Jacobina: A curva do Coronavírus continua subindo e a cidade tem uma média de quase 4 casos por dia desde a flexibilização do isolamento social; Já são 103 positivados

26 de junho de 2020, 15:16

O município registra mais 12 casos em 48 horas (Foto: Notícia Limpa)

Depois de ficar mais de 24 horas fora do ar a plataforma digital criada para divulgar o boletim epidemiológico e outras notícias sobre o coronavírus volta a funcionar e informa que entre a última quarta-feira até está sexta-feira (26), o município registra mais 12 casos positivos do novo coronavírus, contabilizando até o momento 103 infectados. (Veja no final da matéria).

Jacobina ultrapassa a marca dos cem casos e não existe ainda nenhuma posição oficial do Executivo local com relação à medidas que visem conter o aumento de casos na cidade. Enquanto isso a curva de contágio por coronavírus continua subindo.

Coincidentemente, após a abertura total dos serviços considerados não essenciais no município, com a  flexibilização do isolamento social, a quantidade de contaminados passou de 45 no dia 30 de maio, para 103 neste dia 26 de junho, ou seja, um aumento de mais de 100 por cento em menos de um mês. A média de contaminação diária que era menos de um caso por dia passou para quase quatro contaminados/dia.

O Boletim Epidemiológico informa ainda que 44 pessoas estão curadas e 9 exames aguardam resultado do Laboratório Central da Bahia (Lacen).

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS