Haloterapia: inalação de sal é usada para tratar rinite e sinusite

20 de fevereiro de 2018, 11:46

(Foto: REPRODUÇÃO)

Procedimento chegou ao Brasil há sete anos. Já ouviu falar?

Haloterapia é um tratamento milenar que ajuda pessoas com problemas respiratórios e de pele. Segundo o site da revista “Glamour”, essa técnica surgiu no século 19, mas se popularizou no Brasil há sete anos e propõe sessões de muito sal no ar e relaxamento.

A inalação de sal funciona da seguinte forma: há salas especiais com microclima salino, criado por um aparelho que solta no ar partículas de sal abaixo de 5 mícrons (bem finas). Lá, o paciente passa 45 minutos inalando o sal. São recomendadas sessões em dias seguidos ou no máximo alternando um sim e um não. Os locais que oferecem o tratamento recomendam pacotes de cinco ou 10 sessões.

A haloterapia promete ser uma alternativa natural no tratamento da sinusite, rinite alérgica, gripe, bronquite, asma e tosse. “Isso tudo acontece graças à capacidade do sal de matar fungos e bactérias e diminuir o edema e o inchaço das mucosas nasais. Também temos a liberação de íons negativos, que causam relaxamento”, disse José Ervolino Neto, presidente da Associação Brasileira de Haloterapia – Terapias Integrativas e Complementares.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS