Cinco alimentos obrigatórios para comer quando está com gripe

26 de janeiro de 2020, 08:44

(Foto: Reprodução)

Geralmente quando se está constipado o apetite diminui, porém para que recupere mais rapidamente e sinta algum alívio dos sintomas é importante que ingira alimentos ricos em nutrientes e vitaminas.

Saiba quais são as recomendações dos nutricionistas:

Canja

Afinal, não é mito e a canja recomenda-se para quem está doente. O sal presente no caldo ajuda a hidratar e a restabelecer os níveis de sódio no organismo, os vegetais contêm vitaminas e vegetais e o frango é rico em proteína.

Leguminosas

A representante norte-americana da Academy of Nutrition and Dietetics, Jessica Crandall recomenda o consumo de leguminosas “contêm proteína e geralmente são mais fáceis de digerir do que por exemplo o frango que se encontra na canja”.

Mais do que nunca, quando está gripado e com o sistema imunitário debilitado deve ingerir alimentos ricos em antioxidantes, “que o protegem contra doenças crônicas”, defende a nutricionista Rena Zelig e professora na universidade norte americana de Rutgers. 

Gengibre

O gengibre é conhecido por aliviar problemas digestivos e de estômago associados à constipação. “É anti-flamatório e alivia outros sintomas como as náuseas” alerta Zelig. Acrescente-o ao chá, à sopa ou simplesmente às refeições.

Cereais

“Quando está doente deve ingerir alimentos que aumentem os seus níveis energéticos. Por exemplo, a vitamina B12 que se pode encontrar nos ovos, na carne, no marisco ou nos laticínios, também está presente nos cereais que come ao pequeno-almoço ou com os quais é feito o pão. O consumo destes dois alimentos pode ser uma boa alternativa para os vegetarianos”, afirma Zelig.

Chá verde

Ajuda a descongestionar as vias nasais. “Mais ainda é rico em antioxidantes e coloque mel para aliviar as dores de garganta”, conclui a nutricionista. 

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS