se encontram em isolamento social em suas residências e duas estão hospitalizadas.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS