Ex-morena do Tchan, Débora Brasil se torna missionária: “Foi o chamado de Deus”

22 de agosto de 2019, 08:01

Débora Brasil com Carla Perez e Edson Cardoso (à esquerda) como dançarinos do É o Tchan e atualmente (Foto: Extra)

O

sucesso nos anos 90 com o ‘É o Tchan’ e a fama de ‘primeira morena do Tchan’ agora são apenas lembranças para Débora Brasil.

Convertida ao Evangelho há 10 anos, a ex-dançarina do grupo baiano se tornou missionária, compartilhando seu testemunho em diversas partes do Brasil e hoje também apresenta o programa cristão “Na Lente”, ao lado do jornalista Helton Carvalho.

Segundo a baiana, sua carreira no grupo não foi exatamente algo que a prejudicou, mas hoje ela simplesmente entende que aquele contexto não faz mais parte de sua vida.

“Não fiz nada que prejudicasse a minha integridade, mas foi um círculo que se fechou e que não sinto falta”, explicou a apresentadora, segundo uma nota do jornal Extra.

Em uma entrevista anterior (2016), Débora explicou que sua conversão e consagração ministerial aconteceram em um processo.

“Eu saí a primeira vez do grupo, fiquei fazendo carreira solo, nesse período da carreira solo eu tive um encontro com Jesus, mas mesmo convertida, dentro da igreja, eu continuei fazendo shows. O grupo ‘É o Tchan’ me convidou pra participar dos 10 anos, um DVD de aniversário e eu participei”, contou.

Depois de participar do projeto com os antigos amigos do grupo, Débora sentiu o chamado de Deus e decidiu se desvincular totalmente de seu passado no meio secular.

“Eu entreguei totalmente a minha vida a um chamado que Deus me fez, um chamado missionário. Eu não fiquei mais naquela coisa de que ‘era crente, mas continuava no meio secular’. Eu saí e vim somente fazer a obra de Deus, porque esse foi o chamado de Deus para a minha vida”, acrescentou.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS