Associação de refrigerantes critica piada de mau gosto de Bolsonaro sobre tubaína

20 de maio de 2020, 16:43

Comentário de mau gosto do presidente aconteceu no dia em que o Brasil registrou 1.179 mortes em apenas 24 horas por covid-19 (Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira, 20, a Associação dos Fabricantes  de Refrigerantes do Brasil (Afrebras) divulgou nota de repúdio sobre a piada infeliz que Jair Bolsonaro  (sem partido) fez durante uma live com o jornalista Magno Martins nas redes sociais, envolvendo o nome de uma das bebidas gaseificadas mais famosas do Brasil.

O presidente quis defender o uso da cloroquina no combate à Covid-19 e ironizou: “Quem é de direita, toma cloroquina; quem é de esquerda, tubaína”.

No comunicado, a Afrebras criticou não só o comentário de mau gosto, como também o fato de Bolsonaro ter escolhido um dos piores momentos para soltar a pérola: no mesmo dia em que o Brasil registrou 1.179 mortes causadas pelo coronavírus.

“A Afrebras (Associação dos Fabricantes de Refrigerantes do Brasil) repudia a infeliz declaração do presidente Jair Bolsonaro dizendo que ‘quem é de direta toma cloroquina; quem é de esquerda, tubaína’, no mesmo dia em que o país registrou, pela primeira vez, mais de mil mortes por coronavírus em 24 horas”, diz o texto. “A entidade defende que o governo, em vez de politizar o uso do medicamento, deve acabar com as regalias fiscais milionárias concedidas a multinacionais de bebidas na Zona Franca de Manaus, para amenizar o momento de crise econômica agravada pela pandemia no país”, dizia nota.

A associação ainda frisou que representa “mais de 100 indústrias de bebidas regionais no Brasil, entre as quais os produtores de tubaína”, e que diversas companhias associadas têm trabalhado para ajudar no combate ao coronavírus.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS