Coreia do Norte se mostra disposta a renunciar arma atômica

06 de março de 2018, 10:35

(Foto: © KCNA KCNA / Reuters)

Kim Jong-un considera não precisar desenvolver seu programa nuclear, desde que a segurança de seu regime esteja garantida

A Coréia do Sul e Coréia do Norte irão realizar um encontro histórico em abril, em Seul. Será a primeira cúpula em onze anos e o terceiro encontro em toda a História.

Kim Jong-un, como anunciado pelo presidente da delegação e consultor sul-coreano de Segurança Nacional, Chung Eui-yong, além de está aberto ao diálogo com os Estados Unidos, também se mostra acessível à ideia de suspender seu programa de armas enquanto essas negociações estão ocorrendo, informa o El País. De acordo com o alto funcionário, o líder norte-coreano considera que ele não precisa desenvolver seu programa nuclear, desde que não haja ameaça militar contra seu território e que a segurança de seu regime esteja garantida.

“O Norte declarou claramente seu compromisso com a desnuclearização da península coreana e disse que não seria correto possuir armas nucleares se a segurança de seu regime fosse garantida e as ameaças militares contra a Coréia do Norte fossem eliminadas”, explicou o conselheiro.

“O Sul e o Norte concordaram em estabelecer uma linha direta entre seus líderes para permitir consultas e uma redução da tensão militar. Eles também concordaram em manter sua primeira conversa telefônica antes da terceira Cúpula Sul-Norte “, disse Chung.

As Coréias passam por uma processo de “descongelamento” incipiente na sequência dos Jogos Olímpicos de Inverno no Sul, que teve a participação do Norte e viu os dois países desfilarem sob a mesma bandeira.

Moon, que ganhou as eleições sul-coreanas em maio do ano passado com um programa que prometeu buscar o diálogo com o Norte, insistiu na importância de construir pontes com Pyongyang e na necessidade de o Norte dialogar com os Estados Unidos.

Meses depois de alta tensão sobre o programa nuclear norte-coreano, em episódios que incluíram testes de mísseis balísticos intercontinentais e a detonação de sua maior bomba nuclear até o momento, Washington diz que apoia negociações inter-coreanas, enquanto defende a necessidade de manter alta pressão sobre Pyongyang.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS