POLÍTICA

Prefeitas relatam casos de violência política e assédio

27 de abril de 2022, 16:04

Foto: Reprodução

Pesquisa do Instituto Alziras entrevistou 280 chefes de Executivos municipais

Durante a disputa eleitoral de 2020, Lucielle Laurentino ouviu do adversário que sua simpatia tinha como intuito “seduzir” os homens. O abraço nos eleitores, dizia o opositor, era uma forma de ela “esfregar” os seios no corpo de outra pessoa. Passado mais de um ano, e após ser eleita com 19,2 mil votos no município de Bezerra (PE), Lucielle continua sofrendo violência, inclusive de lideranças políticas da cidade, que a chamam de “prefeitinha” e trocam, em grupos de WhatsApp, mensagens de cunho sexual sobre a mandatária.

— Já recebi mensagens insinuativas, fui segurada pela cintura com excesso por uma liderança política que me agride verbalmente sempre que pode. Questionada pelas roupas e pelo cabelo que tenho em um programa de mídia local. E rotineiramente ameaçada, eu e minha equipe. Em uma das ocasiões, me avisaram que eu estava sendo vigiada — conta a prefeita, que nas redes sociais já leu diversos comentários sugerindo que ela arrumasse roupa suja para lavar, deixasse de ser emotiva e fosse arrumar um homem. — É uma rotina desgastante, me faz pensar várias vezes se devo continuar e se vale a pena passar por tudo isso. Hoje, meu maior desafio é me manter viva.

O caso de Lucielle está longe de ser exceção. De acordo com o “Censo das Prefeitas Brasileiras”, do Instituto Alziras, 58% das chefes dos Executivos municipais entrevistadas relatam ter sofrido assédio ou violência política pelo fato de serem mulheres. O número representa um aumento de cinco pontos percentuais em relação ao levantamento anterior, que contemplou mandatos de 2016 a 2020. O instituto procurou todas as 673 prefeitas do país, e 280 (41,6%) responderam.

— A sensação dessas prefeitas é a de que a violência política de gênero vem aumentando no país. E isso é reflexo da maior inserção das mulheres na política. A violência é uma forma de o sistema político expelir essas mulheres que estão ocupando postos de poder e de tomada de decisão — afirma Marina Barros, diretora e cofundadora do Instituto Alziras.

O reconhecimento da violência sofrida não se reflete, no entanto, em denúncias. Metade dessas prefeitas afirma não ter registrado queixa ou boletim de ocorrência na polícia. O motivo é o mesmo que assola as mulheres vítimas de violência doméstica: falta de confiança no Judiciário — 40% das prefeitas que deixaram de recorrer à Justiça dizem não acreditar na eficácia da apuração das denúncias sobre esse tipo de violência.

E não é à toa. Entre as que denunciaram, a sensação de impunidade é grande, e 50% consideram que os casos não tiveram a devida apuração e responsabilização dos agressores.

— São dados que vemos com grande preocupação, pois há uma sensação generalizada de que nada vai ser feito. É preciso haver uma resposta maior dos mecanismos de defesa e proteção — diz a diretora do Alziras.

Os ataques ocorrem predominantemente nas redes sociais. Mas há também relatos de xingamentos presenciais, agressões físicas e assédio sexual. O agressor, em geral, é uma pessoa de partido de oposição.

No ano passado, a apuração desse tipo de crime ganhou um reforço com a aprovação da lei de combate à violência política contra a mulher. A nova norma inclui no Código Eleitoral o crime de assediar, constranger, humilhar, perseguir ou ameaçar, por qualquer meio, candidata a cargo eletivo ou detentora de mandato eletivo. A prática, se configurada, poderá ser punida com pena de reclusão, de 1 a 4 anos, além de multa.

Último Segundo

Leia mais...

Comitiva de Caém participa da XXIII Marcha dos Prefeitos em Brasília (Fotos)

27 de abril de 2022, 10:02

Foto: Reprodução

O prefeito de Caém, Arnaldo Oliveira (Arnaldinho) está em Brasília até esta quinta-feira (28), onde participa da XXIII Marcha dos Prefeitos, maior evento municipalista realizado no país. O evento, promovido pela pela CNM – Confederação Nacional de Municípios, conta com a presença de mais de 9 mil pessoas, entre prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, secretários municipais e técnicos das prefeituras.

Os debates da programação abordam assuntos como a reforma tributária, saneamento, o cenário pós-pandemia e o piso do magistério.

Na oportunidade, o prefeito Arnaldinho tem mantido contato e reunido com deputados federais e visitado órgãos federais, em busca de benefícios para o município de Caém.

Para o prefeito, a Marcha dos Prefeitos, considerado o maior evento municipalista da América do Sul, é uma excelente oportunidade de discutir pautas importantes, adquirir conhecimento, trocar ideias com outros prefeitos, além de realizar parcerias e buscar benefícios. “O encontro de prefeitos é a maior forma conjunta entre os gestores de todo Brasil de reivindicar soluções em todas as áreas administravas da gestão, é um momento muito favorável para a conquista de benefícios e oportunidades para a nossa população.Oportunidade de debatero sobre os desafios da gestão municipal, compartilhando e buscando soluções com autoridades e políticos de todo o Brasil”, salienta Arnaldinho.

A comitiva que acompanha o chefe do Executivo de Caém está composta pelo vice-prefeito Silmar Matos, dos vereadores Pablo Piauhy (presidente da Câmara Municipal), Khel Goleiro, Orlando Bispo e Ronny de Piabas.

Leia mais...

Ex-vereadora é condenada a 41 anos de prisão por esquema de ‘rachadinha’ em gabinete

26 de abril de 2022, 11:14

Foto: Reprodução

A ex-vereadora de Curitiba, Fabiane Rosa foi condenada a 41 anos e cinco meses de prisão pelos crimes de peculato e concussão pela juíza Carmen Lucia de Azevedo e Mello. Ela foi acusada pelo Ministério Público do Paraná de ficar com parte dos salários de assessores da Câmara Municipal, prática conhecida como “rachadinha”. A ex-vereadora também foi condenada ao pagamento de danos materiais às vítimas e aos cofres públicos. Ela ainda pode recorrer da decisão.

Fabiane Rosa foi presa em 2020, e atualmente cumpria prisão domiciliar com o uso de tornezeleira eletrônica, e agora terá que passar para a prisão em regime fechado. Atualmente, ela trabalhava como servidora pública da prefeitura de Curitiba na Secretaria de Administração, Gestão de Pessoal e Tecnologia da Informação.

As investigações do MP/PR apontaram que pelo menos três assessores do gabinete da vereadora entre 2016 e 2018, participaram do esquema, sendo duas mulheres e um homem. Os ex-assessores afirmaram que em fevereiro de 2018, foram convocados para uma reunião em frente à casa da vereadora. Desconfiados, eles gravaram a conversa em que Fabiane Rosa teria pedido parte de seus salários. Eles afirmaram ainda pagar despesas pessoais da vereadora.

O advogado de Fabiane Rosa, Jean Paulo Pereira, diz que ainda está analisando a decisão e que deve recorrer.

Leia mais...

“Felicidade sem tamanho em comemorar aniversário nos braços do povo”, diz Jerônimo no PGP em Feira de Santana

03 de abril de 2022, 12:51

Foto: Reprodução

O evento de largada da pré-canditatura de Jerônimo Rodrigues (PT), na última quinta-feira (31), em Salvador, já tinha sido um sucesso com a presença do presidente Lula e outras estrelas da legenda. E o primeiro evento no interior do estado neste domingo (3), em Feira de Santana, teve um tempero a mais: aniversário de 57 anos de idade de Jerônimo.

“Felicidade sem tamanho em comemorar aniversário nos braços do povo, na cidade que tanto me acolheu”, disse um emocionado Jerônimo ao ser recebido com muitos abraços e um bolo especial.

Cercado por apoiadores, o pré-candidato do PT ao Governo do Estado, lançou o Programa de Governo Participativo (PGP) e apresentou o cronograma de viagens ao interior, destacando o papel importante da militância e dos partidos aliados na defesa do projeto de inclusão que vem sendo desenvolvido no estado “porque os nossos sonhos não podem andar para trás, a Bahia não pode recuar”.

Ao lado dos senadores Otto Alencar (PSD) e Jaques Wagner, do pré-canditato a vice Geraldo Júnior (MDB), deputados estaduais e federais, lideranças políticas de todo estado, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e representantes de movimentos sociais e da sociedade civil, Jerônimo apresentou o modelo de constituição do PGP.

Jerônimo vai percorrer todos os 27 territórios de identidade da Bahia na condição de pré-candidato ao Governo com a mesma finalidade: ouvir sugestões e demandas de baianos e baianas para suas respectivas regiões. Essas propostas serão estruturadas e poderão fazer parte do Plano de Governo que será registrado na Justiça Eleitoral.

Leia mais...

Agora é oficial: Rui confirma Geraldo Júnior como vice de Jerônimo

30 de março de 2022, 13:50

Foto: Reprodução

Em entrevista agora na TV Itapoan/Rede REcord, o governador Rui Costa confirmou a entrada do Movimento Democrático Brasileiro (MDB ) na base de sucessão estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) e do presidente da Câmara de Vereadores de Salvador, Geraldo Júnior, como pré-candidato a vice na chapa a ser encabeçada pelo secretário Estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues. “Serão dois Geraldos, tanto na presidência como também com Jerônimo”, sacramentou Rui.

Leia mais...

Rui Costa vê interferência de executiva nacional em saída do PP da base aliada do PT na Bahia

30 de março de 2022, 06:34

Foto: Reprodução

Ao ser questionado sobre a decisão do vice-governador João Leão e do PP de deixar a base de aliança com o PT na Bahia, o governador Rui Costa disse que houve intervenção da cúpula pepista nacional.

A declaração no dia de aniversário dos 473 anos de Salvador, veio acompanhada da autorização para o início de novas intervenções que somam mais de R$ 1,4 bilhão em infraestrutura, mobilidade e saneamento básico na capital baiana.

Rui ainda visitou as obras de implantação do Tramo 3 da Linha 1 do Metrô, ligando Pirajá a Águas Claras/Cajazeiras, e da construção da nova Rodoviária, além de assinar ordem de serviço para execução de trabalho de infraestrutura, visando a implantação do sistema viário de interseção das rodovias BA 528/BR 324 e do novo Complexo Metrô Rodoviário de Salvador. Também foi liberado o começo da 2ª etapa de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário – Bacias de Águas Claras.

Ainda como parte da celebração do aniversário da cidade, foram autorizadas as obras de melhoria do Sistema Integrado de Abastecimento de Água da Região Metropolitana, com a construção da Estação de Tratamento de Lodo da Estação de Tratamento de Água.

Sobre a sucessão estadual, Rui respondeu à imprensa que não vê prejuízo ao projeto da candidatura governista com a saída de Leão e seu grupo político.

Sexom/Ba

Leia mais...

Pesquisa Bahia: com apoio de Lula, Jerônimo Rodrigues salta de 6% para 33% e ameaça favoritismo de ACM Neto

21 de março de 2022, 15:02

João Roma, o candidato de Bolsonaro, cai para a terceira posição quando apresentado ao lado do nome de seu padrinho político.

Pesquisa telefônica do Instituto Opnus divulgada nesta segunda-feira (21) mostra que o favoritismo de ACM Neto para vencer a eleição estadual na Bahia está ameaçado. 

ACM Neto (União Brasil) tem 65% das intenções de voto para ser eleito governador da Bahia. Na sequência aparecem o ministro João Roma (Republicanos), com 8%, e Jerônimo Rodrigues (PT), com 6%.

O cenário, porém, fica muito mais acirrado quando são considerados os apoios do ex-presidente Lula (PT), do atual governador da Bahia, Rui Costa (PT), do pré-candidato a presidente Ciro Gomes (PDT) e de Jair Bolsonaro (PL).

Jerônimo salta dos 6% para 33% com o apoio de Lula e Rui Costa, ACM Neto fica com 41% com o apoio de Ciro e João Roma com 14%. Roma cai da segunda para a terceira posição quando apresentado ao lado do nome de Bolsonaro.

A candidatura de Jerônimo deve ser lançada oficialmente em 31 de março, segundo o jornal A Tarde, em evento com a presença de Lula.

Disputa presidencial na Bahia

A preferência do eleitorado baiano pelo ex-presidente Lula é clara. O petista tem 54% das intenções de voto, enquanto todos os outros candidatos somados têm 40%. 

Senado

Na corrida pela vaga no Senado lidera o já senador Otto Alencar (PSD), com 27% das intenções de voto. O segundo colocado, João Leão (PP), aparece com 11%.

O levantamento, patrocinado pela Diamantina Rádio e Televisão, foi realizado por telefone entre 16 e 18 de março e ouviu 1.500 pessoas. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de 2,53 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os códigos: BA-01787/2022 e BR-07285/2022.

Brasil 247

Leia mais...

Rui Costa não será candidato ao Senado e PT lançará nome a governador, diz Wagner

07 de março de 2022, 08:48

Foto: Reprodução

O governador Rui Costa (PT) decidiu que não irá renunciar ao mandato para ser candidato ao Senado nas eleições deste ano. Assim, Rui fica até dezembro.

Com isso, Otto Alencar (PSD) será o candidato do grupo ao Senado, enquanto o PT lançará um nome para o Governo do Estado. De acordo com Wagner, Luiz Caetano, Moema Gramacho e Jerônimo Rodrigues são as opções do PT.

“Caetano já ganhou três ou quatro em Camaçari, Moema ganhou quatro em Lauro de Freitas e Jerônimo tem sucesso absoluto em tudo o que pega pra fazer”, disse Wagner.

Política ao Vivo

Leia mais...

Para Caetano, prioridade não é escolher candidato do PT para o Governo da Bahia

01 de março de 2022, 16:12

Foto: Reprodução

Com a desistência do senador Jaques Wagner, o secretário de Relações Institucionais do Governo do Estado, Luiz Caetano, viu seu nome ser cogitado para encabeçar a chapa governista que concorrerá às eleições de 2 de outubro.

O ex-deputado agradeceu a lembrança, que o surpreendeu, mas disse que o nome do candidato ao Governo surgirá de um grande consenso do grupo liderado pelo governador Rui Costa, pelos senadores Jaques Wagner e Otto Alencar, e pelo vice-governador João Leão, além dos demais partidos, a exemplo do PSB, PC do B e Avante.

“Não acredito que a prioridade seja a escolha de um nome do PT. Pelo contrário, é essencial e indispensável que a decisão seja consensual entre os integrantes da nossa coalizão vitoriosa. Enxergo que, com a retirada da candidatura natural do senador Wagner, por questões pessoais, o nome mais forte é o do também senador Otto Alencar. Esse ponto de vista, por sinal, é o mesmo que tem sido externado pelo ex-presidente Lula”, afirmou o secretário.

Leia mais...

Servidores da Prefeitura de Caém participam do ‘Seminário Gestão Pública’

17 de fevereiro de 2022, 13:50

Foto: Ascom/PMC

Com o tema ‘Trabalhando por nossa terra e nossa gente’, a Prefeitura de Caém reuniu servidores de todas as áreas da gestão municipal no ‘Seminário Gestão Pública, 2021/2024’.

O evento que aconteceu durante todo o dia e parte da noite desta quarta-feira (16), na Câmara de Vereadores, teve como objetivo promover a interação entre os servidores, compartilhar os trabalhos desenvolvidos, refletir sobre estratégias internas e qualificar a gestão. Palestras e apresentações das ações e planejamento das secretarias municipais fizeram parte da dinâmica do evento. Esta é primeira vez que uma atividade com esta finalidade acontece no município.

Justificando a realização do Seminário de Gestão, o prefeito Arnaldo Oliveira (Arnaldinho), que fez a abertura e o encerramento do encontro, destacou que na gestão pública é preciso olhar atento e constantemente para o presente, sem esquecer de projetar o futuro. “É importante que todos os profissionais conheçam os projetos realizados dentro das suas secretarias e coordenações e estejam alinhados no mesmo propósito, para oferecer o melhor serviço à população”, salientou o prefeito.

Todos os setores da Prefeitura Municipal apresentaram suas principais ações nos doze meses do ano passad0 (2021) e as ações futuras. “A pandemia exigiu uma dedicação especial de todos os setores. Graças ao empenho das nossas equipes, que são extremamente qualificadas, estamos conseguindo vencer esse momento tão difícil”, enfatizou Arnaldinho, agradecendo todos os participantes que estiveram envolvidos das 8 horas da manhã até às 21 horas, quando finalizou a atividade.

Os convidados do seminário foram o geógrafo Durval Dias de Souza Filho, pós graduado MBA em Gestão Empresarial, que apresentou a palestra: ‘Do lixo ao luxo, como potencializar resultados’; e a engenheira civil e sanitarista, Clea Maria, pós graduada em administração e experiência em auditoria e inspeções municipais, especialmente em processos de Captação de Recursos e Acompanhamento de Convênios, que abordou sobre ‘Captação de recursos’.

Leia mais...

Boas Festas!

VÍDEOS