‘Bíblia do Diabo’: conheça o manuscrito polêmico exposto na Suécia

29 de maio de 2018, 12:03

(Foto: © Reprodução/National Library of Sweden)

O manuscrito tem 90 cm de altura, 50 de largura, além de medir mais de 20 cm de espessura e ter um peso de cerca de 75 quilos.

Preservado na Biblioteca Nacional da Suécia, em Estocolmo, um manuscrito de mais de 90 cm de altura por mais de 50 de largura, além de medir mais de 20 cm de espessura e com um peso de cerca de 75 quilos, o ‘Codex Gigas’ é conhecido popularmente como ‘A Bíblia do Diabo’.

Conta a lenda que o material foi escrito por um monge no século XIII, que estava preso, na região que hoje corresponde à República Tcheca, que escapar da condenação, decidiu fazer um trato com seus superiores, propondo que o seu crime fosse perdoado em troca de que ele produzisse uma cópia da bíblia — e de diversos outros escritos — à mão em apenas uma noite.

Pelo tamanho e material disponível na época (luz de velas, uso de tinta, penas e pergaminhos), tal façanha seria impossível de ser realizada.

Os superiores concordaram, pois, se o monge não cumprisse com o acordado — o que era óbvio —, ele seria sentenciado. Porém, se produzisse o material prometido em tão pouco tempo, isso seria um milagre que, por sua vez, atrairia milhares de peregrinos (e muito dinheiro) para o mosteiro.

Como sabia que seria humanamente impossível ser feito tal material, ainda segundo conta a lenda, o monge decidiu fazer um ‘pacto com o diabo’. O livro foi confeccionado com pele de vitelo e de asno e é o maior manuscrito medieval de que se tem notícia.

Segundo os especialistas, o livro realmente parece ter sido escrito por uma única pessoa, mas em vez de ser produzido em apenas uma noite, o habilidoso escriba deve ter levado mais de 20 anos para concluir o trabalho. Além diincsso, uma pequena dedicatória — “Hermanus Inclusus” ou “Herman, o recluso” ou ainda “Herman, o enclausurado” —, ao final do manuscrito também dá algumas pistas sobre a suposta condenação do monge.

O manuscrito pode ser conferido através deste link (http://www.kb.se/codex-gigas/eng/Browse-the-Manuscript/alphabets/?mode=1&page=2#content), no site da biblioteca sueca.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS