Dia da Consciência Negra pode virar feriado nacional; veja onde já é

20 de novembro de 2020, 10:27

O Dia Nacional da Consciência Negra remete à data em que foi morto Zumbi dos Palmares, líder que simboliza a luta contra a escravidão (Foto: Reprodução)

Nesta sexta-feira (20) é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra. A data remete ao dia em que foi morto Zumbi dos Palmares, em 1695, líder que simboliza a luta contra a escravidão, pela liberdade do povo afro-brasileiro. Ele foi o último líder do maior quilombo do período colonial. 

Atualmente, cinco estados e mais de mil municípios adotam a data como feriado local. Um projeto de lei do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), em discussão no Senado, propõe que o Dia Nacional da Consciência Negra seja oficializado feriado nacional (PLS 482/2017). A relatoria é do senador Paulo Paim (PT-RS).

A data

A data remete ao dia em que Zumbi dos Palmares, considerado símbolo de liberdade, resistência da luta da população negra do país, morreu: 20 de novembro de 1965.

Ele foi um dos heróis no combate à escravidão no Brasil e faleceu, enquanto defendia seu povo, no Quilombo dos Palmares, núcleo mais conhecido de resistência negra à escravidão, no país.

Zumbi foi capturado na infância e criado por um padre. Com 12 anos, ele já sabia falar latim, mas o principal para ele sempre foi a luta pela liberdade. O dia é uma homenagem que faz pensar na valorização do povo afro-brasileiro.

Pernambuco

O Dia Nacional da Consciência Negra não é feriado em Pernambuco. Na região Nordeste, todos os municípios de Alagoas, Estado em que o Quilombo dos Palmares se estabeleceu, o Dia da Consciência Negra é feriado.

A região dos Palmares pertencia à Capitania de Pernambuco, quando o quilombola morreu, em 1695. A proposta que fez o Dia da Consciência Negra entrar no calendário nacional teve como objetivo criar uma reflexão sobre o preconceito ainda existente na sociedade brasileira. Apesar disso, a data ainda não se tornou um feriado nacional ’obrigatório’. 

“A história do Brasil foi construída sobre os alicerces de uma sociedade escravocrata agrícola, período que desencadeou na cultura brasileira a superioridade a partir da raça e, com isso, mazelas sociais, que nem mesmo mais de um século da abolição da escravatura conseguiram superar”, afirmou Ivan Moraes, em entrevista ao site da Câmara Municipal do Recife.

Onde é feriado?

O Dia da Consciência Negra é considerado feriado, em 823 cidades do Brasil. A data é celebrada oficialmente desde 2011, mas não chegou a entrar para o calendário de feriados nacional.

Em alguns municípios da região Nordeste, como os 102 de Alagoas e as cidades de Serrinha e Alagoinhas, na Bahia, o dia é feriado.

Nordeste

Alagoas

  • Feriado em todos os municípios

Bahia

  • Alagoinhas
  • Serrinha

Maranhão

  • Pedreiras

Paraíba

  • João Pessoa

Piauí

  • Não é feriado

Rio Grande do Norte

  • Não é feriado

Sergipe

  • Não é feriado

Sul

  • Paraná
  • Guarapuava
  • Santa Catarina
  • Florianópolis
  • Rio Grande do Sul
  • Não é feriado

Sudeste

Espírito Santo

  • Cariacica
  • Guarapari

Minas Gerais

  • Betim
  • Guarani
  • Ibiá
  • Jacutinga

Juiz De Fora

  • Montes Claros
  • Paraíba
  • Santos Dumont
  • Sapucaí-Mirim
  • Uberaba

Rio de Janeiro

  • Feriado em todos os 92 municípios

São Paulo

  • Aguaí
  • Águas da Prata
  • Águas de São Pedro
  • Altinópolis
  • Americana
  • Américo Brasiliense
  • Amparo
  • Aparecida
  • Araçatuba
  • Araçoiaba da Serra
  • Araraquara
  • Araras
  • Atibaia
  • Bananal
  • Barretos
  • Barueri
  • Bofete
  • Borborema
  • Buritama
  • Cabreúva
  • Cajeira
  • Cajobi
  • Campinas
  • Campos do Jordão
  • Canas
  • Capivari
  • Caraguatatuba
  • Carapicuíba
  • Charqueada
  • Chavantes
  • Cordeirópolis
  • Cruz das Almas
  • Diadema
  • Embu Guaçu
  • Embu das Artes
  • Flórida Paulista
  • Franca
  • Franco Da Rocha
  • Francisco Morato
  • Franco da Rocha
  • Getulina
  • Guaíra
  • Guarujá
  • Guarulhos
  • Hortolândia
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Itapecerica da Serra
  • Itapeva
  • Itapevi
  • Itararé
  • Itatiba
  • Itu
  • Ituverava
  • Jaguariúna
  • Jambeiro
  • Jandira
  • Jarinu
  • Jaú
  • Jundiaí
  • Juquitiba
  • Lajes
  • Leme
  • Limeira
  • Mauá
  • Mococa
  • Olímpia
  • Paraíso
  • Paulo de Faria
  • Pedreira
  • Pedro de Toledo
  • Pereira Barreto
  • Peruíbe
  • Piracicaba
  • Pirapora do Bom Jesus
  • Porto Feliz
  • Ribeirão Pires
  • Rincão
  • Rio Claro
  • Rio Grande da Serra
  • Salesópolis
  • Salto
  • Santa Albertina
  • Santa Isabel
  • Santa Rosa de Viterbo
  • Santo André
  • Santos
  • São Bernardo do Campo
  • São Caetano do Sul
  • São João da Boa Vista
  • São Manuel
  • São Paulo
  • São Roque
  • São Vicente
  • Sete Barras
  • Sorocaba
  • Sumaré
  • Suzano

REGIÃO CENTRO-OESTE

Goiás

  • Aparecida de Goiânia
  • Flores de Goiás

Goiânia

  • Santa Rita do Araguaia

Distrito Federal

  • Não é feriado

Mato Grosso

  • Feriado em todos os 141 municípios

Mato Grosso do Sul

  • Corumbá

REGIÃO NORTE

Acre

  • Não é feriado

Amapá

  • Feriado em todos os 16 municípios

Amazonas

  • Feriado em todos 62 municípios

Pará

  • Não é feriado

Rondônia

  • Não é feriado

Roraima

  • Não é feriado

Tocantins

  • Porto Nacional

Principais sintomas físicos e mentais da abstinência de nicotina

A síndrome de abstinência de nicotina provoca inúmeros sintomas nos ex-fumantes. Contudo, explica um artigo publicado no portal Melhor Com Saúde, esses efeitos colaterais variam em intensidade dependendo da pessoa. 

O fato da nicotina ser uma droga muito viciante faz com que o hormônio conhecido como dopamina seja liberado no cérebro – este hormônio é responsável por aumentar a sensação de prazer e bem-estar. E como tal, o organismo reage negativa e violentamente à ausência da droga.

Ainda assim, a síndrome de abstinência de nicotina não representa qualquer risco para a saúde. Estima-se que os sintomas associados à condição afetam até 85% dos ex-fumantes. 

Os sintomas desta síndrome variam, mas, sem dúvida alguma, o mais comum é a vontade de fumar que pode surgir na presença de múltiplos estímulos, como por exemplo ver outra pessoa fumar, ou inclusive sem uma causa aparente.

Os principais sintomas da síndrome de abstinência da nicotina são os seguintes, de acordo com o portal Melhor Com Saúde:

Sintomas físicos

Aumento do apetite
Tosse
Boca seca
Dor de cabeça
Tontura
Fadiga
Coriza (inflamação da mucosa das fossas nasais; rinite, defluxo)
Dor de garganta, na língua ou gengivas
Sensação de aperto no peito
Ganho de peso
Frequência cardíaca mais lenta ou bradicardia
Obstipação
Hipotensão

Sintomas mentais

Ansiedade, inquietação e irritabilidade
Dificuldade em se concentrar
Insônia e dificuldade para dormir bem
Raiva e frustração
Depressão
Desânimo
Mau humor

Os sintomas da síndrome de abstinência da nicotina normalmente duram de 4 a 12 semanas e surgem nas primeiras 12 a 24 horas após parar de fumar. 

Os especialistas explicam que a fase mais critica são as primeiras duas a três semanas de cessação tabágica. Sendo que os sintomas começam gradualmente a desaparecer e, com o tempo o indivíduo aprende a controlar o desejo de fumar. 

VÍDEOS