Curar a gripe sem medicamentos? É possível e aconselhado

26 de fevereiro de 2018, 08:15

Aos que ainda não se viram livres dos estados gripais e constipações, há medicamentos caseiros que ajudam a aliviar os sintomas sem que tenha de recorrer a medicamentos

Nariz tapado, secreção nasal, dores de garganta, tonturas, febre, dor muscular são alguns dos sintomas da gripe, que não devem ser ignorados mas que não carecem, numa primeira fase, de tratamento por medicação. A defender uma cura mais natural, o espanhol El Confidencial aponta algumas receitas caseiras por que deve optar – acompanhando bastante descanso e muita hidratação, é claro.

Nariz tapado, secreção nasal, dores de garganta, tonturas, febre, dor muscular são alguns dos sintomas da gripe, que não devem ser ignorados mas que não carecem, numa primeira fase, de tratamento por medicação. A defender uma cura mais natural, o espanhol El Confidencial aponta algumas receitas caseiras por que deve optar – acompanhando bastante descanso e muita hidratação, é claro.

Canja: Este é um prato com efeitos anti inflamatórios. Uma pesquisa realizada no Japão garante que a canja de galinha ajuda a reduzir a pressão arterial. Já o Centro Médico da Universidade de Nebrasca aponta que este preparado dificulta o movimento de células do sistema imunológico que se mantêm em zonas infectadas do corpo, onde destroem vírus e bactérias.

Mel: Vários estudos analisam os benefícios do mel enquanto ingrediente que reduz a rapidez com que o vírus da gripe se reproduz. Misturada com limão, vai umedecer e suavizar a garganta. Pelo contrário, o conhecido leite com mel e limão não é aconselhado, uma vez que o leite propicia a produção de mucosas.

Gengibre: Este é o maior aliado contra o frio. As suas propriedades anti-inflamatórias e expectorantes fazem deste o melhor alimento contra qualquer infecção anti respiratória.

Vitamina D: Embora um ponto mais vasto que os outros ‘medicamentos’ citados, cuidar da alimentação tendo em vista a presença de vitamina D é importante, já que reduz em 50% a probabilidade de apanhar infecções respiratórias. Ovos, peixe, azeite ou frutos do bosque são alguns dos alimentos onde a vai encontrar.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS