Conmebol prepara estádio da final da Libertadores às pressas

20 de novembro de 2019, 12:47

O jogo entre Flamengo e River Plate acabou mudando de lugar (Foto: Reuters)

A mudança de sede da final da Libertadores obriga a Conmebol a correr com a preparação do estádio. O Monumental Universitario está longe de estar pronto a três dias da decisão entre Flamengo e River Plate: faltam desde faixas com as marcas da competição e de patrocinadores até cadeiras que ainda estão sendo colocadas. O clima no local é de obras de última hora.

A Conmebol tinha investido em uma pequena reforma no Estádio Nacional de Santiago, que receberia o jogo. Por isso a resistência em trocar de local. Enfim, no início de novembro, uma reunião selou alteração para Lima, após semanas de convulsão social no Chile.

Por conta dos preparativos de última hora, a Conmebol não deixou veículos entrarem no estádio ontem (terça-feira), sendo exceção os donos de direitos da competição como Fox Sports e Globo. A instrução era clara de que o Monumental ainda não deveria ser mostrado enquanto não estivesse pronto.

Na área externa, ainda havia acessos de entrada sendo instalados, placas com as marcas da Libertadores encostadas nas grades e operários dando mão de tinta na pintura marrom clara da arquibancada. Patrocinadores do Universitario ainda tinham suas marcas exibidas, sem ainda presença dos parceiros comerciais da Conmebol.

 

Internamente, uma questão é que, quando o estádio foi escolhido, havia vários assentos quebrados que tiveram de ser substituídos, o que ainda está ocorrendo no início desta semana. Os assentos são do tipo que era usado em estádio mais antigos no Brasil, sem encosto.

A administração do Monumental informou que alugou o estádio e, a partir daí, tudo tem corrido por conta da Conmebol. Não havia uma renovação no local desde a sua construção, há 20 anos. Embora seja um estádio novo, o Monumental tem uma aparência envelhecida, talvez fruto da sua arquitetura mais antiga e dessa falta de manutenção. As grades externas têm arames farpados no topo, algo também já abolido em equipamentos mais modernos.

 

A escolha de Lima ocorreu por ter sido uma opção de emergência com falta de alternativas, pelo Monumental ser um estádio de grande capacidade (receberá 60 mil pessoas) e pelo melhor acesso da capital peruana. Lima, de fato, tem boa estrutura para receber os turistas.

O acesso ao estádio, no entanto, é bem complicado. Há uma pista com apenas duas vidas na avenida conhecida por engarrafamentos na cidade. A chegada em jogos grandes costuma ser caótica, segundo moradores locais.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS