Homem que gravou vídeo mostrando Ceasa vazia tinha intenção de enganar, conclui Polícia Civil

07 de agosto de 2020, 08:57

Vídeo mostrava Ceasa vazio e alertava para suposto risco de desabastecimento (Foto: Reprodução)

A investigação da Polícia Civil de Minas Gerais concluiu que um vídeo divulgado em março, mostrando a Ceasa (Centrais de Abastecimento de Minas Gerais), em Contagem, supostamente vazia e alertando para “riscos de desabastecimento em virtude das medidas de isolamento” foi produzido com a intenção de enganar. Edson Venâncio, de 48 anos, responsável pela gravação, foi autuado e responderá por contravenção penal.

O inquérito deu conta de que Venâncio manipulou as gravações para dar a impressão de que a Ceasa estava vazia. Entretanto, câmeras de segurança mostraram que o vídeo foi feito no momento de fechamento do estabelecimento, quando os produtos são retirados e estocados. Na época, a versão de Venâncio foi desmentida pela imprensa.

O caso aconteceu em março, logo no início das medidas de isolamento social. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a compartilhar o vídeo em redes sociais, mas apagou e pediu desculpas. Na época, Venâncio foi ouvido pela Polícia Civil e afirmou não esperar que “o material ganhasse tanta proporção “e muito menos que “chegasse até Bolsonaro”.

Edson Venâncio responderá pela Lei de Contavenções Penais. O caso está no Juizado Especial Criminal de Contagem, que pode condená-lo a prisão ou pagamento de multa.

Estado de Minas

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS