Guia supremo do Irã pede ao povo para “salvar o país” ante avanço do coronavírus

12 de julho de 2020, 10:59

O guia supremo iraniano, aiatolá Ali Khamene (Foto: Reprodução)

O guia supremo do Irã chamou neste domingo de “verdadeira tragédia” a epidemia de COVID-19 e pediu aos iranianos que respeitem as normas de saúde para conter o avanço da doença e “salvar o país”.

A República Islâmica, que anunciou os primeiros casos de coronavírus em fevereiro, é o país mais afetado pela pandemia no Oriente Médio.

“Que cada um contribua com seu grão da melhor maneira para romper a cadeia de transmissão a curto prazo e salvar o país”, declarou o aiatolá Ali Khamenei em uma videoconferência com deputados, de acordo com trechos do discurso divulgados por seu gabinete.

Este foi o primeiro discurso do guia supremo aos deputados do novo Parlamento, que iniciou a legislatura no fim de maio, dominado pelos conservadores e ultraconservadores após as legislativas de fevereiro.

De acordo com o site oficial, Khamenei elogiou os profissionais da saúde por seus “sacrifícios” e criticou “algumas pessoas que não cumprem algo tão simples como usar a máscara” para impedir a propagação do vírus e cujo comportamento provoca “vergonha”.

A epidemia de COVID-19 está em propagação no Irã desde o início de maio.

De acordo com dados oficiais, nas últimas 24 horas o país registrou 194 mortes e 2.186 contágios.

O Irã reporta 257.303 casos acumulados e 12.829 vítimas fatais na pandemia, anunciou neste domingo Sima Sadat Lari, porta-voz do ministério da Saúde.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS