Durante ExpoCoité, Governo da Bahia entrega 200 mil mudas de palma para pequenos agricultores

21 de julho de 2019, 15:51

(Foto: Gervásio Lima)

A 20ª edição da ExpoCoité, exposição de caprino e ovinos do município de Conceição do Coité, no Território do Sisal, que iniciou quinta-feira (18), acontece até este domingo (121), com uma série de novidades.

Repetindo o sucesso do evento do ano passado, a Feira da Agricultura Familiar se destaca pelo aumento da participação de pequenos produtores e o aumento de expositores marca a Feira de Negócios.

Fazendo parte ainda da programação estão shows musicais com atrações locais, a tradicional Cavalgada da Luluzinha, que acontece neste domingo (21), e a palestra sobre “Tecnologia do Cultivo Intensivo da Palma (TCIP)”, ministrada por Paulo Suassuna, considerado o maior conhecedor do assunto no Brasil, que foi realizada na manhã do sábado (20).

O Governo da Bahia, através da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), como parte do Programa de Segurança Alimentar do Rebanho distribuiu durante a ExpoCoité, 200 mil mudas de palma para pequenos produtores do Território do Sisal. O Programa tem a finalidade de contribuir para a sustentabilidade da bovinocultura de leite e da caprinovinocultura.

O superintendente da Suaf, Ademilson Rocha (Tiziu), destacou a importância das ações realizadas pelo governo da Bahia para os agricultores familiares. Para o chefe da Suaf, a entrega de 200 mil mudas de palma, para 200 agricultores do Território é um momento histórico, que irá proporcionar a melhora da segurança alimentar do rebanho dos pequenos agricultores e consequentemente melhorar também a sua segurança alimentar e a geração de renda. “Esse momento não é apenas simbólico, mas histórico para Conceição do Coité, para os agricultores e agricultoras familiares do município. O momento é histórico por coincidir com a palestra de Paulo Suassuna, que com seu conhecimento espetacular transmite de forma inteligente sobre palma e o conjunto de elementos relacionados com a convivência com o semiárido”, ressaltou Tiziu, completando que o desafio é cada vez mais fortalecer a agricultura familiar e colocar em prática os elementos da convivência com o semiárido, e que para isso a Secretaria de Desenvolvimento Rural, através de todas suas unidades, inclusive da Superintendência da Agricultura Familiar, sobre a orientação do governador Rui Costa que vem fortalecendo toda a base produtiva, seja com assistência técnica, ações ligadas às agroindústrias e os sistemas produtivos.Para que possam está produzindo mais, conseguindo viver bem e com qualidade no meio rural”, finalizou.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS