Descoberto segredo de besouro diabólico, capaz de sobreviver a atropelamento de carro

22 de outubro de 2020, 14:23

As provas mostraram que o inseto pode suportar uma força equivalente a 39.000 vezes seu peso corporal (Foto: Reprodução)

Revelado o segredo da resistência de robusto besouro diabólico, que pode sobreviver até a um atropelamento de carro. Esses achados podem ser usados para construção de uniões sólidas e seguras na engenheira.

Para compreender como funciona a carapaça do inseto, conhecido também como Phloeodes diabolicus, cientistas da Universidade da Califórnia realizaram uma série de análises microscópicas e espectroscópicas de alta resolução. Além do mais, foram empregadas técnicas de impressão 3D para criar estruturas da mesma forma e desenho como é as da “armadura” do besouro diabólico.
As provas mostraram que o inseto pode suportar uma força equivalente a 39.000 vezes seu peso corporal. Para uma pessoa de 90 quilos, isso seria como suportar um peso esmagador de 3.500 toneladas, de acordo com o comunicado.

A sobrevivência deste robusto besouro diabólico depende de dois fatores-chave: sua capacidade de fingir estar morto de forma convincente e seu exoesqueleto, que possuí “uma das estruturas mais duras e resistentes” do mundo animal. Características que se complementam a uma elasticidade conveniente, segundo o estudo publicado na revista Nature.

“O besouro robusto é uma espécie terrestre e por isso não é leve nem rápido, é como se fosse construído como um pequeno tanque”, explicou David Kisailus, professor de Ciência e Engenharia de Materiais da Universidade da Califórnia. “Trata-se de adaptação: não pode voar, por isso fica quieto e deixa que sua armadura, especialmente desenhada, aguente o ataque até que o predador desista”, comentou.

Além disso, sua resistência se deve aos élitros. Em besouros voadores, os élitros são asas anteriores, que se abrem e fecham para proteger as asas de voo. No robusto besouro diabólico essas asas evoluíram e se tornaram “um sólido escudo protetor”.
A camada mais externa da carapaça contém uma maior concentração de proteínas e atribui dureza à mesma. Da mesma forma, a sutura medial que divide os élitros ao largo do abdômen do inseto conecta ambas as partes para suportar sua capacidade elástica.

Em seu habitat natural, o deserto no sudoeste dos EUA, o robusto besouro diabólico pode ser encontrado debaixo das rochas ou espremido entra a casca e o tronco de árvores, outra razão para qual o inseto precisa de um exterior durável.
O professor Kisailus destaca grande perspectiva do estudo do exoesqueleto do besouro e de outros sistemas biológicos para criação de novas substâncias para o benefício da humanidade. O seu laboratório cria materiais compostos avançados com fibra, baseados nas características pesquisadas.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS