Interior da Bahia já concentra maior parte dos casos de Covid-19

27 de junho de 2020, 09:44

A cidade de Ipiaú que possui pouco mais de 47 mil habitantes, já contabiliza mais de 1.300 casos confirmados de coronavírus (Foto: Reprodução)

O interior do estado já possui mais casos de coronavírus do que Salvador. Segundo boletim divulgado na última quinta-feira (25) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), pela primeira vez desde a fase inicial da pandemia, a capital registrou abaixo dos 50% de casos de Covid-19 na Bahia: 49,88%.

Desta forma, o interior baiano possui 50,22% dos diagnósticos de novo coronavírus, o que corresponde a 27.477 pessoas infectadas. Enquanto isso, 26.814 testaram positivo para o vírus até a última atualização da pasta da Saúde.

Itabuna, com 2.131 casos Feira de Santana, com 1.781 e Teixeira de Freitas, com 1.010 são os municípios do interior com o maior número de infectados, de forma absoluta. Na região metropolitana, Lauro de Freitas (1.264) e Camaçari (1.057) são as cidades que passaram a barreira dos mil casos confirmados.

Ao todo, 366 cidades baianas possuem registros de infectados pela Covid-19. Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram são Ipiaú (1.323,32), Gandu (1.197,42), Itajuípe (1.156,61), Uruçuca (1.111,17) e São José da Vitória (1.025,28). Via: Bahia Notícias

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS