ESPORTES

Atleta caenense se desponta como uma das principais apostas do atletismo baiano

14 de dezembro de 2021, 11:03

Foto: Albúm de família

A jovem atleta caenense, Anatália Jacobina de Jesus tem se consolidado como o principal destaque do atletismo regional e uma das maiores surpresas do atletismo baiano. O ano de 2021 já é considerado um dos melhores para a adolescente de 16 anos de idade que vem conquistando fãs por onde passa, por sua humildade, dedicação ao esporte e, principalmente, por seu talento.

“Um verdadeiro talento”, assim define sua treinanda o professor Ferreirinha, um dos seus técnicos. Não é por acaso tanto elogios; nos dois últimos finais de semana Anatália voltou a brilhar nas competições que participou. Nos dias 4 e 5 de dezembro no Troféu Norte e Nordeste sub-18, que aconteceu em Teresina, no Piauí, venceu a prova dos 2.000 metros com obstáculos e chegou na quarta colocação nos 3 mil metros rasos e no revezamento 4×400. No sábado, dia 11, na Seletiva Estadual Gymnasíade, disputado na pista do Colégio Militar em Salvador, foi campeã do salto em altura com a incrível marca de 1,50m e vice campeã dos 3000 metros rasos. Com este último resultado Anatália se classificou para compor a seleção baiana de atletismo escolar na etapa nacional, onde estará representando o Colégio Estadual Arnaldo de Oliveira, onde cursa o 2º ano do Ensino Médio, em sua cidade natal. Dependendo do resultado, Anatália poderá participar da sua primeira competição internacional, o Gymnasíade Mundial, que será realizado na França.

Anatália atingiu a incrível marca de 1,50m na prova de salto em altura em prova realizada em Salvador

No mês de setembro a jovem atleta foi uma das maiores medalhistas do Campeonato Pernambucano sub-20 de atletismo. Na ocasião, mesmo disputando com atletas com grandes estruturas de treinamento e idades superiores, conquistou a medalha de ouro no revezamento 4×400, medalha de prata nos 3 mil metros com obstáculos e medalhas de bronze nos 3 mil metros rasos e no revezamento 4 x 100.

As próximas competições com a presença garantida de um dos orgulhos dos moradores do município de Caém estão agendadas para os dias: 20 de fevereiro de 2022 (Copa Nordeste de Cross Country), em Petrolina (PE); 13 de março (Copa Brasil de Cross Country), em Serra (ES) e 22 a 24 de abril (Campeonato Brasileiro Sub-20), sede ainda indefinida.

“Recentemente fiquei uma temporada de mais de trinta dias em Jaguarari, no alojamento do meu professor Ferreirinha onde tive treinamentos intensos e, além do físico, o emocional, pois nesse período não vi minha família e não frequentei minhas aulas presencialmente, mas todo o esforço tem valido a pena. Quero agradecer aos meus treinadores, os professores Marciano Barros e Ferreirinha do Flamengo, minha família, meus amigos e a Deus pela força e incentivo”, ressaltou Anatália, relatando o esforço que tem feito para representar bem sua cidade e ser a cada dia um bom exemplo a ser seguido pelos jovens.

Gymnasíade – A Gymnasíade, ou Gymnasíada Mundial, é um evento multiesportivo organizado pela Federação Internacional do Desporto Escolar (ISF). Apenas jovens de 13 a 17 anos podem participar O maior evento organizado pela ISF foi a Gymnasíada Mundial de 2006 na Grécia.

Exemplo de aluna e dedicação, a jovem atleta tem conquistado as pistas e a admiração da Bahia e principalmente de seus conterrâneos
Leia mais...

Governo da Bahia autoriza eventos com até 3 mil pessoas e libera venda de bebidas alcoólicas em estádios

10 de novembro de 2021, 06:22

Foto: Reprodução

O Governo do Estado publica, no Diário Oficial desta quarta-feira (10), alterações no decreto número 20.780, que regulamenta a realização de eventos com presença de público na Bahia. Conforme foi antecipado pelo governador Rui Costa no Papo Correria desta terça-feira (9), estão autorizados eventos com até 3 mil pessoas, a partir da data de publicação da atualização do decreto. O limite permitido era de 2 mil pessoas.

Continua sendo obrigatória a comprovação da imunização contra a Covid-19 por todos os envolvidos nos eventos: artistas, público, equipe técnica e colaboradores. Além disso, devem ser respeitados os protocolos sanitários estabelecidos pelos Municípios, especialmente o distanciamento social e o uso de máscaras.

A presença de torcedores em eventos desportivos na Bahia também terá alterações, de acordo com a nova publicação. Foi autorizada pelo governador Rui Costa a ampliação da lotação máxima de 50% para 70% da capacidade dos equipamentos esportivos. Os torcedores também devem comprovar que tomaram as duas doses da vacina contra Covid-19 ou a dose única, mediante apresentação do documento de vacinação fornecido no momento da imunização ou do Certificado Covid, obtido por meio do aplicativo ‘Conecte SUS’, do Ministério da Saúde.

O novo decreto revoga a proibição da venda de bebidas alcóolicas nos estádios, que passam a ter autorização para comercializar esses produtos durante os jogos. O novo decreto do Governo do Estado tem validade até o dia 19 de novembro.

Secom/Ba

Leia mais...

Jogador brasileiro de basquete de 15 anos é encontrado morto nos EUA; CBB lamenta a perda

05 de novembro de 2021, 09:32

Foto: Reprodução

O jogador brasileiro de basquete Artur Bandiera foi encontrado morto na cidade de Cumberland, nos Estados Unidos, na terça-feira. O estudante, de apenas 15 anos, jogava pelo time do colégio Bishop Walsh School, no qual era intercambista, e era formado na base do Regatas Campineiro-SP.

Ele foi encontrado morto na LaSalle House, dormitório de propriedade privada que reúne alunos do Bishop Walsh, de acordo com o jornal Cumberland Times-News. De acordo com a escola, a polícia local ainda não estabeleceu a causa da morte. Não havia sinais de crime ou uso de drogas, segundo as autoridades.

“É importante para nós, como comunidade, rezarmos por ele e por sua família pela grande perda que sofreram. Vamos lembrar ainda daqueles que estão aqui na nossa comunidade que eram próximos dele e compartilharam de sua passagem pela escola”, declarou a diretora do colégio, Jennifer Flinn, em mensagem publicada nas redes sociais da entidade.

Também pelas redes, a Confederação Brasileira de Basketball (CBB) lamentou a perda. “A CBB lamenta profundamente a morte do jovem Artur Bandiera, de 15 anos, atleta da base do Regatas Campineiro-SP, nos EUA. Artur é filho do técnico da base do clube, Marcelo Bandiera, um apaixonado pelo basquete como toda a família. Nossos pêsames, pensamentos e orações!”

Estadão

Leia mais...

Atleta caenense disputará campeonato norte e nordeste de atletismo de olho no profissional brasileiro

22 de outubro de 2021, 10:43

Foto: Notícia Limpa

A caenense Anatália Jacobina de Jesus, de 16 anos de idade, segue conquistando vitórias no esporte; desta vez a ‘premiação’ recebida foi a sua convocação para disputar O Campeonato Norte e Nordeste de Atletismo que acontecerá entre os dias 5 e 7 de novembro em Terezina, no Piauí e reunirá competidores de 14 estados. Fazendo parte da equipe de atletismo do Pernambuco, desta feita ela irá enfrentar atletas da sua mesma faixa etária, nas provas de 3 mil metros rasos e 2 mil metros com obstáculos.

A atleta foi convocada pela seleção pernambucana depois dos bons resultados obtidos no Campeonato Estadual sub 20 de Atletismo, ocorrido nos dias 11 e 12 de setembro, deste ano, em Recife. Mesmo disputando com atletas com grandes estruturas de treinamento e idades superiores à sua Anatália foi um dos principais destaques da competição ao conquistar a medalha de ouro do revezamento 4×400, medalha de prata nos 3 mil metros com obstáculos, medalha de bronze nos 3 mil metros rasos e medalha de bronze do revezamento 4×100, ficando entre os dez melhores do campeonato. A jovem ainda conseguiu outra proeza ao se tornar a sétima melhor atleta do ranking nacional e a terceira do Norte Nordeste, nos 3 mil metros com obstáculos.

Anatália e seus treinadores se dizem confiantes em conquistar bons resultados, já que, além de disputar com atletas sub-17, a ‘menina prodígio de Caém’, como vem sendo chamada, possui os melhores tempos das provas que irá participar. “Temos acompanhado a evolução de Anatália. Ela nos surpreende a cada dia. Não temos dúvidas que voltaremos do Piauí com medalhas”, salientou o treinador Antônio Ferreira Bonfim Filho, o ‘Ferreirinha’, da Escola de Atletismo do Flamengo de Jaguarari.

Se os resultados forem positivos, a caenense estará credenciada para disputar o Campeonato Brasileiro de Atletismo profissional programado para acontecer no primeiro semestre do ano que vem, na cidade Bragança Paulista, em São Paulo. “Estou ansiosa e com muita esperança de que irei conseguir bons resultados. Darei o meu máximo para oferecer a vitória para minha família e para a minha cidade natal”, disse Anatália.

Anatália improvisa os treinamentos em estradas vicinais e na BA 131, em Caém

Leia mais...

Fred é denunciado por agressão pelo STJD e pode voltar a jogar só em 2022

21 de outubro de 2021, 15:31

Foto: Reprodução

A temporada de Fred poderá ser encerrada neste fim de semana. O jogador do Fluminense sofreu nesta quinta-feira uma pesada denúncia no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por agressão. E corre o risco de levar um gancho de até 15 jogos, o que finalizaria de forma antecipada sua participação na temporada.

O jogador será julgado na sexta-feira da próxima semana, dia 29. Nesta data, o Flu terá pela frente 11 jogos pelo Brasileirão. Assim, Fred poderá ficar fora da reta final da temporada, em que a equipe carioca briga para conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

O experiente jogador foi denunciado por agressão e ato desleal contra Ronald, do Fortaleza, no dia 6 outubro, pela 24ª rodada. Naquela partida, quando o Flu já perdia por 2 a 0, o atacante acertou o pescoço do adversário, após tentativa do rival de lhe dar um “chapéu”. Irritado, Fred ainda tentou erguer Ronaldo do chão o puxando pela camisa.

O jogador de 38 anos levou apenas o cartão amarelo naquele jogo, mas acabou sendo denunciado por prova de vídeo. “A Procuradoria ressalta que a produção da prova de vídeo é prevista no artigo 65 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), o que justifica a presente denúncia, além de destacar que os atos praticados pelo denunciado Fred quase ocasionaram uma confusão generalizada no campo de jogo, sendo necessária a intervenção da arbitragem para conter os ânimos acirrados”, informou o STJD.

Pela denúncia de agressão física, o atacante do Flu responde no artigo 254-A do CBJD, que prevê suspensão de quatro a 12 partidas. Já o ato desleal consta no artigo 250, com punição de uma a três partidas de gancho. No total, portanto, Fred poderia enfrentar uma suspensão de até 15 jogos.

No sábado, o Flu fará o clássico com o Flamengo no Maracanã, pela 28ª rodada. Fred é dúvida para este jogo porque ainda se recupera de uma fissura no dedo do pé esquerdo.

Leia mais...

Menino de 5 anos assina com o Arsenal e vira o jogador mais novo contratado pelo clube

21 de outubro de 2021, 13:44

Foto: Reprodução

Zayn Ali, de apenas 5 anos, se tornou o jogador mais jovem da história a assinar com o Arsenal. O menino faz parte da categoria de base do clube inglês e já mostra grande habilidade, mesmo treinando com crianças mais velhas.

O pai de Zayn contou em entrevista à BBC que o filho demonstra mais inteligência do que o esperado para alguém de sua idade e que tem a bola como companheira desde cedo. “Eu percebi no momento que ele nasceu. Eu lembro que a enfermeira o colocou de bruços e ele, literalmente, levantou a cabeça e começou a olhar ao redor. Até ela ficou chocada”, disse.

“Ele era mais rápido, tinha melhor disposição em campo, batia e tocava a bola muito melhor que os outros”, conta o treinador Austin Schofield, que descobriu o menino. Stephen Deans, olheiro do Arsenal, que está na 12ª colocação do Campeonato Inglês, foi o responsável por levar Zayn para a pré-academia do clube. “Esse menino está fazendo algo que ele não deveria estar fazendo. O jeito que ele chuta a bola, era muito preciso para alguém de sua idade”, contou Deans.

Como toda criança, Zayn lida com a situação brincando e não está muito preocupado com a pressão criada por outros. “Gosto de vestir a camisa e jogar com os meninos maiores”, afirmou. Além de jogar com meninos de sua idade, ele também enfrenta garotos dos 7 aos 9 anos.

https://www.instagram.com/p/CUzkWp9I0KL/?utm_source=ig_embed&utm_campaign=embed_video_watch_again

Quando assinou com o Arsenal, o menino ainda tinha 4 anos. Ele, que declarou que o clube de Londres é seu favorito, comemorou seu aniversário de cinco anos há uma semana. O tema da festa: o Paris Saint-Germain. Outras grandes equipes europeias já procuraram a família de Zayn para tentar contratar o próximo talento do futebol, mas por enquanto, o menino segue em Londres.

Leia mais...

Jovem atleta caenense é ouro, prata e bronze em campeonato estadual de atletismo

14 de setembro de 2021, 15:17

Foto: Notícia Limpa/Álbum de família

“O sacrifício valeu a pena e quero deixar aqui os meus agradecimentos, primeiramente a Deus e a meu pai Crenilson e a minha mãe Jivanilda, minhas bases e meus maiores incentivos. Agradeço de coração aos meus treinadores professor Ferreirinha e Marciano Barros do Clube de Corrida, que tiveram muita paciência e não desistiram de mim. Obrigado a todos e tenham certeza, não vou parar por aqui, é só o início”.

Um humilde agradecimento para um grande feito para uma jovem atleta que superou dificuldades e adversidades para chegar ao ponto mais desejado de um atleta, seja ele amador ou profissional, o degrau mais alto de um pódio. Trata-se de Anatália Jacobina de Jesus, uma ‘pequena grande guerreira’ de apenas 16 anos de idade, que saiu da sua cidade natal, Caém, Bahia, para se tornar uma das maiores medalhistas do Campeonato Pernambucano sub 20 de atletismo, ocorrido nos dias 11 e 12 de setembro, em Recife.

Mesmo disputando com atletas com grandes estruturas de treinamento e idades superiores à sua Anatália foi destaque, conquistando a medalha de ouro do revezamento 4×400, medalha de prata nos 3 mil metros com obstáculos, medalha de bronze nos 3 mil metros rasos e medalha de bronze do revezamento 4×100. Com o tempo de 13.16min., a jovem atleta Caenense assumiu a sétima posição do ranking nacional e a terceira posição do ranking do Norte Nordeste, nos 3 mil metros com obstáculos.

As estradas vicinais da são alguns dos locais improvisados para os treinamentos

A história no atletismo de Anatália iniciou quando ainda tinha apenas 6 aos de idade. Seguindo as orientações de seu pai, o seu primeiro treinador, muitas vezes o treino iniciava às 5 horas da manhã. O local de treinamento era o acostamento da BA 131, onde disputava espaço com os carros que transitavam em alta velocidade pela pista. Às 7 horas trocava o uniforme de corrida pela farda escolar. A partir daí foi tomando gosto pelo esporte e no decorrer dos anos Anatália passou a participar de competições regionais e em 2015, por seus bons desempenhos nas competições, foi convidada para integrar a Escolinha de Atletismo Flamengo do município de Jaguarari. Em 2019 foi classificada em uma seletiva em Salvador e integrou a seleção baiana de atletismo participando dos Jogos Escolares da Juventude no Estado de Santana Catarina.

Aluna dedicada a agora ‘celebridade do atletismo baiano’, principalmente Caenense, Anatália é destaque também nos estudos. Estudante do 2° ano do ensino médio no Colégio Estadual Arnaldo de Oliveira, ela sabe conciliar e diferenciar as responsabilidades.

Anatália foi recebida pelo prefeito de Caém, Arnaldo Oliveira, em seu gabinete
Família reunida: a jovem atleta pousa com os seus, segundo ela, principais incentivadores, seu pai Crenilson Silva, sua mãe Jivanilda Souza Jacobina e sua irmãzinha Larissa

Leia mais...

Medina admite ‘erro’ ao não tomar vacina: ‘Tomarei a minha’

06 de agosto de 2021, 14:54

Foto: Reprodução

O surfista Gabriel Medina admitiu, em seu Instagram, ter cometido um “erro” ao não se vacinar para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio. – a oportunidade de imunização para os atletas brasileiros foi dada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) em parceria com o COB (Comitê Olímpico Brasileiro) e o Ministério da Saúde.

Em suas redes sociais, Medina citou a “agenda de treinos” e o foco no Campeonato Mundial de Surfe como motivos que o impediram de “encaixar a imunização”.

Ele, que tem 27 anos, também falou que “em breve” vai se vacinar e garantiu que, enquanto isso não acontece, está tomando “cuidados e seguido os protocolos de segurança”.

“Vacina salva vidas, galera! Foi um erro eu não ter conseguido encaixar a imunização na minha agenda de treinos para os desafios deste ano, focado no campeonato mundial. Mas em breve tomarei a minha. Enquanto isso, sigo tomando todos os cuidados e seguindo os protocolos de segurança”, escreveu.

A falta de vacina vai acarretar em prejuízo técnico para o brasileiro. Na busca pelo tricampeonato mundial, ele não poderá disputar a última etapa, em Teahupoo, justamente por não estar imunizado.

Chances perdidas

Medina já deixou passar ao menos quatro oportunidades de se vacinar contra covid-19. Dessas, três foram antes de viajar ao Japão. Contrariando os insistentes pedidos do COI, o surfista veio às Olimpíadas sem se vacinar.

Ao voltar ao Brasil, ele poderia ter se vacinado em São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, onde mora, e que está vacinando pessoas de mais de 18 anos, o que inclui, naturalmente, Medina, que tem 27.

Antes disto, a imunização promovida pelo COB no Brasil com vacinas doadas pelo COI começou em maio, com postos em diversas cidades, inclusive São Paulo. Os atletas precisavam confirmar para o COB o interesse em serem vacinados e em qual cidade e estariam nas datas preestabelecidas.

Na época em questão, Medina estava na Austrália disputando a primeira perna do Circuito Mundial da WSL. De lá, ele viajou para El Salvador, na América Central, onde foram disputados os ISA Games, o Campeonato Mundial Amador de surfe, que era obrigatório para a elegibilidade do surfista que quisesse vir aos Jogos Olímpicos.

Dos EUA para o Brasil

Na sequência, o brasileiro foi para a Califórnia, nos Estados Unidos, onde foi realizada mais uma etapa da WSL. Lá, Medina também teve a oportunidade de se vacinar, antes ou depois da competição porque, naquele momento, os EUA já estavam disponibilizando imunizantes para visitantes de qualquer idade. Na época, Medina já sabia que viria a Tóquio e sobre a importância de vir vacinado.

Mas Medina não aproveitou a oportunidade nos EUA e voltou ao Brasil, para sua casa em Maresias, de onde postou foto no Instagram no dia 27 de junho. Depois disso, o COB ainda realizou mais duas rodadas de vacinação em São Paulo, nos dias 5 e 12 de julho.

Uol

Leia mais...

País leva apenas cinco atletas para as Olimpíadas e volta com três medalhas

06 de agosto de 2021, 14:42

Foto: Reprodução

Um dos menores países do mundo, com apenas 61km², San Marino levou apenas cinco atletas para os Jogos Olímpicos de Tóquio.

No entanto, apesar da delegação reduzida, o país brilhou e conquistou três medalhas na Olimpíada, com um dos melhores aproveitamentos do torneio. A nação europeia não tem mais chance de conquistar novas medalhas na competição.

San Marino levou dois atletas do tiro esportivo, um do judô, um na natação e um na luta olímpica. As medalhas da delegação saíram no tiro, com Alessandra Perilli, que conquistou o primeiro pódio da história do país, e na luta olímpica.

No total foram dois bronzes (tiro e luta olímpica) e uma prata (tiro). Até aqui, San Marino está na 69ª posição no quadro de medalhas das Olimpíadas.

Uol

Leia mais...

Seleções da Copa América trouxeram nova variante do coronavírus ao Brasil

12 de julho de 2021, 14:56

Foto: Reprodução

Ao menos uma nova variante do coronavírus que não circulava no Brasil foi introduzida no País por causa da Copa América. Amostras colhidas do Mato Grosso com duas pessoas diferentes, que estavam com a doença, foram analisadas pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, que identificou a variante de interesse B. 1.216, até então inédita em território brasileiro.

Os testes positivos foram de um colombiano e um equatoriano. Colômbia e Equador se enfrentaram na Arena Pantanal, em Cuiabá, na abertura do torneio, em 13 de junho. No último balanço divulgado pela Conmebol, em 24 de junho, 166 pessoas relacionadas à Copa América estavam com o vírus. Os Estados mandaram para o instituto fazer a sequência de amostras vindas dos jogadores, comissão e delegações dos países.

A possibilidade que jogadores estrangeiros que viessem ao Brasil pudessem trazer novas variantes do coronavírus foi um dos motivos para especialistas e autoridades criticarem a realização do torneio no País. Alguns Estados, como São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e Rio Grande do Sul chegaram a vetar a realização de partidas em seus Estados.

A variante encontrada nos testes é originária da Colômbia, mas já chegou no Caribe, nos Estados Unidos e em algumas localidades da Europa. Variantes de interesse, como a B 1.216, são aquelas mutações que precisam ser acompanhadas mas que, até o momento, não trouxeram indicação de desenvolverem formas mais letais ou contagiosas da doença. Há ainda as variantes de preocupação, como a Delta, que têm essas características.

Desde que o governo federal e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciaram a realização da Copa América no Brasil, o Ministério da Saúde solicitou auxílio do Adolfo Lutz para a realização do mapeamento genômico dos testes de covid-19 realizados no pessoal envolvido na competição. É o mapeamento que permite a identificação de novas variáveis.

Após confirmar a identificação da nova variável, o Adolfo Lutz enviou alertas para o Estado do Mato Grosso, território onde o material foi coletado, e ao Ministério das Saúde.

Durante os jogos, além do Mato Grosso, a seleção da Colômbia teve partidas contra Venezuela, Peru, Brasil, Argentina e Uruguai em Goiás, no Rio e no Distrito Federal. Já o Equador só saiu do Mato Grosso para enfrentar o Brasil, no Rio. O país também jogou contra Venezuela, Peru e Argentina.

Só em São Paulo, Estado onde fica o Adolfo Lutz, já foram identificadas 21 variantes diferentes do coronavírus, segundo balanço do Instituto Butantan do último dia 26. A variante Gama, originária de Manaus, é a mais comum em circulação. A variante B. 1.216, por de interesse, ainda não tem outro nome.

A reportagem não conseguiu contato com o governo do Mato Grosso neste domingo para saber quais medidas haviam sido adotadas para monitorar pessoas que eventualmente tiveram contato com os contaminados. O Ministério da Saúde foi procurado, mas não se manifestou sobre o caso.

Leia mais...

Boas Festas!

VÍDEOS