Conheça 5 remédios caseiros para tratar aftas

04 de outubro de 2021, 21:21

Apesar de inofensivas, as aftas podem ser extremamente dolorosas (Foto: Reprodução)

Quem já teve aftas sabe a dificuldade que é conviver com elas. As aftas são uma condição comum e dolorosa, mas podem ser tratadas sem recorrer a um médico ou dentista, aliás sem ter que sair de casa.

Por que surgem as aftas? 

Podem aparecer no interior das bochechas, lábios e língua, podendo variar entre um tom branco, amarelo ou cinzento e geralmente incham.

São várias as causas para o aparecimento de aftas, podem surgir devido à ocorrência de algum tipo de trauma no revestimento da boca, tal como morder acidentalmente a bochecha, dentaduras mal ajustadas, morder alimentos duros ou devido a uma obturação solta.

No entanto, para além destes danos, existem outros fatores que podem provocar aftas e que incluem:

Estresse e ansiedade;

Mudanças hormonais – algumas mulheres desenvolvem aftas durante a menstruação;

Comer certos alimentos – tais como alimentos picantes, chocolate, café, amendoins, amêndoas, morangos, queijo, tomate e farinha de trigo;

Usar pasta de dentes com laurilsulfato de sódio;

Parar de fumar.

Por vezes, a condição pode surgir ainda devido à genética, cerca 40% dos indivíduos sofrem de aftas devido a herança familiar.

Como pode tratar as aftas em casa?

Bocheche com água quente e sal (duas colheres de sal em um copo de água);

Ingerindo uma mistura de bicarbonato de sódio (uma colher adicionada a um pouco de água de modo a formar uma pasta, que deve depois ser esfregada na boca);

Esfregue mel na afta para a manter hidratada e acelerar o processo de cura;

Mastigue uma tira de aipo – este alimento contém propriedades analgésicas e anti-inflamatórias;

Mastigue algumas folhas de manjericão e de seguida beba água. O manjericão contém propriedades anti-bacterianas, anti-fúngicas e antivirais.

Entretanto, se recomenda que consulte um médico caso a afta não desapareça após três semanas.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS