Brasil tem 4 mil marcas de cachaças; Minas Gerais concentra produção

22 de julho de 2020, 07:29

Praça principal de Abaíra, que homenageia a produção de cachaça (Foto: Michael Strugale)

O Brasil tem 4.003 marcas de produtos classificados como cachaça e 701 de aguardente de cana registradas no Ministério da Agricultura, mostra a publicação “A Cachaça no Brasil: Dados de Registro de Cachaçase Aguardentes” referente ao ano de 2019, lançada nesta terça-feira, 21.

Segundo a pasta, estão registrados 1.086 produtores de aguardente e de cachaça, sendo que 165 produzem as duas bebidas; 192 produzem apenas aguardente e 729 somente cachaça.

Ainda conforme o estudo, MinasGerais ocupa a primeira posição na produção de cachaças, com quase o triplo de produtores registrados que São Paulo, o segundo colocado. A Região Sudeste concentra 622 estabelecimentos registrados, sendo que Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro juntos reúnem aproximadamente 70% dos produtores de cachaça registrados.

“A proporção foi igual ao ano anterior, com a Região Nordeste com 129 estabelecimentos, correspondendo a 14,4%, a Região Sul com 101, equivalendo a 11,3%, o Centro-Oeste com 33, (3,7%) e a região Norte, com 9 produtores, ou 1%”, disse o Ministério.

Cachaças premiadas da Chapada Diamantina

Na Bahia, estado famoso na produção de cachaça, a região da Chapada Diamantina se destaca por produzir algumas das mais famosas e premiadas cachaças do Brasil, com destaque para:

Cachaça Abaíra (1996): produzida por cooperativas nos municípios de Abaíra, Jussiape, Mucugê e Piatã, a Cachaça Abaíra é considerada uma das melhores do país. Possui Selo Ouro e Prata e foi a primeira cachaça baiana a ser premiada pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), conquistando assim o selo de Indicação Geográfica (IG), que qualifica a aguardente como patrimônio da região (2014).

Cachaça Serra das Almas (1999): produzida na Fazenda Vaccaro, cujo alambique está aberto para visitação, em Rio de Contas, foi a primeira cachaça brasileira a ser premiada com a certificação orgânica no Brasil (2002) e eleita pela revista VIP como a melhor do país, além de possuir selo Prata e Ouro.

Festival da Cachaça de Abaíra

Além de produtora de cachaça, a cidade de Abaíra recebe inúmeros turistas a cada 2 anos para o famoso Festival de Cachaça de Abaíra. Organizado pela Cooperativa dos Produtores Associados de Cana e seus Derivados – COOPAMA,  o XVI Festival da Cachaça Abaíra aconteceu setembro de 2019, em Abaíra – BA, está prevista para o ano de 2021 o próximo.

A programação conta com diversas atrações musicais e acontece na praça central da cidade e no Clube Social. Além dos shows, o turista também pode contar com a oportunidade de realizar visitação guiada à sede da COOPAMA, para conhecer toda a linha de produção e comercialização, além de degustar a aguardente produzida na região.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS