Cruzeiro recusado por 5 países com receio de coronavírus atracará no Camboja

12 de fevereiro de 2020, 11:50

O MS Westerdam, com 2.257 pessoas a bordo, foi proibido de atracar nos portos de Taiwan, Japão, Guam (território insular dos EUA), Filipinas e Tailândia (Foto: AP Photo / Jae C. Hong)

As autoridades do Camboja aceitaram receber um cruzeiro recusado por cinco países do Sudeste Asiático em meio a temores de que alguns de seus passageiros possam estar infectados pelo coronavírus.

O MS Westerdam, com 1.455 passageiros e 802 tripulantes a bordo, chegará ao porto cambojano de Sihanoukville nesta quinta-feira (13), comunicou a companhia operadora Holland America Line, segundo a agência Reuters.

O barco saiu em 1º de fevereiro do porto de Hong Kong, onde já foram confirmados mais de 49 casos do coronavírus, e em duas semanas deveria visitar vários portos de Taiwan e Japão. Seu ponto final deveria ser o porto japonês de Yokohama, onde deveria atracar neste sábado (15).

Contudo, dias após o início da viagem, o governo japonês anunciou que não deixará a embarcação atracar em seus portos. As autoridades de Taiwan, Guam (território insular dos EUA), Filipinas e Tailândia fizeram o mesmo.

A operadora divulgou que o navio “não está em quarentena”, e salientou que “não há motivos” para acreditar que alguém a bordo esteja infectado com o 2019-nCoV, que já levou a vida de mais de mil pessoas.

Desde 3 de fevereiro, outro cruzeiro, o Diamond Princess, se encontra em quarentena no porto japonês de Yokohama, perto de Tóquio, assim que foi descoberto um caso positivo de infecção de um passageiro. O número total de infectados no mundo a bordo supera 170.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS