Bahia leiloará camisas “com óleo”, e renda irá a ONGs de limpeza

21 de outubro de 2019, 13:44

(Foto: Máquina do Esporte)

O Bahia anunciou que, após o jogo diante do Ceará pelo Campeonato Brasileiro nesta segunda-feira (21), leiloará as camisas manchadas de óleo que serão usadas no duelo. A renda será revertida a ONGs e grupos voluntários que estão fazendo a limpeza das praias atingidas pelo desastre ambiental.

“Camisas do Bahia manchadas de óleo serão leiloadas, e a renda será revertida aos grupos voluntários. O Nordeste está vivo e lutando por seus espaços. Das tragédias ambientais à xenofobia, enfrentemos. E o abraço do Brasil nos fortalece. Somos tantos cantos, mas somos um só”, escreveu o presidente do clube, Guilherme Bellintani, em sua conta pessoal no Twitter.

O leilão é mais um capítulo da ação anunciada pelo clube baiano que viralizou neste final de semana nas redes sociais. Por conta de outras ações que vem fazendo nos últimos tempos, o Bahia vem sendo colocado na vanguarda do ativismo social entre os clubes do futebol brasileiro.

Antes da ação desta segunda-feira (21), o clube ainda aproveitou para lançar um manifesto contra o descaso que autoridades e parte da opinião pública têm tido em relação ao vazamento de óleo que toma as praias da Região Nordeste do Brasil.

“O problema é seu. O problema é nosso. Quem derramou esse óleo? Quem será punido por tamanha irresponsabilidade? Será que esse assunto vai ficar esquecido? O Bahia é você, somos nós, cada ser humano. É a forma como representamos o amor, o apego.

Principais sintomas físicos e mentais da abstinência de nicotina

A síndrome de abstinência de nicotina provoca inúmeros sintomas nos ex-fumantes. Contudo, explica um artigo publicado no portal Melhor Com Saúde, esses efeitos colaterais variam em intensidade dependendo da pessoa. 

O fato da nicotina ser uma droga muito viciante faz com que o hormônio conhecido como dopamina seja liberado no cérebro – este hormônio é responsável por aumentar a sensação de prazer e bem-estar. E como tal, o organismo reage negativa e violentamente à ausência da droga.

Ainda assim, a síndrome de abstinência de nicotina não representa qualquer risco para a saúde. Estima-se que os sintomas associados à condição afetam até 85% dos ex-fumantes. 

Os sintomas desta síndrome variam, mas, sem dúvida alguma, o mais comum é a vontade de fumar que pode surgir na presença de múltiplos estímulos, como por exemplo ver outra pessoa fumar, ou inclusive sem uma causa aparente.

Os principais sintomas da síndrome de abstinência da nicotina são os seguintes, de acordo com o portal Melhor Com Saúde:

Sintomas físicos

Aumento do apetite
Tosse
Boca seca
Dor de cabeça
Tontura
Fadiga
Coriza (inflamação da mucosa das fossas nasais; rinite, defluxo)
Dor de garganta, na língua ou gengivas
Sensação de aperto no peito
Ganho de peso
Frequência cardíaca mais lenta ou bradicardia
Obstipação
Hipotensão

Sintomas mentais

Ansiedade, inquietação e irritabilidade
Dificuldade em se concentrar
Insônia e dificuldade para dormir bem
Raiva e frustração
Depressão
Desânimo
Mau humor

Os sintomas da síndrome de abstinência da nicotina normalmente duram de 4 a 12 semanas e surgem nas primeiras 12 a 24 horas após parar de fumar. 

Os especialistas explicam que a fase mais critica são as primeiras duas a três semanas de cessação tabágica. Sendo que os sintomas começam gradualmente a desaparecer e, com o tempo o indivíduo aprende a controlar o desejo de fumar. 

VÍDEOS