Dá para excluir mensagem no WhatsApp 1 dia depois de enviada? Especialista diz que sim

28 de outubro de 2020, 16:09

Ao enviarmos uma mensagem no WhatsApp, temos apenas 68 minutos para eliminá-la (Foto: Reprodução)

Ao enviarmos uma mensagem no WhatsApp, temos apenas 68 minutos para eliminá-la. No entanto, alterando a hora e a data no celular é possível deletar a mensagem após esse período, diz especialista.

Pavel Myasoedov, sócio e diretor da Reserva Intelectual, explica detalhadamente à Sputnik o processo:

“Primeiro, você precisa ativar o modo avião em seu smartphone para que o dispositivo não receba novas mensagens receba novas mensagens. Em seguida, deve definir a data e a hora mais próximas da hora em que a mensagem foi enviada [a diferença não deve ultrapassar os 68 minutos definidos]. Depois disso, você pode deletar a mensagem no aplicativo e voltar às configurações e a data atual.”

Existem duas maneiras de ler uma mensagem eliminada. A primeira é utilizando aplicativos desenvolvidos por terceiros, porém existe o risco de que toda a sua conversa fique disponível a possíveis invasores. A segunda maneira é usar a função de sincronização, embora esteja disponível apenas no sistema Android, observa Myasoedov.

“Se o seu celular está fazendo backup e não teve tempo de salvar a nova conversa, ele pode mostrar mensagens excluídas. É preciso agir com cuidado, pois os mesmos textos que você excluiu vão aparecer no aparelho”, avisa.

Caso o utilizador cometa um erro e exclua a mensagem apenas no seu dispositivo, nem todos poderão apagá-la. Deste modo, perde-se o controle das mensagens e só programas específicos poderão ajudar. Programas esses que devem ser instalados separadamente.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS