Assembleia da França aprova lei que veta celular em escolas

07 de junho de 2018, 17:06

O projeto do governo ainda precisa do aval do Senado.

A Assembleia Nacional da França aprovou nesta quinta-feira (7), em primeira leitura, um projeto de lei do governo que aplica uma “proibição definitiva” ao uso de celulares nas escolas a partir do início do próximo ano letivo.

A proposta foi apresentada pelo partido A República em Marcha (Lrem), do presidente Emmanuel Macron, e tem o apoio do Movimento Democrático (MoDem) e da União dos Democratas e Independentes (UDI), todos de centro.

No entanto, segundo a rádio “RTL”, os grupos de oposição dizem que a medida é “inútil” e uma ” simples operação de comunicação”. O projeto diz respeito a alunos de até 15 anos e, segundo o governo, passaria “um sinal à sociedade”.

Atualmente, o código educacional da França já proíbe o uso de celulares durante “qualquer atividade de ensino” e nos locais previstos pelos regulamentos internos das escolas, por isso a medida é tratada como “supérflua” pela oposição.

O ministro da Educação Jean-Michel Blanquer defende, no entanto, a necessidade de uma “base jurídica” mais sólida para garantir o veto aos celulares. Os professores teriam inclusive autorização para confiscar aparelhos. Para virar lei, o projeto precisa também do aval do Senado. Com informações da ANSA.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS