Cães e gatos: Dicas para acalmar o seu animal nas festas de Ano Novo

28 de dezembro de 2020, 17:12

Os ruídos deixam os seus amigos de quatro patas em grande ansiedade (Foto: Reprodução)

O ano está chegando ao fim. E ainda que as celebrações de entrada em 2021 sejam diferentes este ano, é importante continuar a ter em consideração os seus animais de estimação.

A virada tende a ser de extrema ansiedade para o seu cão e/ou gato. Isto deve-se aos ruídos altos e agitação humana que causam stress nos animais. A LONG BEACH HOME + LIVING deixa algumas sugestões para lidar com o problema.

Confine’ os seus animais de estimação: Para animais, como os gatos,cujas caixas lhes proporcionam uma sensação de segurança, deixe-os esconderem-se na sua caixa durante a noite e cubra-a com uma toalha ou um cobertor para proteção extra. Se o seu animal de estimação não for adepto de espaços muito pequenos, coloque-o numa sala onde não possam se mechucar ou danificar as suas coisas.

Ligue o rádio ou a TV: Ligar a TV ou o rádio ajudará não só a abafar o som, mas também a distraí-lo. Uma música suave ajudará muito, mas ligue o rádio ou a TV algumas horas antes do início das festividades para que o seu cão possa associar o barulho à paz e conforto.

Exercício: No início do dia, certifique-se de dar ao seu cão o exercício suficiente para cansá-lo. Com menos energia, o animal estará menos estará sujeito ao pânico durante o fogo de artifício. No caso dos felinos, aproveite a manhã para brincar muito com eles.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS