Aprenda o segredo para fazer um bife de fígado perfeito

02 de junho de 2020, 08:27

O fígado de boi é altamente nutritivo (Foto: Reprodução)

Muita gente não gosta de fígado, mas há quem diga que a culpa é do cozinheiro e não da carne. Altamente nutritivo, o fígado possui 9 dos 11 tipos de vitaminas existentes, como a A, do complexo B, D, ferro, riboflavina, selênio, cobre e zinco, afirma o site Remédio Caseiro.

Confira a receita e usufrua de todos os benefícios deste corte com muito sabor.

Ingredientes

600 g de fígado bovino cortado em bifes grossos

6 colheres (sopa) de vinagre branco

Sal e pimenta a gosto

2 dentes de alho picados

3 cebolas fatiadas

4 colheres (sopa) de óleo

1 colher (sobremesa) de açúcar

Salsa picada a gosto

Modo de preparo

Em um refratário, coloque os bifes de fígado, tempere com quatro colheres de vinagre, o alho, o sal e a pimenta. Cubra com filme plástico e deixe na geladeira por 20 minutos. Aqueça bem uma frigideira anti-aderente, coloque óleo suficiente para dourar os bifes dos dois lados. Reserve.

Na mesma frigideira, aqueça um pouco mais óleo, coloque as rodelas de cebola, tempere com o restante do vinagre, sal e o açúcar. Doure a cebola, desligue o fogo, salpique a salsa e sirva sobre os bifes de fígado.

Dica: prepare essa receita como petisco, cortando os bifes antes de fritar em tiras.

Como aumentar a imunidade rapidamente 

Para aumentar a imunidade rapidamente deixando o corpo mais forte no combate aos agentes agressores deve-se:

Adotar bons hábitos de saúde, realizando atividade física, dormindo adequadamente e evitando situações de estresse;

Evitar o cigarro ou estar exposto ao cigarro;

Expor-se ao sol diariamente, de preferência até as 10 horas da manhã e depois das 16 horas, sem protetor solar, para aumentar a produção de vitamina D no organismo;

Consumir alimentos saudáveis e manter uma dieta equilibrada, que inclua o consumo de frutas, verduras e legumes, de preferência orgânicos ou produzidos em casa sem agrotóxicos;

Evitar ao máximo fast food e alimentos industrializados e comidas congeladas como pizzas e lasanhas, por exemplo, pois contém substâncias que promovem a inflamação do organismo;

Evitar tomar remédios sem orientação médica;

Beber cerca de 2 litros de água mineral ou filtrada todos os dias. 

Além disso, caso tenha alguma doença causada por vírus, como gripe, por exemplo, é importante evitar frequentar lugares públicos fechados, como shopping, teatros e cinemas, além de ser importante lavar as mãos frequentemente com água e sabão, assim como evitar tocar os olhos, nariz e a boca com as mãos sujas. Dessa forma, é possível reduzir o risco de adquirir a doença e de haver o desenvolvimento de complicações, principalmente no caso da pessoa possuir o sistema imunológico mais fraco.

VÍDEOS